Jogos de luta

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


Mortal Kombat construiu um grande acervo de lutadores desde sua estreia em 1992, entre eles algumas das mais memoráveis personagens femininas dos games nos anos 90. Ao lado de jogos de luta como Street Fighter 2, Mortal Kombat trouxe mulheres fortes para os fliperamas, capazes de enfrentar homens em condição de igualdade em uma época que o mercado de games era predominantemente masculino. Confira uma lista com as principais personagens femininas que fazem parte da história da série Mortal Kombat.

Mortal Kombat 11 (2019): gameplay mostra fatality, personagens e mais

Mortal Kombat 11 (2019): gameplay mostra fatality, personagens e mais

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Com o passar dos anos, as personagens de Mortal Kombat ficaram menos sexualizadas e mais realistas. Isso é especialmente perceptível em Mortal Kombat 11. O diretor de arte do décimo primeiro capítulo da franquia, Steve Beran, disse em entrevista que o design da franquia estava ficando mais maduro e respeitoso. Segundo Beran, uma lutadora não iria vestir um biquíni para lutar pela própria vida.

Sonya Blade

A primeira personagem feminina de Mortal Kombat estreou junto com a série nos fliperamas em 1992 e é também a mais conhecida entre todas. Sonya é uma policial que entrou para o torneio apenas para capturar o bandido Kano e com o tempo se tornou parte importante das forças da Terra. Ela tinha golpes icônicos como sua capacidade de arremessar o oponente com as pernas e seu Fatality, ataque que finaliza o oponente desnorteado, era um beijo que fazia seu alvo entrar em combustão.

Sonya em Mortal Kombat 11 com sua roupa clássica do primeiro game — Foto: Reprodução/Xbox Games Store

Kitana

Princesa de um reino que foi anexado ao Outworld por Shao Khan e filha de Sindel, Kitana teve sua estreia em Mortal Kombat 2 de 1993. A personagem marcou a estreia da técnica da troca de cores dos ninjas Sub-Zero e Scorpion em personagens femininas com Kitana e Mileena. Ela utilizava leques para lutar com golpes que os arremessavam como armas cortantes ou emitiam ondas sonoras que faziam o adversário levitar imóvel. Kitana ganhou mais personalidade no filme de Mortal Kombat de 1995 e sua aliança com o reino da Terra a tornou uma das protagonistas da história.

Kitana marcou sua estreia em Mortal Kombat 2 com seus leques cortantes — Foto: Reprodução/Retro Junk

Mileena

Inicialmente, Mileena era apenas uma versão de Kitana com cores e golpes diferentes, substituindo os leques por facas Sai, um tipo de punhal das artes marciais chinesas. Apesar disso, Mileena começou a ganhar mais personalidade após se tornar uma morta-viva, com uma boca monstruosa por baixo da máscara. Mesmo em sua estreia em Mortal Kombat 2 ela já possuía golpes memoráveis como rolar pela tela enquanto derrubava o oponente e um teletransporte com chute difícil de prever.

Mileena ganhou mais personalidade em relação a Kitana em capítulos futuros de Mortal Kombat — Foto: Reprodução/Cloudy Girls

Sindel

A mãe de Kitana teve sua estreia em Mortal Kombat 3 de 1995, ressuscitada por Shao Khan como uma criatura morta-viva. O plano do conquistador era tornar Sindel sua rainha na Terra e permitir a invasão do reino sem vencer o Mortal Kombat. Sindel tinha vários golpes marcantes que utilizavam sua voz estridente e seu longo cabelo que agia como se fosse vivo, capaz de arremessar adversários. Atualmente ela é uma personagem disponível por DLC em Mortal Kombat 11.

Sindel se tornou uma das principais vilãs em Mortal Kombat após ser ressuscitada por Shao Khan — Foto: Reprodução/Mortal Kombat Wikia

Sheeva

A adição de Sheeva como uma lutadora controlável em Mortal Kombat 3 foi uma grande surpresa. Até então, personagens da raça Shokan, os monstros de quatro braços como Goro e Kintaro, eram reservados apenas como subchefes. Com seus quatro braços, Sheeva é capaz de arremessar oponentes e desferir combos de socos velozes. Um de seus golpes mais marcantes teletransporta a guerreira de um lado da tela para pisar e esmagar o oponente no outro.

Sheeva foi a primeira lutadora da raça Shokan a ser adicionada como um personagem comum no elenco — Foto: Reprodução/GameCrate

Frost

Criada para Mortal Kombat: Deadly Alliance em 2002, Frost é uma ninja que conquistou o posto de chefe do clã de Sub-Zero e se tornou discípula do mesmo. Ela possui golpes de congelamento semelhantes ao de seu mestre e utiliza também adagas de gelo em seu estilo de luta. Uma das características visuais mais marcantes da personagem era seu cabelo permanentemente congelado, mas nos games mais recentes ela também se tornou parte ciborgue.

Frost é uma lutadora com estilo semelhante ao de Sub-Zero que nos games mais recentes foi transformada em parte ciborgue — Foto: Reprodução/Mortal Kombat Wikia

Skarlet

Assim como outros personagens como Ermac, a origem de Skarlet vem de fora dos jogos. Tudo começou com o rumor de que havia uma ninja em Mortal Kombat 2 com as mesmas roupas de Kitana e Mileena, porém com a cor vermelha. O boato permaneceu forte por alguns anos mesmo não sendo verdadeiro, até se concretizar por meio de Skarlet, que se tornou uma personagem oficial no reboot Mortal Kombat 9 de 2011 como a primeira personagem por DLC da série. Sua história no game em si não é tão profunda. Skarlet era uma pessoa comum até Shao Khan transformá-la em uma mestra da magia com sangue, o que torna seus golpes um pouco interessantes.

Skarlet é uma personagem com uma longa trajetória na série Mortal Kombat, desde um rumor até a primeira lutadora por DLC — Foto: Reprodução/The Gamer

Cassie Cage

Não tão importante quanto algumas personagens da lista, Cassie Cage ainda é uma lutadora recente na série Mortal Kombat, mas junto com Jaqui Briggs representam um interessante conceito. A lutadora apresentada originalmente em Mortal Kombat X é filha de Sonya Blade e Johnny Cage, com golpes herdados de ambos os pais. Não é muito comum em jogos de luta que seus personagens envelheçam e deem espaço para novas gerações, o que torna Cassie um caso interessante. Na tradução para o Brasil, a personagem foi dublada pela cantora Pitty.

Cassie Cage é representante de um interessante conceito em Mortal Kombat de que os personagens podem envelhecer e dar origem a novas gerações — Foto: Reprodução/Mortal Kombat Wikia

Qual o seu jogo de luta preferido? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo