Redes sociais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


O Orkut foi descontinuado em 2014, mas muita gente ainda não superou o término da rede social. Prova disso é que, na última semana, a Internet foi à loucura ao encontrar um aplicativo com o mesmo nome e visual da extinta plataforma na Google Play Store. Não demorou muito para surgirem boatos de que o Orkut havia voltado, mas o app nada mais é do que a versão para celulares de um site que busca reviver a rede social.

Criado por um fã, o Orkut.br.com reproduz com fidelidade o layout e os recursos da plataforma que foi febre entre os brasileiros nos anos 2000. O suposto retorno da rede social mobilizou usuários no Twitter e gerou dúvidas. É possível recuperar os dados da antiga conta? Existem riscos para a segurança e privacidade? Pensando nisso, o TechTudo preparou cinco perguntas e respostas sobre o site que revive a rede social.

Orkut voltou? Cinco perguntas e respostas sobre site que revive a rede social — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak Orkut voltou? Cinco perguntas e respostas sobre site que revive a rede social — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak

Orkut voltou? Cinco perguntas e respostas sobre site que revive a rede social — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak

Quer comprar celular, TV e outros eletrônicos com desconto? Aproveite as ofertas da Semana do Consumidor no Compare TechTudo

1. O Orkut voltou?

Não. A rede social foi descontinuada em 2014 e não é mais possível recuperar os dados do perfil — o prazo para backup de fotos, depoimentos, scraps e outras informações terminou em 2016. Ao abrir o Orkut.br, o usuário é informado de que não se trata de uma plataforma oficial do Google. Procurada pelo TechTudo, a empresa disse que não vai comentar o caso. Da mesma forma, também tentamos contato com o Orkut.br, mas não conseguimos retorno.

"O Orkut.br não tem vinculo com o Google e não é o mesmo site que o Orkut.com. Caso sua intenção seja acessar a antiga rede social filiada ao Google, pedimos desculpas, mas não será possível, infelizmente o Orkut.com encerrou suas atividades em 2014", explica a nota exibida na página inicial do Orkut.br.

2. O que é e como funciona o Orkut.br.com?

Página de perfil no Orkut — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak Página de perfil no Orkut — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak

Página de perfil no Orkut — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak

O Orkut.br foi desenvolvido por um fã em homenagem à extinta rede social. O site tem o objetivo de recriar o falecido Orkut do zero, utilizando as mesmas ferramentas e design da plataforma original.

Para se cadastrar no Orkut.br, é preciso informar dados como nome e sobrenome, data de nascimento, e-mail, sexo e país onde mora. Após concluir o registro, o usuário pode agregar informações complementares e começar a adicionar amigos.

Veja também: Stories de aniversário: como fazer um post para amigos no Instagram

Stories de aniversário: como fazer um post para amigos no Instagram

Stories de aniversário: como fazer um post para amigos no Instagram

3. Existem riscos ao usar o site?

O Orkut.br não é um serviço oficial do Google, de forma que não há como garantir a privacidade do usuário. Embora reviver a experiência dos anos 2000 seja uma proposta tentadora, é importante pensar duas vezes antes de expor seus dados pessoais em nome do saudosismo.

Segundo o Orkut.br, o site conta com um sistema de segurança que inclui certificado SSL, proteção contra infecções de malware e ataque distribuído de negação de serviço (DDoS). No entanto, durante os testes feitos pelo TechTudo, a plataforma se mostrou bastante instável e apresentou erros constantes. Não se sabe até que ponto essa instabilidade pode comprometer a segurança dos dados.

Outro aspecto que merece atenção são os termos de uso do Orkut.br. O site ressalta que, "quando você publica conteúdos ou informações, está permitindo que todos, incluindo pessoas fora do Orkut.br acessem e usem essas informações e as associem a você (isto é, ao seu nome e foto do perfil)". É importante ter isso em mente antes de adicionar fotos e outras informações pessoais à plataforma.

Chama a atenção também a possibilidade de conectar o perfil ao Facebook. Quando o usuário autoriza essa comunicação, o Orkut.br ganha uma série de permissões para verificar informações pessoais que constam da rede de Zuckerberg. Por isso, a recomendação é que você não conecte as plataformas. Se já tiver feito a integração, vá até as configurações do Facebook e, na opção "Aplicativos e Sites", revogue o acesso do Orkut.br.

4. Os recursos são os mesmos do antigo Orkut?

Orkut.br recupera comunidades clássicas da antiga rede social — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak Orkut.br recupera comunidades clássicas da antiga rede social — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak

Orkut.br recupera comunidades clássicas da antiga rede social — Foto: Reprodução/Ana Letícia Loubak

Sim. O Orkut.br segue à risca o visual da falecida rede social e recupera recursos que deixaram saudades nos usuários. É possível enviar depoimentos para amigos, deixar scraps no perfil e classificar alguém com a famosa tríade dos atributos: "confiável", "legal" e "sexy".

O site nostálgico também revive algumas das comunidades mais populares do Orkut. Clássicos como "Eu odeio acordar cedo", "Deus me disse: desce e arrasa" e "Eu amo a minha mãe" foram recriados na nova plataforma. O Orkut.br recuperou, ainda, a seção "Sorte do dia", que trazia "previsões" e frases de motivação diárias.

Já quem tinha a expectativa de voltar a jogar Colheita Feliz ou criar um novo avatar no BuddyPoke vai continuar com saudades. A rede social não trouxe os games de volta.

Reviver a nostalgia dos anos 2000 é, sem dúvidas, uma proposta atraente, mas a navegação no Orkut.br está longe de ser uma experiência agradável. O site ainda está em desenvolvimento e exibe mensagens de erro a todo momento. Para realizar ações simples, como entrar em uma comunidade, é preciso repetir o comando várias vezes até conseguir.

5. Como funciona o app para celulares?

Aplicativo que recria Orkut fez sucesso na última semana  — Foto: Divulgação/Orkut Aplicativo que recria Orkut fez sucesso na última semana  — Foto: Divulgação/Orkut

Aplicativo que recria Orkut fez sucesso na última semana — Foto: Divulgação/Orkut

Na última semana, a Internet foi à loucura ao se deparar com um aplicativo chamado Orkut na Play Store. Assim como o site, o app não tem vínculo com o Google ou qualquer ligação com Orkut Büyükkökten, criador da rede social.

Assim que instala o programa no celular, o usuário recebe uma mensagem informando que se trata de uma rede social criada por um fã. O alerta esclarece também que não será possível recuperar informações da antiga conta. A ideia é que os membros construam um perfil do zero, adicionando amigos, criando álbuns de fotos e aderindo a comunidades.

O Orkut registra mais de 500 mil instalações na loja de aplicativos para Android e acumula mais de 3.300 avaliações de usuários que já se cadastraram no app. Nos comentários, as pessoas elogiam o layout da ferramenta, mas se queixam da lentidão e dos bugs. "O app está bem parecido mesmo, muito bem feito. Porém é muito lento, é praticamente impossível de usar. Fiquei logado por 20min e não consegui editar uma página do meu perfil", disse um usuário. O Orkut está classificado com 3,2 estrelas na Play Store.

Qual é a melhor versão do Windows? Deixe a sua opinião no Fórum do TechTudo

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, jogos, aplicativos e demais eletrônicos? É só dar uma olhada no nosso canal no YouTube:

Mais do TechTudo