Utilitários

Por Clara Fabro, para o TechTudo


As APIs são um conjunto de padrões que fazem parte de uma interface e que permitem a criação de plataformas de maneira mais simples e prática para desenvolvedores. A partir de APIs é possível criar softwares, aplicativos, programas e plataformas diversas. Por exemplo, apps desenvolvidos para celulares Android e iPhone (iOS) são criados a partir de padrões definidos e disponibilizados pelas APIs de cada sistema operacional.

Em abril, o Google a Apple anunciaram que trabalhariam juntos para desenvolver uma API que rastreasse o contágio da Covid-19 a partir dos celulares. Mas, afinal, o que é uma API? Confira, na lista abaixo, cinco perguntas e respostas sobre APIs e solucione dúvidas sobre a interface.

O que é API? Entenda para que serve e como funciona a interface — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. O que é API e como funciona?

A sigla API deriva da expressão inglesa Application Programming Interface que, traduzida para o português, pode ser compreendida como uma interface de programação de aplicação. Ou seja, API é um conjunto de normas que possibilita a comunicação entre plataformas através de uma série de padrões e protocolos.

Por meio de APIs, desenvolvedores podem criar novos softwares e aplicativos capazes de se comunicar com outras plataformas. Por exemplo: caso um desenvolvedor queira criar um aplicativo de fotos para Android, ele poderá ter acesso à câmera do celular através da API do sistema operacional, sem ter a necessidade de criar uma nova interface de câmera do zero. O mesmo acontece com aplicativos que utilizam os serviços de mapas por meio da API do Google Maps ou, ainda, nas integrações entre apps, como o Spotify e o Instagram, que possibilita compartilhar faixas nos Stories.

2. Qual a função de uma API?

Para que servem as APIs? A interface tem papel importante em questões de segurança, já que pode bloquear acesso a dados — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

A função de uma API é, basicamente, facilitar e simplificar o trabalho de desenvolvedores, além de oferecer um padrão para a criação de novas plataformas. Com o uso das APIs, não é necessário criar códigos personalizados para cada função que um programa for executar, o que simplifica a criação de novos aplicativos, softwares e plataformas em geral.

Além disso, as APIs também possuem papel fundamental quando o assunto é segurança, já que também são capazes de bloquear acesso e permissões a dados de software e hardware que algumas aplicações não podem usar.

3. Exemplos de API

A integração entre aplicativos pode ser realizada através de APIs — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

As APIs estão presentes na maioria dos aplicativos que utilizamos no nosso dia a dia. No WhatsApp, por exemplo, podemos perceber a integração da lista de contatos salva no dispositivo com os contatos do aplicativo. No Facebook, temos a integração com o Instagram, que permite que fotos postadas no aplicativo também sejam postadas automaticamente no Facebook.

Também podemos observar o uso das APIs quando realizamos compras online, já que a plataforma utilizada para pagamentos — em que colocamos as informações de cartões de crédito — deve ser integrada à operadora do cartão, que pode ou não autorizar a compra. Esses são alguns exemplos de APIs mais comuns, que podemos perceber no nosso cotidiano, e que facilitam a comunicação entre plataformas.

4. O que é API no mercado financeiro?

As APIs também podem ser utilizadas para a comunicação entre serviços e, no mercado financeiro, elas funcionam através do sistema de Open Banking. A solução de Open Banking é simples e promete mudar o sistema financeiro, já que as informações de consumidores estariam disponíveis em uma base de dados padronizada capaz de se comunicar com outras instituições, o que seria possível através de APIs. Com o Open Banking, seria mais fácil realizar a portabilidade de dados de um cliente que deseja migrar para outro banco, por exemplo.

5. Polêmicas da tecnologia

Polêmicas envolvendo APIs podem estar relacionadas a criptografia de informações — Foto: Pond5

A criptografia é necessária para manter os dados das APIs seguros. Por este motivo, alguns certificados precisam ser validados corretamente, sem que haja margem para criação de possíveis brechas no sistema.

Quando estes certificados não são validados corretamente, essas vulnerabilidades no sistema podem ser exploradas, permitindo que hackers sejam capazes de interceptar dados de usuários, o que é potencialmente perigoso quando tratamos de informações financeiras, como o sistema de Open Banking e de dados médicos.

Quatro coisas que você nunca deve postar nas redes sociais

Quatro coisas que você nunca deve postar nas redes sociais

Mais do TechTudo