Atletas

Por Marina Fujihara, para o TechTudo


Jogadores profissionais de esportes eletrônicos, como Counter Strike: Global Offensive, Overwatch, League of Legends (LoL) e FIFA 20, chamam a atenção por seu talento, mas também por se envolverem em polêmicas. Por melhor que o pro player seja, alguns escândalos podem resultar em bans e suspensões eternas. Na lista de razões para a aposentadoria forçada, se destacam comportamento tóxico e matchfixing. Relembre, a seguir, cinco jogadores talentosos que interromperam suas carreiras.

CS:GO - Swag

Swag se envolveu no maior escândalo de matchfixing do CS:GO — Foto: Divulgação/Beyond the Summit

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Braxton “Swag” Pierce, ex-pro player de Counter-Strike, é conhecido por ter jogado nos times da compLexity e iBuyPower. O jogador era uma promessa no cenário norte-americano até se envolver no maior escândalo de matchfixing da história CS:GO, em 2014. Matchfixing é quando um time perde de propósito, a razão mais comum para isso é a finalidade de favorecer apostas. Neste caso, a iBuyPower era a favorita em uma partida contra NetcodeGuides.com na CEVO Professional League. Os jogadores favoritos, no entanto, apostaram contra o próprio time e entregaram a partida por 16-4.

No ano seguinte, a Valve desvendou o caso, banindo Swag e mais três membros do time. Eles foram proibidos de participar de eventos oficiais organizados pela empresa por tempo indeterminado, e a punição permanece até hoje. Recentemente, Swag anunciou que será pro player de Valorant, novo FPS da Riot Games.

Overwatch - Dafran

Dafran trouxe inovação aos metas da Overwatch League — Foto: Divulgação/Blizzard

Daniel "Dafran" Francesca atuou na Overwatch League em 2019. O jogador era conhecido antes da liga por jogar no Team Selfless, que competia na Overwatch-Contenders. Mas desde essa época ele já colecionava suspensões por comportamento tóxico.

Após apenas um mês competindo na Overwatch League pelo novo time, Dafran anunciou que ia para de jogar competitivamente na liga e ser streamer em tempo integral. Em sua mensagem de partida, o jogador mencionou o caso da suspensão e suas "brincadeiras", frisando estar mais maduro. A Atlanta Reign manteve a parceria com o jogador como streamer.

Overwatch – xQc

xQc se envolveu em muitas polêmicas no cenário de Overwatch — Foto: Divulgação/Blizzard

Felix "xQc" Lengyel, também jogador da Overwatch League, jogava pela Dallas Fuel. Ele foi removido do time após diversas polêmicas. Durante a primeira temporada da liga, o pro player foi suspenso uma primeira vez após falas homofóbicas contra o jogador da Houston Outlaws Austin "Muma" Wilmot. Depois, xQc foi suspenso novamente, dessa vez por ser racista com outros jogadores e narradores.

Como fim da primeira temporada, em 2018, o jogador anunciou que seria streamer em tempo integral. xQc ainda fez aparições no cenário profissional de Overwatch, competindo pela seleção do Canadá na Copa do Mundo de Overwatch em 2019.

LoL – Link

Link fez um relatório enorme ao sair da CLG, apelidado de "Donezo Manifesto" — Foto: Divulgação/Riot Games

Em 2015, o jogador Austin "Link" Shin do time norte-americano Counter Logic Gaming (CLG) anunciou sua aposentadoria em um documento de 18 páginas. Link foi um dos starting players da CLG e jogava com a equipe desde 2012. Em seu documento, o pro player citou depressão, atritos com seus colegas de time, em particular o jogador Yiliang "Doublelift" Peng, e problemas com o jogo League of Legends.

Após o anúncio de aposentadoria, Link focou em sua educação em 2016. Em 2017, ele retornou ao competitivo de LoL com a Team Liquid como substituto do midlanner Greyson "Goldenglue" Gilmer. Ele ficou na equipe até junho do mesmo ano.

FIFA – Kurt0411

Kurt "Kurt0411" Fenech se envolveu em nova polêmica na cena competitiva de FIFA 20 — Foto: Divulgação/Eletronic Arts

Kurt "Kurt0411" Fenech, pro-player de FIFA, foi banido de todos os eventos organizados pela Eletronic Arts (EA) por tempo indeterminado em 2020. O jogador era um dos mais bem-sucedidos no cenário de FIFA, mas também era conhecido por se envolver em polêmicas. Ele já havia sido banido em 2018, por dois meses, por comportamento abusivo contra outros jogadores da comunidade. Já em 2019, Kurt0411 levou ban após atacar a community managers da EA Sports e outros pro players.

Mesmo após as punições, o jogador continuou com as ameaças, de forma que em fevereiro de 2020 ano a empresa divulgou que Kurt0411 foi banido de todos os seus jogos.

Quais os 10 melhores jogos na sua opinião? Comente no Fórum TechTudo

Mais do TechTudo