E-books e cultura

Por Barbara Ablas, para o TechTudo


Criar um e-book pode ser uma maneira de transformar conhecimento em lucro e começar um negócio no mercado digital. Esses conteúdos podem ser conduzidos como um projeto profissional sobre uma área específica ou como uma obra literária para quem pretender seguir carreira de escritor. Os e-books podem ser distribuídos em diferentes formatos, como PDF, epub ou doc, mas o que diferencia essas publicações de outros livros online é o fato de que elas são adaptáveis a diferentes dispositivos. Ou seja, é possível ler e-books no computador, celular, tablet ou em um e-reader, como o Kindle da Amazon.

Para produzir um e-book, não é necessário fazer altos investimentos financeiros ou ter habilidades em design. Existem várias ferramentas na Internet, gratuitas ou pagas, que oferecem recursos como layouts e templates prontos, referências gráficas para usar de inspiração, programas de edição e dicas sobre a organização do material.

Livros digitais podem se transforma em oportunidades de negócios — Foto: Pixabay

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

No entanto, antes de começar a criar um e-book, é recomendável fazer um planejamento prévio, ou seja, definir o tema que será abordado e possuir um roteiro básico para que o material tenha sentido, com começo, meio e fim. Além disso, é importante que o conteúdo esteja de acordo com as normas gramaticais e tenha clareza para que não deixar dúvidas ao leitor. Outra dica é planejar com cuidado quais serão as ilustrações do e-book. Vale lembrar que textos muito longos e sem imagens podem ser cansativos e desmotivar o público. Veja, a seguir, sete sites para criar e-books.

Veja também: Wattpad Web: veja como usar o site para ler livros grátis

Wattpad Web: veja como usar o site para ler livros grátis

Wattpad Web: veja como usar o site para ler livros grátis

1. Canva

O Canva é, atualmente, um dos softwares para edição de imagens e vídeos mais populares entre aqueles que precisam produzir conteúdos visuais para redes sociais. A ferramenta é bastante intuitiva e a versão gratuita ainda conta com um robusto banco de imagens para quem precisa dar um toque profissional ao seu livro. O acervo de capas para e-book é bem completo e fácil de usar, basta selecionar o modelo escolhido e editar as informações sob o template. O Canva também está disponível para celulares Android e iPhone (iOS), porém a versão web permite acesso a mais recursos.

O Canvas é um dos mais populares editores de design — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

2. Crello

O Crello é uma plataforma com recursos similares aos do Canvas. O plano gratuito oferece aceso a um banco com mais de 30 mil modelos de designs e 140 milhões de imagens. Uma das vantagens da versão paga é a possibilidade de usar vídeos e animações. É possível experimentar o pacote premium por 14 dias gratuitamente. Após esse prazo, o serviço tem valor mensal de US$ 8 (cerca de R$ 43 reais, de acordo com a conversão atual).

O Crello possui ferramentas semelhantes ao Canvas — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

3. Hotmart

A Hotmart é uma plataforma gratuita voltada para educação a distância (EAD) que permite hospedar e vender e-books online. O serviço conta com ferramentas que ajudam no processo de vendas e, para usá-lo, é necessário fazer um cadastro como produtor de conteúdo e inserir o material pronto. Entre os diferenciais da Hotmart para distribuição de e-books está o Programa de Afiliados, que reúne pessoas para ajudarem na venda dos produtos.

Usuários contam com suporte para vender e-books na Hotmart — Foto: Barbara Ablas/TechTudo

4. My E-book

O My Ebook (www.myebook.com) é uma plataforma que permite a criação de e-books e a edição de arquivos em PDF. Além disso, é possível adicionar recursos ao material, como áudios e vídeos. O serviço possui uma ferramenta de analytics para que o usuário possa monitorar a publicação e mensurar o alcance da obra. O serviço está disponível somente em inglês e o site não apresenta os valores para a divulgação do livro, sendo necessário consultar por e-mail.

My ebook é uma plataforma moderna que conta com ferramentas de analytics para mensurar resultados — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

5. Livros Digitais

O Livros Digitais (www.livrosdigitais.org.br) é uma iniciativa gratuita do Instituto Paramitas, criada inicialmente para atender professores e alunos da rede pública. De acordo com o site, a plataforma possui 65 mil usuários cadastrados, mais de 50 mil livros criados e 15 mil publicados. Para usar o serviço, basta fazer um cadastro. O arquivo fica disponível em um link para ser compartilhado, salvar em HTML ou no formato PDF para imprimir.

Criado para professores, plataforma atende atualmente autores em geral interessados em publicar online — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

6. Pressbooks

Já a Pressbooks (pressbooks.com) é uma plataforma amigável parecida com o Wordpress. O serviço conta com versões para que autores antônomos, professores e instituições de ensino publiquem suas teses e monografias, por exemplo, em formato de e-book. O plano gratuito permite até 5MB de armazenamento. No entanto, o material baixado vem com a marca d'água do programa e, para retirá-la, é necessário contratar o plano pago, com valor inicial de US$ 19,99 (cerca de R$ 107, em conversão direta). A plataforma está totalmente em inglês, mas oferece tutoriais para o uso dos recursos.

Plataforma conta com tutoriais apara apoiar os autores no uso das ferramentas — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

7. Amazon KDP

O Kindle Direct Publishing, também chamado de Amazon KDP (kdp.amazon.com), é a ferramenta gratuita de publicação de e-books e livros da Amazon do Brasil. Para usar o serviço, é só realizar um cadastro na plataforma. Entre as principais vantagens do serviço está a visibilidade de um produto exposto na Amazon, que tem milhões de visitantes em todo o mundo. Além disso, o site oferece ao autor até 70% de royalties sobre as vendas.

Serviço da Amazon gratuito é boa opção para dar mais visibilidade a e-books — Foto: Barbara Ablas/TechTudo

Mais do TechTudo