Jogos de RPG

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


Com o anúncio de Assassin's Creed: Valhalla, a Ubisoft prometeu aproveitar ao máximo a capacidade da nova geração de consoles para trazer gráficos ainda mais bonitos. A franquia não decepciona no quesito, com games ambientados em diversos momentos históricos, misturando ficção científica com narrativas históricas alternativas em meio a um enredo de conspirações e seitas secretas.

O próximo game da série se passa na época da invasão da Inglaterra por guerreiros vikings. Será o primeiro título da franquia a ser lançado para a nova geração de consoles, PlayStation 5 (PS5) e Xbox Series X. Portanto, a promessa é de visuais ainda mais realistas. Confira a seguir a evolução dos gráficos da franquia Assassin's Creed.

Assassin's Creed: Valhalla promete visuais estonteantes, aproveitando a capacidade da próxima geração de consoles — Foto: Divulgação/Ubisoft

Quer comprar jogos, consoles e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Assassin's Creed (2007)

O primeiro game da franquia, lançado em 2007 para PC, PlayStation 3 (PS3) e Xbox 360, chamou bastante atenção pela trama baseada em fatos históricos e conspirações com uma pegada de ficção científica. Os gráficos de Assassin's Creed também foram bastante elogiados na época por retratar Jerusalém da época das Cruzadas. A jogabilidade, no entanto, foi considerada repetitiva e pouco empolgante.

Assassin's Creed: o pontapé inicial da franquia — Foto: Divulgação/Ubisoft

Assassin's Creed 2 — Revelations (2009 - 2011)

Nos três títulos seguintes, Assassin’s Creed sofreu um salto de evolução técnica e se firmou como um dos pesos-pesados da indústria dos videogames. O motor gráfico Anvil, novidade da época criada pela própria Ubisoft, possibilitou o salto em qualidade visual. Na jogabilidade, o protagonista Altair sai de cena para dar lugar a Enzo e os cenários acinzentados do primeiro game dão lugar às belas cores da Itália durante a Renascença.

Destaca-se também a diversidade de figurinos dos personagens. Os três games (Assassin's Creed 2, Assassin's Creed: Brotherhood e Assassin's Creed: Revelations) foram lançados originalmente para PC, PS3 e Xbox 360 e depois foram remasterizados para PlayStation 4 (PS4) e Xbox One em The Ezio Collection.

Assassin's Creed II é considerado um dos melhores da série — Foto: Divulgação/Ubisoft

Assassin's Creed III — Rogue (2012 - 2014)

A franquia passa por uma mudança radical e cenas na natureza dão o tom do game. Em Assassin’s Creed 3, a trama se passa durante os anos da Revolução Americana, com cenários deslumbrantes em alto mar e nas florestas da costa leste dos EUA. Em Assassin's Creed: Black Flag, as belezas ficam por conta da arquitetura colonial e das águas cristalinas do Caribe. Já em Assassin's Creed: Rogue, o último game da série lançado para PS3 e Xbox 360, o cenário tropical dá lugar ao gelo do norte do continente.

A pirataria no Caribe é o pano de fundo de Assassin's Creed Black Flag — Foto: Divulgação/Ubisoft

Assassin's Creed Unity (2014)

Com a chegada da oitava geração de consoles, Assassin’s Creed passa por mais uma grande transformação. Concebido especialmente para PS4 e Xbox One, o título usa a nova engine AnvilNext 2.0 e os gráficos ficaram mais bonitos do que nunca, reproduzindo fielmente a cidade de Paris e seus monumentos históricos durante a Revolução Francesa. A pesquisa para a produção de Assassin's Creed: Unity foi tão caprichada que a Ubisoft está auxiliando na reconstrução da Catedral de Notre Dame, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019.

Relembre os primeiros minutos de Assassin's Creed: Unity

TechTudo - Detonado de Assassin's Creed Unity - Parte 1

TechTudo - Detonado de Assassin's Creed Unity - Parte 1

Assassin's Creed Origins — Odyssey (2017 - 2018)

A franquia dá um considerável salto no tempo e entra na Antiguidade. Em Assassin's Creed: Origins, o game retrata a vida durante o Egito Antigo, enquanto em Assassin's Creed: Odyssey o cenário é a Grécia. Em ambos, o destaque fica por conta da reconstituição das construções típicas dessas duas civilizações. Os cenários também são um show à parte, seja no meio do deserto africano ou às margens do mar grego. Vale a pena dar um tempo nas missões só para assistir ao tempo passar.

Assassin's Creed: Odyssey explorou as belezas de tempos antigos para criar cenários estonteantes — Foto: Divulgação/Ubisoft

Assassin's Creed: Valhalla (2020)

A estreia da franquia na nova geração de consoles se dará em terras nórdicas, então a expectativa é de belos cenários em meio ao gelo e à neve, com direito a tundras e auroras boreais. Com lançamento previsto para o final de 2020, Valhalla rodará em resolução máxima de 4K e deve rodar no mínimo em 30 frames por segundo (FPS).

Assassin's Creed Valhalla se passará no período dos guerreiros vikings — Foto: Divulgação/Ubisoft

Mais do TechTudo