Por Soraia Barbosa, para o TechTudo


Alguns títulos podem ser tão ruins que ficam famosos pela frustração e desgosto entre o público gamer. Postal III, Rambo: The Video Game e Vroom In The Night Sky são apenas três exemplos entre os nomes que têm péssimas avaliações no Metacritic, site norte-americano especializado em críticas. Até mesmo franquias aclamadas tiveram os seus momentos de desapontamento, como é o caso de Alone In The Dark Illumination. Veja a seguir quais são os piores jogos da década, de acordo com as suas avaliações no Metacritic.

Ride to Hell: Retribution é o jogo com a pior nota no Metacritic — Foto: Divulgação

Quer comprar jogos, consoles e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

10. Postal III (Nota Metascore: 24)

Postal III aposta na violência e humor satírico inspirado no mundo real — Foto: Divulgação/Steam

Postal III foi lançado para PC em 2011 e traz as aventuras do protagonista Postal Dude e seu pitbull Champ em uma cidade chamada Catharsis. Mas o terceiro capítulo da irreverente série foi recebido com críticas nada favoráveis, principalmente em relação aos seus gráficos defasados e bugs constantes.

Para tentar “reparar” o erro, em 2015 os desenvolvedores resolveram fingir que Postal III nunca aconteceu. Eles lançaram uma expansão para o seu antecessor chamada Postal 2: Paradise Lost em que os acontecimentos do jogo não passavam de um sonho do protagonista, após sofrer um acidente e ficar em coma por meses.

9. Fighter Within (Nota Metascore: 23)

Fighter Within não pode ficar de fora quando se fala em piores jogos da década — Foto: Divulgação/Microsoft

Sequência de Fighters Uncaged do Xbox 360, Fighter Within foi um dos títulos de lançamento do Xbox One e um dos poucos jogos a se arriscar com a conectividade com o Kinect no novo console. Além da obrigatoriedade do acessório, que não foi nada bem recebida pelos jogadores, os seus controles eram péssimos e não detectavam corretamente os movimentos dos usuários. Isso fez dele um jogo conhecido pela experiência frustrante, sendo considerado por muitos críticos um dos piores jogos de todos os tempos.

8. FlatOut3: Chaos And Destruction (Nota Metascore: 23)

FlatOut3: Chaos And Destruction oferece uma experiência caótica, no pior sentido possível — Foto: Divulgação/Steam

Lançado em 2011 apenas para PC, FlatOut3: Chaos and Destruction se destacou pelas suas notas muito baixas em diversos sites de crítica especializada. O título conseguiu a proeza de ser o jogo com a nota mais baixa da loja virtual Steam, além de ter recebido nota 1 de 10 da revista Edge – algo que só ele e Kabuki Warriors conseguiram. O motivo de tanta rejeição: FlatOut3: Chaos And Destruction é praticamente injogável, com gráficos e veículos terríveis, péssima performance e uma trilha sonora fraquíssima. Curiosamente, os jogos anteriores da série tiveram boas avaliações.

7. Rambo: The Video Game (Nota Metascore: 23)

O herói John Rambo está irreconhecível em Rambo: The Video Game — Foto: Divulgação/Reef Entertainment

Em 2014, o público foi surpreendido com o anúncio repentino de um jogo do Rambo. Recontando a história dos primeiros filmes do personagem John Rambo, ele acaba desagradando tanto os fãs de games quanto de cinema. Isso porque o shooter “on-rails” tem uma jogabilidade bem cansativa, combinada com gráficos mal trabalhados e efeitos sonoros sofridos. As vozes, em sua maioria, são retiradas dos filmes sem nenhum tipo de tratamento ou adaptação. Em 2014, ele recebeu do site Giant Bomb o prêmio de Pior Jogo do Ano.

6. Fast And Furious: Showdown (Nota Metascore: 22)

Nem mesmo os fãs do filme gostaram do resultado de Fast And Furious: Showdown — Foto: Divulgação/Firebrand Games

Baseado na famosa franquia de filmes Velozes e Furiosos, Fast And Furious: Showdown traria uma ligação entre as histórias do quinto e sexto filmes. Mas os seus controles atrapalhados e o péssimo design fizeram com que ele se destacasse mais pela enxurrada de reviews negativos. O jogo tem um gameplay focado na direção cooperativa e combates de carros, mas será difícil encontrar um parceiro para encarar este game. Ele não agrada nem como jogo de tiro nem como de corrida.

5. Afro Samurai 2: Revenge Of Kuma - Volume 1 (Nota Metascore: 21)

O fracasso de Afro Samurai 2: Revenge Of Kuma - Volume 1 resultou no cancelamento do game — Foto: Divulgação/PlayStation

Você já viu um jogo ser cancelado depois do seu lançamento? Esse é o caso de Afro Samurai 2. Baseado em uma mangá e anime populares na época, o primeiro volume do jogo continha três capítulos. No entanto, o jogo recebeu tantas críticas negativas que a publicadora achou melhor interromper as suas vendas e devolver o dinheiro dos compradores. Os responsáveis por Afro Samurai 2 ainda foram à público pedir desculpas aos jogadores que dedicaram o seu tempo a ele.

4. Infestation: Survivor Stories (Nota Metascore: 20)

Depois de muita polêmicas, Infestation: Survivor Stories não tem mais servidores ativos — Foto: Divulgação/Steam

Infestation: Survivor Stories é um jogo cheio de controvérsias em sua história. Lançado inicialmente com o título The War Z, o nome do game foi alterado por problemas de marca registrada. Mesmo assim, o jogo continuou conhecido como um projeto com ar totalmente amador, com um péssimo suporte e revoltando os jogadores com a promessa de recursos não presentes no game.

3. Alone In The Dark: Illumination (Nota Metascore: 19)

Alone In The Dark: Illumination foi uma tentativa de renovar a franquia que não deu nada certo — Foto: Divulgação/Atari

Alone in the Dark é considerada uma das séries pioneiras quando se fala em jogos de terror. No entanto, o seu sexto jogo, Alone In The Dark: Illumination, não conseguiu se passar de uma cópia barata da franquia Left 4 Dead, cheio de bugs e problemas no gameplay. A ideia era que o lançamento fosse um jogo de tiro em terceira pessoa online, mas os servidores ficaram tão desertos que era impossível conseguir uma partida com quatro jogadores.

2. Vroom In The Night Sky (Nota Metascore: 17)

Jogando com Magical Girl Luna, você terá uma das piores experiências do Nintendo Switch — Foto: Divulgação/Nintendo

Vroom in the Night Sky é um jogo lançado para o Nintendo Switch em 2017. A protagonista é uma garota mágica típica dos animes, montada em uma moto que parece ter sabão nos seus controles. O gameplay combinado com uma péssima tradução para o inglês foi a fórmula do desastre.

1. Ride To Hell: Retribution (Nota Metascore: 17)

Os combates de Ride To Hell: Retribution são cansativos e cheios de problemas — Foto: Divulgação/DeepSilver

O posto de pior jogo da década vai para Ride to Hell Retribution, segundo o site Metacritic. A sua história se passa no centro-oeste dos EUA após a Guerra do Vietnã. O jogador controla um membro de uma gangue de motoqueiros que está em busca de vingança pela morte do seu irmão. Mas a união de mecânicas de combate defeituosas, dublagens com péssima atuação e animações ruins faz do jogo uma experiência terrível. Como cereja do bolo, o título ainda tem cenas de sexo com personagens totalmente vestidos que são bem constrangedoras. Realmente é um jogo para poucos.

Via GameRant

Saiba mais: veja uma lista com os melhores games gratuitos para jogar no isolamento social contra a Covid-19

Melhores games para jogar grátis durante o isolamento do coronavírus

Melhores games para jogar grátis durante o isolamento do coronavírus

Qual o pior jogo que você já jogou? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo