Navegadores

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Os dados em cache são informações salvas em navegadores de Internet como Chrome, Firefox ou Safari. Eles podem tornar a navegação mais rápida e eficiente, já que recursos como fotos e documentos ficam salvos no computador do usuário. No entanto, por conta disso, podem ocupar um grande espaço na memória do PC ou smartphone. A seguir, entenda o que é cache no navegador, saiba como ele funciona e veja também a diferença entre cookies e histórico.

Procure pelo ícone de cadeado acompanhado da sigla “HTTPS” para se certificar de que o site é seguro — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O que é cache e para que serve?

Cache é o termo usado para classificar um conjunto determinado de informações salvas que refletem componentes estáticos do site, como imagens e documentos em geral que formam a página. A princípio, o ponto positivo disso é que, toda vez que você abre uma página, seu navegador não precisa requisitar todos os dados da Internet, carregando-os a partir do cache em um processo que economiza banda e torna a navegação mais rápida, já que é mais rápido ler arquivos no seu computador do que requisitá-los da Internet.

Veja também: Como atualizar o Google Chrome no celular

Como atualizar o Google Chrome no celular

Como atualizar o Google Chrome no celular

No entanto, uma questão em torno do cache é que ele pode ocupar um bom espaço. Alguns navegadores, como o Firefox, permitem que você gerencie os limites, mas por padrão, o app da Mozilla pode tomar 1 GB do espaço do seu disco rígido com dados que podem nem ser tão relevantes assim. É por conta desses fatores que o hábito de remover dados em cache de tempos em tempos é recomendável.

Onde fica o cache no computador

Dados de cache ficam nas pastas dos navegadores — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Os locais vão variar conforme o navegador, que pode usar uma estrutura diferente de diretórios. Usando como exemplo o Google Chrome, é possível encontrar os arquivos em cache do navegador abrindo o diretório: C:\Users\<seu-nome>\AppData\Local\Google\Chrome\User Data\Default\Cache.

Como não é prático navegar de forma manual para esses diretórios toda vez que o usuário preferir realizar uma limpeza, os navegadores costumam oferecer recursos para apagar cache.

Como limpar o cache do navegador

No nosso exemplo, Firefox acumula 1 GB de dados em cache — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Qualquer navegador atual terá ferramentas embutidas que permitem que os dados armazenados em cache sejam limpos facilmente. Usando o Firefox como exemplo, basta abrir as opções do navegador e, na aba de “Privacidade e Segurança”, encontrar o botão “Limpar dados” no campo “Cookies e dados de sites”. Uma caixa de diálogo será exibida e, então, basta marcar apenas o cache para a exclusão. Embora o processo possa variar um pouco de navegador a navegador, a dinâmica é parecida: basta procurar nas opções de privacidade e segurança as ferramentas de limpeza para eliminar o cache.

Diferença entre cookies, cache e histórico

Cookies são úteis, mas podem ser explorados de forma indevida — Foto: Reprodução/ Carolina Ribeiro

Cache são cópias locais que os navegadores usam para carregar sites de forma mais rápida, usando a lógica de que ler arquivos no computador é bem mais rápido do que ler esses dados do zero a partir da Internet. O histórico do navegador é apenas uma listagem dos endereços que você o usuário, geralmente organizada de forma cronológica. A ideia é que o histórico permita encontrar um site acessado anteriormente, mas não lembra o endereço.

Já os cookies são outro tipo de dado armazenado no seu computador. A ideia é que eles registrem os dados de acesso e preferências de uso de determinado site de forma que, quando acessar o endereço, todas as preferências são carregadas automaticamente, inclusive com login automático. Os cookies são o que permitem o acesso direto à página inicial do Facebook, não sendo necessário o login, por exemplo.

Desde que aplicados de forma correta, os cookies são seguros e úteis. O problema é que esses arquivos, que funcionam como identificadores digitais, podem ser usados para rastrear os dados na Internet e gerar perfis sobre o comportamento do usuário na rede.

Qual é o melhor navegador de Internet? Deixe a sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo