Áudio e vídeo

Por Bárbara Ablas, para o TechTudo


Fazer um canal no YouTube pode ser uma forma divulgar o seu trabalho, ou até mesmo de começar uma carreira como influenciador digital. A plataforma alcança diariamente bilhões de pessoas e, com a pandemia do coronavírus, também tem sido bastante utilizada como alternativa para aulas online, e entretenimento, como stream de jogos e lives de shows feitas por artistas musicais.

Para fazer um canal na plataforma, é preciso ter uma conta Google, uma câmera ou smartphone para fazer gravações e captar o áudio e publicar conteúdos relevantes para chamar a atenção do público, entre outros. Confira a seguir, oito dicas importantes para começar a fazer vídeos para o YouTube.

Com criatividade e equipamentos simples é possível produzir vídeos para a internet de alta qualidade — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Como criar um canal no YouTube

O primeiro passo é fazer o login da sua conta Google na página do YouTube no computador ou pelo celular. Em seguida, é só tocar sobre o ícone de avatar, no canto superior direito, e escolher a opção “criar um canal”. O sistema pedirá, então, um nome que pode ser o pessoal ou de uma empresa, caso já tenha um negócio aberto, por exemplo. Seja original na escolha do username, pesquise se já existem outras páginas com a mesma nomenclatura e que falam de assuntos semelhantes ao que pretende abordar.

Escolha palavras fáceis e frases curtas, e evite usar expressões em outros idiomas que podem dificultar o entendimento do público e que são mais difíceis de memorizar. É possível alterar o nome do canal depois de criado, entretanto, pode levar alguns dias até que as informações sejam atualizadas e exibidas no YouTube.

Utilize o campo criar canal do Youtube para começar a publicar vídeos na plataforma — Foto: Foto /Reprodução: Barbara Ablas

Uma dica é escolher títulos de vídeos amplos e não focados apenas em um tema. Lembre-se de que muitos canais falam sobre o mesmo assunto e possuem nomes repetidos, porém, uma palavra ou gancho original pode tornar o canal único.

Veja também: Como fechar o app do YouTube e continuar ouvindo vídeos

Como fechar o app do YouTube e continuar ouvindo vídeos

Como fechar o app do YouTube e continuar ouvindo vídeos

2. Personalize seu canal

Depois de criar a conta, é hora de cuidar da parte visual e, quanto mais original, maiores são as chances de atrair audiência. Acesse o ícone de avatar, no canto superior direito, para ver a opção “seu canal." Em seguida, selecione “personalizar canal”.

Depois de criar o canal, comece a personalizar as informações que serão exibidas para os visitantes — Foto: Foto /Reprodução: Bárbara Ablas

Comece inserindo a imagem de ícone do canal. É importante ter cuidado com a escolha de foto, pois ela aparecerá acima do banner, nos vídeos postados e quando o público comentar em sua página. Também é necessário ter uma capa com dimensões, segundo recomendação do YouTube, de 2560 x 1440 e com, no máximo, 6 MB de tamanho. É possível encontrar inspirações em outros canais e utilizar programas gratuitos de design, como o Canva.

No campo “Sobre”, faça uma descrição do canal e do seu propósito em até mil caracteres. Também é interessante mencionar na descrição outras páginas relacionadas ao canal, incluindo sites e redes sociais.

A busca do Google é uma ferramenta que ajuda a pesquisar o comportamento do público — Foto: Marvin Costa/TechTudo

3. Defina o seu público

É muito importante definir o público para o qual os vídeos serão direcionados, para que o conteúdo tenha engajamento. Canais e conteúdos que não têm foco não costumam ter visibilidade no mar de informações da Internet.

Portanto, tente descobrir quais são as preferências do seu público. Busque referências em sites, redes sociais e outros canais, e leia os comentários para saber quais são os interesses e posicionamentos do espectador. Preste atenção também a opiniões e críticas dos internautas sobre o formato e qualidade dos vídeos. Essas informações podem ajudar a entender melhor o que fazer com seu canal.

Faça um planejamento para o conteúdo antes de publicar no YouTube — Foto: Pixabay

4. Produza conteúdos de qualidade

Uma boa dica para iniciantes é focar em vídeos sobre assuntos que gostam e dominam e que, ao mesmo tempo, possuem relevância ao público. Isso facilita também a compreender as preferências de outras pessoas que se interessam pelas mesmas áreas.

É essencial que os vídeos estejam em uma boa resolução, não tenham imagens tremidas ou ruídos no som. Outra estratégia importante é construir um roteiro para ajudar o conteúdo a ter mais sentido, com um começo, meio e fim. Para dar um toque especial aos vídeos, também é possível utilizar trilhas sonoras. O próprio YouTube conta com uma biblioteca gratuita de áudios livres de direitos autorais.

Para criar vídeos no YouTube é importante ter equipamentos de qualidade — Foto: Melissa Cruz/TechTudo

5. Invista em equipamentos

Para criar vídeos bons para YouTube, é importante possuir equipamentos que ajudem a captar imagens com qualidade. Vale lembrar que as últimas gerações de smartphones possuem câmeras capazes de gravar vídeos em alta definição (HD), e sistema de captação de som bem avançados. Para quem pensa em investir na produção de vídeos, optar pelo uso de celulares potentes pode ser uma solução prática e acessível.

Verifique também se os aparelhos suportam microfones externos que garantem a qualidade de áudio dos vídeos. Também é interessante possuir um tripé e, caso não possua, uma alternativa é utilizar objetos de casa que possam servir como apoio. É importante garantir que as imagens não fiquem tremidas no vídeo.

Utilize técnicas de SEO para alavancar o engajamento do público no Youtube — Foto: João Gabriel Balbi/TechTudo

6. Otimize seu canal

Outra boa dica é fazer uso das técnicas de SEO (sigla em inglês para "Otimização para Buscadores"). A estratégia é utilizada para fazer com que os conteúdos ocupem as primeiras posições nos buscadores de Internet e atraiam mais audiência. O uso de palavras-chave também ajuda a melhorar a visibilidade dos conteúdos na busca do Google.

Também é importante utilizar as hashtags para que os vídeos sejam linkados a outros usuários que falam sobre os mesmos temas. O Google Trends é uma opção de ferramenta para saber quais são as melhores palavras-chaves sobre diversos assuntos.

Quando um YouTuber atinge a marca de mil inscritos no canal e quatro mil horas de exibição nos últimos 12 meses, ele pode ingressar no seleto Programa de Parcerias do YouTube e, assim, começar a ganhar dinheiro e gerar receita com o canal.

Utilize outras redes sociais para divulgar o seu conteúdo — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

7. Divulgue e produza regularmente

Manter a periodicidade dos conteúdos, de preferência sempre no mesmo dia e horário, é outro fator que pesa para alavancar a audiência do canal e lidar com a concorrência. Deixar de postar os vídeos também pode fazer com que os algoritmos do YouTube diminuam a exposição do canal no ranking de visibilidade da plataforma.

O público do YouTube também acessa outras páginas para buscar conteúdo. Então, use as redes sociais para divulgar seu canal, com posts no Facebook, LinkedIn, Instagram, Pinterest e Twitter. É válido também enviar os vídeos ou anunciar as novidades do canal pelo WhatsApp e por e-mail marketing, como com o Mailchimp, que oferece 12 mil disparos gratuitos por mês. Só não vale mandar spam, então, certifique-se de que os seus contatos são inscritos no canal ou que pediram para receber o conteúdo.

O YouTube oferece conteúdo gratuito para quem quer aprender como criar vídeos influentes — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

8. Estude e pratique

Para quem deseja seguir os passos dos youtubers que viraram celebridades, fazer uma carreira ou apenas como hobby, a melhor maneira é treinar para fazer vídeos cada vez melhores e investir em conhecimento. Uma boa opção para aprender mais é com a própria plataforma. Além das dicas oferecidas nas páginas de suporte ao usuário, existe também a Escola de Criadores de Conteúdo do YouTube que, por meio de vídeo-aulas, ensina os usuários a melhorar a gestão do seu canal.

Problemas para carregar vídeos no YouTube? Veja como resolver no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo