Streaming

Por Isabela Cabral, para o TechTudo


O Kinopop é um serviço de streaming brasileiro com centenas de filmes e séries nacionais e internacionais em seu catálogo. Lançado no fim de 2019, ele oferece acesso ilimitado ao conteúdo por R$ 15 mensais, mais barato que concorrentes como Netflix e Globoplay, mas ainda mais caro que a Amazon Prime Video. A plataforma oferece 30 dias gratuitos para teste.

É possível assistir às produções onde e quando o usuário quiser, utilizando um smartphone, televisão, computador ou tablet. A seguir, confira todos os detalhes sobre o Kinopop e descubra se vale a pena assinar o serviço.

Kinopop é um serviço de streaming brasileiro — Foto: Isabela Cabral/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Kinopop é confiável?

O Kinopop é administrado pela BKS (Bodhan Kostiw Studios), uma tradicional empresa de dublagens e legendagens, que atua desde a década de 1950 no país. Quem já viu um filme na TV aberta deve lembrar do anúncio “versão brasileira, BKS” no começo da exibição. Em parceria com companhias do varejo norte-americano, o estúdio resolveu entrar no mercado dos streamings a fim de ser uma opção mais acessível para os consumidores.

Veja também: Netflix: dicas que todo o assinante deveria saber

Netflix: dicas que todo o assinante deveria saber

Netflix: dicas que todo o assinante deveria saber

Catálogo

Filmes de sucesso como Menina de Ouro, Rush - No Limite da Emoção, Escola de Espiões, Os Mercenários e a versão francesa de A Bela e a Fera fazem parte do acervo do Kinopop. Há também produções nacionais como Os Trapalhões, Estamira e Tainá; programas policiais, séries de culinária, documentários e filmes religiosos. Já as crianças podem se divertir com Patati Patatá e várias edições de Galinha Pintadinha.

Kinopop tem mais de 400 filmes e 700 séries — Foto: Reprodução / Isabela Cabral

São mais de 400 filmes e 700 séries. Além disso, parcerias firmadas com a TV Cultura e a TV Caras devem levar em breve programas das emissoras ao streaming. O Kinopop promete continuar adicionando novidades a sua programação, porém, o catálogo atual deixa a desejar em variedade, se comparado às rivais. E, segundo nossos testes, as obras estrangeiras só podem ser vistas em versão dublada, o que pode ser um problema para quem prefere o áudio original.

Preço

Há um único plano de assinatura: por R$ 15 ao mês, o usuário tem direito a assistir todo o conteúdo quantas vezes quiser, em até quatro dispositivos diferentes ao mesmo tempo. Ou seja, a conta pode ser dividida com a família ou amigos sem grandes problemas. O assinante também pode baixar os títulos para assistir offline. O Kinopop disponibiliza 30 dias grátis para que novos clientes experimentem o serviço.

Apps e recursos

A nova plataforma de streaming pode ser acessada pela web ou por meio de aplicativos em diversos sistemas. Você pode instalar o Kinopop no iPhone (iOS), em celulares e tablets Android, na Apple TV, no Roku e em smart TVs com Android. Em breve, também nas televisões Samsung e LG. A interface é básica, mas funcional. O usuário pode navegar por categorias como “Filmes”, “Séries”, “Lançamentos” e “Animação”.

Usuário pode assistir aos conteúdos do Kinopop no Android ou iPhone — Foto: Reprodução / Isabela Cabral

Ao selecionar um filme ou série, é possível ver sua sinopse, pôster, duração, títulos relacionados e, em alguns casos, o trailer. O usuário poderá ainda fazer o download do longa ou dos episódios, adicionar aos favoritos e compartilhar o link nas redes sociais. Esses recursos variam um pouco de acordo com o dispositivo. No entanto, certas funções comuns na concorrência não estão presentes. Por exemplo, não se pode alterar áudio e legendas e não há como continuar a assistir um vídeo do mesmo ponto onde ele foi interrompido em ocasião anterior.

Qualidade de imagem

Segundo os termos e condições do Kinopop, os vídeos são disponibilizados em alta definição (HD, 720p), ultra-alta definição (Ultra HD, 1080p) e High Dynamic Range (HDR). Porém, nem todo o conteúdo possui as três variações. A transmissão, é claro, oscila dependendo do aparelho e da conexão de Internet. Durante nossos testes, feitos em uma conexão de 50Mbps, a imagem não atingiu uma resolução muito alta, se mantendo inferior à qualidade apresentada por concorrentes como Netflix, Prime Video e Globoplay. Além disso, em teste realizado em um celular com tela de 6.39" e proporção 19.5:9, a imagem foi distorcida ao se adaptar ao tamanho do display.

Qual é o melhor serviço de streaming? Deixe a sua opinião no Fórum do TechTudo

*Link patrocinado produzido por G.Lab para Disney+

Mais do TechTudo