Jogos de ação

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


Call of Duty: Warzone é um Battle Royale grátis da Infinity Ward e Activision para PlayStation 4 (PS4), Xbox One e PC (Battle.Net) que rapidamente se tornou um dos maiores games do gênero. Seus principais concorrentes são PlayerUnknown's Battlegrounds, Fortnite e Apex Legends. O jogo reúne 150 competidores que são lançados em um grande mapa sem equipamento e precisam encontrar armas e dinheiro para sobreviver os iminentes confrontos. Apesar de todo o sucesso, há muitos pontos em que Call of Duty: Warzone poderia melhorar a experiência para jogadores. O TechTudo separou alguns dos principais na lista a seguir.

Call of Duty: Warzone é um sucesso entre jogadores de Battle Royale, mas ainda poderia melhorar em alguns pontos — Foto: Reprodução/Activision

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Lançado em março de 2020 de surpresa, Call of Duty: Warzone se tornou rapidamente um dos Battle Royale mais populares com 15 milhões de jogadores já nos primeiros três dias. Em apenas dois meses, o game atingiu a marca de 60 milhões de competidores entre todas as plataformas e se colocou em rota para superar o concorrente Apex Legends, da Electronic Arts, que teve 70 milhões de usuários em oito meses.

Combate a trapaceiros

De longe o maior problema que Call of Duty Warzone enfrenta atualmente são trapaceiros, em sua maioria usuários da versão PC do jogo. O título incentiva crossplay entre diferentes plataformas, porém como é mais fácil instalar softwares mal-intencionados no computador, jogadores de consoles muitas vezes se veem vítimas de hacks. Existem desde modificações sutis, como permitir tirar o coice de armas, até miras automáticas que permitem acertar vários tiros na cabeça em sequência, às vezes com adversários ainda nos céus.

Em abril a Infinity Ward postou em sua conta de Twitter que já havia banido mais de 70 mil trapaceiros em Call of Duty: Warzone — Foto: Reprodução/Infinity Ward

Melhores servidores

Os servidores de Call of Duty: Warzone têm recebido muitas críticas por atrapalharem a qualidade das disputas. É muito comum entrar em partidas com conexão lenta, o que causa atraso nas respostas no game. Em casos mais extremos, jogadores caem no meio da partida ou mesmo antes de ela começar, o que afeta as chances do time e todo o conceito Battle Royale de ter uma grande quantidade de jogadores.

Todo jogador de Call of Duty: Warzone já se viu travado na tela de carregamento antes de perceber que sua conexão com o servidor caiu — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Download menor

Uma das maiores barreiras de entrada de Call of Duty: Warzone é seu grande tamanho para download. O game ocupa mais de 100 GB de espaço no armazenamento de seu console, um tamanho que pode não parecer tão restritivo no PC, mas que toma o lugar de vários games em um PlayStation 4 ou Xbox One. Para piorar, os downloads de atualizações podem chegar a dezenas de GB e exigir que o usuário apague jogos para baixá-las. O game utiliza muitos dos gráficos de Call of Duty: Black Ops 4 e talvez pudesse ser melhor otimizado para chegar mais perto de outros concorrentes do gênero Battle Royale.

O download de Call of Duty: Warzone e suas atualizações ocupa bastante espaço nos consoles — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Incentivo para ficar na partida

Um grande problema ao jogar uma partida com desconhecidos é que boa parte deles irá sair do jogo após morrer. Assim como em Apex Legends, Call of Duty: Warzone permite que os companheiros de time ressuscitem seus aliados derrubados durante a partida, mas boa parte dos jogadores não deseja esperar e se desconecta. Em modos como Quarteto e Trio, a equipe pode ficar desfalcada e com menos chances de chegar ao final. Alguma recompensa em pontos de experiência poderia ajudar a mudar esse hábito.

Muitos jogadores deixam a partida de Call of Duty: Warzone assim que perdem na Gulag e deixam seus times desfalcados ao tentarem ressuscitá-los — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Ajustar o alcance da RPG

Uma das armas mais propícias a quebrar o equilíbrio de Call of Duty: Warzone são as RPGs, lançadores de foguetes. Sempre que o dano por área causado pelas RPGs se torna muito alto, subitamente muitos jogadores começam a usá-las para eliminar adversários porque não é necessário mirar muito e nem se expor completamente. No entanto, como as RPGs não demandam muita habilidade, são frustrantes para jogadores que investem tempo em ficarem melhores no game.

A RPG é uma arma que consegue mudar facilmente a dinâmica de combates em Call of Duty: Warzone — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Saltos melhores

Todo jogador de Call of Duty: Warzone já se encontrou em um momento que tentou pular por uma janela, subir uma cerca ou escalar uma pedra apenas para o salto de seu soldado não funcionar. Alguns objetos não parecem ajustados para responder de acordo, enquanto no caso de pedras simplesmente não faz muito sentido o jogador não conseguir subir apenas em algumas delas. Em momentos de alta tensão, pode ser muito frustrante perder uma partida por tão pouco.

Ocasionalmente o maior inimigo em Call of Duty: Warzone é uma pedra ou um pequeno muro — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Saiba mais: confira tudo sobre o PS5, próximo console da Sony que promete gráficos de cinema

PS5: saiba tudo sobre o novo console

PS5: saiba tudo sobre o novo console

Acabar com sobreposição de armas

Normalmente este problema acontece com maior intensidade quando jogadores pedem uma caixa de armamentos (Loadout). Após pegarem seus equipamentos, o que resta é um amontoado de armas sobrepostas, entre as quais é quase impossível pegar a que se quer, especialmente durante combates. Esse problema também acontece em menor escala em outros momentos do jogo ao abrir baús ou matar outros jogadores e tentar pegar suas armas. Um efeito simples que fizesse as armas se afastarem ao entrar em contato com outras ou itens poderia ajudar muito.

Armas e itens em Call of Duty: Warzone podem se sobrepor e tornar difícil pegar o item certo, especialmente no calor do combate — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Maior variedade de playlists

Semanalmente os desenvolvedores do game adicionam novos modos na Playlist de Call of Duty: Warzone como Battle Royale Realista, Estrondo ou Espingardas e Snipers. Porém, jogadores têm pouca escolha sobre essas novidades. Algumas vezes modos favoritos ficam indisponíveis ou simplesmente somem por um período de tempo e não há nada a se fazer a não ser esperar. Atualmente, todas as variantes do Battle Royale: Quartetos, Trios, Duplas e Solo parecem garantidas, porém em ocasiões anteriores até mesmo esses modos básicos já ficaram indisponíveis.

Na terceira temporada de Call of Duty: Warzone nem mesmo os modos mais básicos Battle Royale estavam garantidos — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, aplicativos, informática, eletrônicos e jogos? Inscreva-se no nosso canal do YouTube e não perca nenhuma novidade:

Mais do TechTudo