Utilitários

Por Clara Fabro, para o TechTudo


Os bloatwares são aplicativos pré-instalados de fábrica que acompanham os smartphones e computadores mais atuais. Eles podem estar presentes em celulares Android, iPhone (iOS) e também em sistemas operacionais como o Windows e macOS. Esses aplicativos costumam ter pouca ou nenhuma funcionalidade e são raramente utilizados, porém, ao acumular funções desnecessárias, podem congestionar o uso de memória interna e RAM dos celulares e PCs. Confira, na lista abaixo, como reconhecer bloatwares e como removê-los do seu smartphone.

Bloatwares são apps inúteis que usam a memória interna dos celulares — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Semana do Consumidor 2020: quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. O que é bloatware?

Bloatwares são softwares dispensáveis e pouco úteis, mas que podem usar grandes quantidades de memória e RAM dos aparelhos. A palavra surge da junção de dois termos em inglês: bloat, "inchar", e softwares, sistema de processamento de dados. Ou seja, são programas e aplicativos que acumulam funções inúteis e "incham" o sistema, congestionando o uso de memória interna de maneira desnecessária.

2. Como identificar um bloatware?

Em celulares e computadores, os bloatwares costumam vir pré-instalados de fábrica por meio de programas ou aplicativos. A ideia dos fabricantes e desenvolvedores é disponibilizar apps e programas com funções gratuitas por um tempo limitado e, passado esse período, o software requer que o usuário pague uma assinatura. Porém, esses programas e aplicativos raramente são utilizados e, com o tempo, passam a consumir a memória interna dos aparelhos, o que pode causar travamentos e lentidão no sistema, dentre outras coisas.

3. Quais os riscos de bloatware?

Bloatwares são apps inúteis que usam a memória interna dos celulares — Foto: Isabela Cabral/TechTudo

Os bloatwares são softwares inofensivos, mas, por serem aplicativos dispensáveis e que utilizam quantidades significativas de memória interna e RAM dos celulares, podem ser a causa das travas e de lentidão dos aparelhos. É possível desabilitar e até desinstalar os bloatwares em alguns casos, porém, como são apps pré-instalados de fábrica, é necessário cuidado, já que é possível que alguns carreguem funções vitais para um bom funcionamento do sistema operacional do aparelho. Ou seja, desinstalar bloatwares por completo pode comprometer o seu smartphone e causar instabilidades, ou até mesmo não permitir as últimas atualizações do sistema.

4. Como remover bloatware?

Bloatwares podem ser completamente removidos de smartphones, mas essa opção pode variar dependendo do sistema operacional de cada aparelho. O iPhone, a partir da atualização do iOS 11 permite que bloatwares e até mesmo os aplicativos nativos do sistema sejam desinstalados e reinstalados pelo usuário por meio da App Store, caso necessário.

Já celulares Android apresentam a opção de desabilitar bloatwares, o que não é igual a desinstalar esses apps. Desabilitar um aplicativo indesejável o mantém apenas "pausado", e desinstalar um app o remove completamente do dispositivo. Para desinstalar um bloatware ou um app nativo de celulares Android, é necessário fazer root, o que dá acesso às configurações mais avançadas e importantes do sistema. Porém, ao desinstalar um app através de root, é necessário cuidado, pois é possível que algumas funções do sistema fiquem instáveis ou, no pior dos casos, que ele seja corrompido a ponto de tornar o aparelho inutilizável.

Como remover bloatware do Android? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

O que é ransomware: cinco dicas para se proteger

O que é ransomware: cinco dicas para se proteger

Mais do TechTudo