Atletas

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


Overwatch é um FPS desenvolvido pela Blizzard Entertainment disponível para download no PC, PlayStation (PS4) e Xbox One. Assim como em outros jogos competitivo, o game precisa lidar com players problemáticos e puni-los conforme a gravidade de seus atos. As penalidades são aplicadas ao usuários casuais e aos pro players, que competem em torneios de esports. Atletas já foram até banidos por toxicidade e boosting, pro exemplo. A seguir, relembre cinco jogadores profissionais que sofreram ban do game da Blizzard.

Veja jogadores profissionais que foram suspensos do jogo e de competições — Foto: Divulgação/Overwatch League Veja jogadores profissionais que foram suspensos do jogo e de competições — Foto: Divulgação/Overwatch League

Veja jogadores profissionais que foram suspensos do jogo e de competições — Foto: Divulgação/Overwatch League

Su-min "SADO" Kim

O sul-coreano Su-min "SADO" Kim foi descoberto, no mês de novembro de 2017, em um esquema de boosting, onde ele evoluía o elo de contas de terceiros em troca de dinheiro. Segundo a Blizzard, a prática viola completamente as regras do jogo e fere também os valores esperados de um jogador profissional da Overwatch League. Por conta da gravidade de sua infração, SADO, que atuava pela Philadelphia Fusion na época, sofreu uma punição de 30 jogos na Overwatch League, sendo essa a maior suspensão sofrida por um jogador na liga até então.

SADO sofreu uma suspensão de 30 dias da Overwatch League após escândalo de boosting — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment SADO sofreu uma suspensão de 30 dias da Overwatch League após escândalo de boosting — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment

SADO sofreu uma suspensão de 30 dias da Overwatch League após escândalo de boosting — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment

Félix "xQc" Lengyel

O código de conduta da Overwatch League afirma que todos os seus jogadores devem valorizar o espírito esportivo e ter o comportamento exemplar, esperado por um jogador profissional. No entanto, Félix "xQc" Lengyel ignorou o código e acabou por ficar famoso por conta de seu comportamento tóxico. Entre suas infrações mais conhecidas, está o uso de um termo homofóbico para o jogador Austin "Muma" Wilmot logo após o seu time, Dallas Fuel, ter perdido o confronto contra o time de Muma, Houston Outlaws em 2018. Também houve a polêmica de ele ter utilizado o famoso emote da Twitch TV, "Trihard", de forma racista para o caster Malik Forté.

Suas infrações geraram suspensões de jogos na Overwatch League e também uma multa de US$ 4 mil (cerca de R$ 16 mil em conversão direta). Além disso, xQc foi banido em outras oportunidades no Overwatch, todas por conta de seu comportamento tóxico, e até mesmo já teve sua conta na plataforma Twitch TV suspensa também.

xQc ficou conhecido pelo seu comportamento tóxico no competitivo de Overwatch — Foto: Divulgação/Robert Paul xQc ficou conhecido pelo seu comportamento tóxico no competitivo de Overwatch — Foto: Divulgação/Robert Paul

xQc ficou conhecido pelo seu comportamento tóxico no competitivo de Overwatch — Foto: Divulgação/Robert Paul

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

"Tuxouxi"

Tuxouxi é um jogador chinês que atuava pela equipe da "Team Stop Feeding", uma das participantes da Overwatch Contenders Trials China. Em mais um escândalo de boosting, ocorrido em fevereiro de 2019, seis jogadores de diferentes equipes sofreram suspensões do competitivo. No entanto, o banimento de Toxouxi acabou se destacando entre todos por uma boa razão: ele foi o primeiro jogador da história a receber um banimento permanente das competições de Overwatch. Vale destacar também que, por causa de seus atos, sua equipe, líder da competição, também foi suspensa por uma temporada inteira, fazendo-a perder a Overwatch Contenders China de 2019.

Team Stop Feeding se classificou para a Ovewatch Contenders China, mas foi impedida de participar por causa do caso Tuxouxi — Foto: Divulgação/Overwatch Contenders Team Stop Feeding se classificou para a Ovewatch Contenders China, mas foi impedida de participar por causa do caso Tuxouxi — Foto: Divulgação/Overwatch Contenders

Team Stop Feeding se classificou para a Ovewatch Contenders China, mas foi impedida de participar por causa do caso Tuxouxi — Foto: Divulgação/Overwatch Contenders

Riku "Ripa" Toivanen

Em dezembro de 2018, o finlandês Riku "Ripa" Toivanen foi um dos nomes citados em uma onda de banimentos entre jogadores da Overwatch League. Jogador da Los Angeles Gladiator na época, Ripa sofreu cinco jogos de suspensão da Overwatch League por toxicidade em seus jogos e a infração, no próprio Overwatch, de causar intencionalmente a derrota de seus times nas ranqueadas. Percebendo a gravidade da situação, o jogador se pronunciou no Twitter, se desculpou pelos seu comportamento negativo e lembrou que aquela não era uma atitude de um profissional. Hoje em dia, ele joga pela British Hurricane e disputa a Overwatch Contenders na Europa.

Ripa era jogador da Los Angeles Gladiators na época de sua suspensão — Foto: Divulgação/Blizzard Ripa era jogador da Los Angeles Gladiators na época de sua suspensão — Foto: Divulgação/Blizzard

Ripa era jogador da Los Angeles Gladiators na época de sua suspensão — Foto: Divulgação/Blizzard

Se-Hyun “Neko” Park

Por fim, Se-hyeon "Neko" Park, mais um jogador envolvido na onde de banimentos ocorrida em 2018. Jogador da Toronto Defiant na época, Neko foi pego cometendo uma infração bem diferente da maioria dos outros presentes na onda de banimentos. Em vez boosting ou toxicidade, o sul-coreano foi suspenso por três jogos após ter sido pego vendendo uma conta de Overwatch, outra atitude grave no FPS. Para piorar, ele também foi acusado de obstruir as investigações da Overwatch League no caso, mas a Blizzard não deu mais detalhes sobre este ponto em específico. Neko atualmente joga pela O2 Blast na Overwatch Contenders da Coreia do Sul.

Neko foi banido por vender contas e obstruir investigações em 2018 — Foto: Divulgação/Blizzard Neko foi banido por vender contas e obstruir investigações em 2018 — Foto: Divulgação/Blizzard

Neko foi banido por vender contas e obstruir investigações em 2018 — Foto: Divulgação/Blizzard

Qual é o melhor game da Blizzard? Comente no Fórum do TechTudo

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, jogos, aplicativos e demais eletrônicos? É só dar uma olhada no nosso canal no YouTube:

Mais do TechTudo