Battle Royale

Por Bruna Telles, para o TechTudo


Call of Duty: Warzone é um Battle Royale disponível para download no PC (Battle.net), Playstation 4 (PS4) e Xbox One, com possibilidade de crossplay entre as plataformas. O jogo teve seu lançamento em março de 2020, e alcançou 50 milhões de players em apenas um mês. Por ser um game competitivo online, Warzone tem um conjunto de regras para manter o ambiente saudável e justo. Aqueles que descumprirem um dos itens na Política de Segurança podem ser suspensos, e em casos mais graves, até mesmo banidos. Veja, a seguir, seis coisas que nunca devem ser feitas em Warzone.

Utilizar um hack ou mod em Call of Duty: Warzone — Foto: Reprodução/Activision

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Hacks e mods

Um jogador estará sujeito a penalidade se utilizar programas de terceiros (hacks e mods) para obter vantagens indevidas e manipular estatísticas ou dados do jogo. Estes programas incluem aimbots, wallhacks, trainers, hacks de estatísticas, texturas e tabelas de líderes, ou qualquer software que modifique propositalmente os dados do jogo.

  • Punição: suspensão do jogo, reset de estatísticas, emblemas e customizações de armas. Bloqueio que impede de aparecer na tabela de líderes;
  • Nos consoles: o jogador ainda será reportado à fabricante do seu respectivo console;
  • No PC: o jogador será reportado ao time de segurança da Battle.net.

Comportamento tóxico

A regra em Warzone é clara: nunca se comportar de forma tóxica, sob nenhuma hipótese ou momento — Foto: Divulgação/Activision

Os players não devem utilizar nenhum tipo de linguagem ofensiva. Cyberbulling e outras formas de assédio são considerados casos extremos, que resultam em uma punição mais severa. Na primeira ofensa, o jogador é temporariamente suspenso. Em caso reincidente, o player é novamente suspenso, e seus privilégios dentro do jogo revogados. Em casos extremos ou repetidos, o jogador é banido, tem seus emblemas, estatísticas e customizações de armas resetados. Ele ainda é bloqueado para não aparecer na tabela de líderes.

Glitches e boosting

Os jogadores também não devem explorar glitches em Warzone — Foto: Divulgação/Activision

Abusar de glitches é proibido. Um exemplo seria utilizar uma parte do mapa para intencionalmente sair dos seus limites. É proibido também o "boosting", quando dois jogadores ou mais se unem para explorar o jogo com objetivo de obter XP, prestígio, pontuação, nível de arma ou desbloqueio de forma abusiva.

Nesses casos, o usuário é banido temporariamente e tem seus dados resetados. Se o seu nome alguma vez apareceu na tabela de líderes, ele será excluído. No caso da infração de glitches, o jogador será impedido de jogar com tela dividida. Já em casos extremos ou repetidos, o player será banido, terá os dados resetados e será bloqueado de aparecer na tabela de líderes.

Pirataria

Nada de pirataria em Warzone! Caso contrário, o jogador pode sofrer punições mais sérias — Foto: Divulgação/Activision

Está proibido ainda adquirir qualquer conteúdo de Warzone ilegalmente ou por meios externos, exceto presentes, redes sociais, serviço de atendimento e/ou eventos promocionais. Em caso de pirataria, o jogador será banido, terá os dados resetados e será bloqueado na tabela de líderes. Ele será ainda reportado a fabricante do console ou ao time do Battle.net. Para conteúdo obtido externamente ao jogo, haverá a suspensão temporária de uso do sistema de inventário e reset completo do inventário. Em casos extremos, a suspensão do inventário poderá ser definitiva.

Engenharia reversa ou descompilação

Fazer engenharia reversa nos arquivos de Warzone, é uma ofensa sujeita à punição — Foto: Divulgação/Activision

Descompilar ou fazer modificações em códigos do jogo também são consideradas formas de violação das regras. A infração inclui ainda derivar o código fonte, modificar, descompilar, desmontar ou criar trabalhos derivados do Battle Royale. Neste caso, o jogador será banido, terá as informações resetadas e será bloqueado de aparecer na tabela de líderes. O usuário será ainda reportado a fabricante do seu console, ou ao time do Battle.net (considerando a plataforma onde ocorreu a infração).

Griefing

Griefing em Warzone também é estritamente proibido — Foto: Divulgação/Activision

Qualquer jogador que impedir o outro de jogar normalmente utilizando trapaça, ou com comportamento antidesportivo repetido, como fogo amigo intencional, poderá ser punido. Aqui, o usuário poderá ser suspenso de jogar com outros companheiros e terá suas informações e aparições na tabela de líderes resetadas. Em casos repetidos ou extremos, o player será banido, terá as informações resetadas e será bloqueado na tabela de líderes.

Mais do TechTudo