Roteadores

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


Ter um bom roteador Wi-Fi é bastante importante para aproveitar a Internet na sua casa. Marcas como TP-Link, D-Link, Multilaser e Intelbras, entre outras, oferecem diferentes tipos de produtos, que podem ser ideais dependendo de como serão utilizados. Entre as opções de roteador no Brasil estão modelos de menor velocidade, mas suficientes para espaços menores, dispositivos com muitas antenas, interessantes em casas com muitas pessoas e até tops de linha com Wi-Fi 6 ou rede Mesh.

E, na hora de comprar, é importante considerar suas especificações e entender o que combina mais com a sua Internet. O TechTudo separou a seguir seis dicas para ajudar você a escolher o roteador ideal para sua casa.

Roteador Acher AX10, da TP-Link, é um dos top de linha à venda no Brasil, com Wi-Fi 6 e boa velocidade — Foto: Divulgação/TP-Link

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Defina o tipo de uso desejado

O primeiro passo é definir como o roteador será utilizado, seja para navegar na Internet, integrar impressoras sem fio, assistir a conteúdos via streaming, jogar online, conectar dispositivos IoT, entre outros exemplos. para cada uma das aplicações, um determinado modelo pode ser mais adequado.

Se você só precisa dar acesso a um número limitado de dispositivos, um roteador de entrada, com banda única de 2.4 GHz já pode ser o suficiente. Mas, para streaming de vídeos em 4K e jogos online ou via streaming, é interessante considerar modelos com velocidades mais altas, como os roteadores dual-band.

2. Considere o tamanho da sua casa

O ambiente no qual você vai instalar o roteador também precisa ser considerado antes de definir o modelo ideal. Se existem muitos obstáculos para o sinal, como paredes, prateleiras e afins, pode ser importante considerar roteadores de 2,4 GHz com antenas de ao menos 5 dBi, capazes de otimizar o alcance do sinal.

Em alguns cenários, o sinal pode ter tanta perda por conta dos obstáculos e interferências que passa a ser necessária a adoção de repetidores de sinal ou mesmo roteadores Mesh, que atuam em pares, trios ou mais, criando ramais que expandem o sinal do equipamento.

Paredes de gesso e concreto são fortes obstáculos para sinal Wi-Fi — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

3. Muitos ou poucos dispositivos conectados?

Outra observação muito importante é o número de dispositivos que serão conectado simultaneamente. As fabricantes costumam indicar nos manuais dos roteadores o número máximo de dispositivos que o acessório deve suportar ao mesmo tempo, que costuma ser adequado ao uso doméstico.

Mas, se sua rede atua com um grande número de usuários, considerar os roteadores Mesh pode fazer com que o desempenho da rede seja otimizado. Caso investir em um roteador Mesh não seja uma opção, já que são mais caros em relação a modelos comuns, utilizar mais de um roteador ou optar por modelos que dão acesso a redes de convidados também pode ajudar.

Asus Lyra Trio: novo roteador Wi-Fi Mesh promete Internet na casa toda — Foto: Divulgação/Asus

4. Escolha produtos com configuração fácil

Atualmente, muitos dos dispositivos para a redes já contam com uma interface mais amigável, fazendo com que a configuração dos dispositivos seja facilitada. Mas algumas fabricantes oferecem ainda soluções como aplicativos e softwares que ajudam o usuário a realizar as configurações ideias para utilizar os equipamentos.

Considerar modelos que contam com a função WPS também pode ajudar bastante os usuários mais inexperientes, já que, a função permite conectar novos dispositivos de forma simples: basta pressionar um botão.

Roteador mesh Eero promete configuração em 10 minutos — Foto: Divulgação/Amazon

5. Número de antenas importa?

Ao contrário do que possa parecer, um número maior de antenas não aumenta a velocidade de sua rede, mas sim o alcance e a estabilidade. Elas atuam aumentando a força do sinal, de modo que um número maior vai ampliar o alcance, e não acelerar a conexão.

Outra vantagem de roteadores com mais antenas, é que modelos modernos podem gerenciar o funcionamento das mesmas, de modo que, enquanto uma está enviando o sinal, as demais podem apenas receber os sinais dos dispositivos conectados, tornando a rede mais funcional. A tecnologia MIMO, que está presente em roteadores modernos, é capaz de realizar o gerenciamento da operação das antenas a fim de otimizar a qualidade do sinal.

Roteadores EXO Smart Mesh da D-Link traz seis antenas. — Foto: Divulgação/D-Link

6. Considere as tecnologias envolvidas

Adquirir roteadores com as tecnologias mais modernas também pode fazer com que você tenha uma rede mais eficaz. Roteadores certificados com Wi-Fi 6, por exemplo, trazem um ganho considerável em relação aos modelos de gerações anteriores.

Se você tem um plano de internet com velocidade superior a 100 MB, vai precisar considerar roteadores compatíveis com portas Gigabit, de preferência modelos com tecnologia dual-band, atuando em 2,4 e 5 GHz. Isso porque a faixa de 5 GHz oferece mais velocidade, atendendo assim a larguras de banda mais altas.

Novos roteadores TP-Link são compatíveis com padrão Wi-Fi 6 — Foto: Divulgação/TP-Link

Modelos no Brasil

Uma opção que pode atender o público de entrada, mas traz bons recursos, é o DIR-819, da D-Link. O roteador dual-band, conta com três antenas externas de 5dBi e possui quatro portas RJ-45. O dispositivo pode ser encontrado no mercado brasileiro por valores a partir dos R$ 150,11.

Já o Archer C60, da TP-Link, é mais discreto, mas oferece cinco antenas, sendo três para 2,4 GHz e duas para 5 GHz. As velocidades máximas de transmissão ficam em 450 Mb/s e 867 Mb/s, respectivamente. O preço do modelo da fabricante chinesa no mercado brasileiro começa em R$

Twibi Giga promete um grande alcance mesmo com tamanho reduzido; rede Mesh é vantagem — Foto: Divulgação/Intelbras

Por fim, o Twibi Giga, da Intelbras, é uma opção para quem precisa de um kit de roteadores Mesh. Segundo a fabricante, cada unidade do roteador pode cobrir uma área de até 180 m², permitindo a conexão simultânea de até 60 dispositivos. O equipamento, que atualmente tem preço na casa dos R$ 872,90, é mais uma opção dual-band, permitindo a conexão em 2,4 e 5 GHz.

Como bloquear pessoas conectadas na sua rede Wi-Fi

Como bloquear pessoas conectadas na sua rede Wi-Fi

Qual é o melhor roteador? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo