Internet
Publicidade

Por Barbara Ablas, para o TechTudo


É possível visitar museus online e conhecer obras de arte sem sair de casa. Diversas instituições do Brasil e de outros países estão com exposições virtuais abertas. O público pode fazer um tour por alguns dos espaços mais famosos do mundo, como o Louvre, na França, o MoMA (Museu de Arte Moderna de Nova York) e o Museu Nacional de História Natural de Washington, nos EUA. Alguns museus também oferecem uma imersão no acervo com Realidade Virtual (VR), que permite visualizar imagens das obras em 360º e 3D.

As visitas virtuais podem ser feitas nos sites das instituições ou por meio de vídeos no YouTube e aplicativos para celulares Android e iPhone (iOS). Alguns museus brasileiros também estão com iniciativas no Instagram e Facebook, para mostrarem seus acervos e ajudarem a valorizar o patrimônio histórico nacional. Confira, a seguir, oito sites visitar museus online e ver obras de arte sem sair de casa. A dica é útil especialmente durante o período de quarentena por conta da pandemia do coronavírus, já que muitas instituições estão fechadas.

É possível visitar museus e cidades históricas do Brasil pela internet — Foto: Barbara Ablas/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Museu do Louvre (França)

O Museu do Louvre (www.louvre.fr/en/visites-en-ligne) é um dos mais importantes do mundo. O visitante pode acessar virtualmente mais de 300 mil itens do acervo, que inclui obras da pré-história, passando pelo Egito antigo até o século II. Lá também estão obras de grandes pintores, como Claude Monet e Vincent van Gogh. Um dos destaques é a “Monalisa”, quadro de Leonardo da Vinci que pode ser visualizado no aplicativo “Mona Lisa: Beyond the Glass”, disponível para Android e iOS. O app oferece uma imersão com narrativas sobre as descobertas científicas sobre obra, além de permitir apreciar a pintura bem de perto.

No site do Museu do Louvre é possível conhecer obras famosas como a pintura de Monalisa — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

Museus do Vaticano (Roma)

No Museu do Vaticano (www.museivaticani.va/content/museivaticani/en/collezioni/musei.html), é possível ver em 360° obras famosas, como a “Capela Sistina”, afresco pitando por de Michelangelo. O espaço, que tem sete quilômetros de extensão, reúne um conjunto de sete museus que pertenceram aos palácios de antigos papas. No tour virtual, é possível conhecer todo o acervo, que conta com mais de 70 mil obras, e uma importante área arqueológica que guarda múmias, sarcófagos, estátuas e outras relíquias descobertas durante escavações feitas no Egito nos séculos XIX e XX.

Outro destaque é a Galeria dos Mapas, com 120 metros de comprimento, que é considerada o maior estudo geográfico pictórico do mundo. Para escolher o que ver primeiro, basta acessar o link e visualizar as galerias do museu no menu do site.

O museu do Vaticano tem visita online com imagens em 360º que oferecem ao visitante a sensação de estar em dentro do museu — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

Pinacoteca (São Paulo)

A Pinacoteca de São Paulo está com a programação #Pinade Casa (pinacoteca.org.br/pinadecasa), que oferece um tour virtual em 360º pelas obras do museu e uma exposição de vídeos. Além disso, a ação inclui posts no Instagram sobre obras e artistas comentados pelos curadores do museu e um conjunto de jogos educativos baseados no acervo museológico. Para fazer a visita online, basta acessar o site e escolher as opções. A Pinacoteca foi fundada em 1905 e reúne um importante acervo da pintura brasileira dos séculos XIX e XX. Entre seus destaques, estão quadros da pintora modernista, Tarsila do Amaral.

O museu mais antigo da cidade de São Paulo pode ser visitado sem sair de casa — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

Museu Nacional de História Natural (Washington)

Para quem gosta de dinossauros, o Museu Nacional de História Natural de Washington, nos Estados Unidos, (naturalhistory.si.edu/visit/virtual-tour) é o lugar ideal. É possível ver diversos animais da pré-história, como baleias e pássaros, no tour virtual. O museu, inaugurado em 1910, tem mais 100 milhões de espécies e objetos relacionados às ciências naturais de todo o mundo. O site possui ícones que permitem aproximar ou afastar objetos e painéis de exibição específicos, além de oferecer imagens em alta resolução. Há também um botão de realidade virtual em cada obra e vídeos com visitas narradas em inglês.

Um dos destaques do Museu Nacional de História Natural é a exposição sobre dinossauros — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

Art Institute of Chicago (EUA)

No Museu de Artes de Chicago (www.artic.edu/collection), segundo maior museu de arte dos Estados Unidos, é possível encontrar obras consagradas de Claude Monet, Renoir, Paul Cézanne, Salvador Dalí e Vincent van Gogh. O público pode acompanhar também exposições online por meio de vídeos e áudios tours. O site ainda conta com um blog, artigos, textos e materiais de referência para quem quer estudar mais sobre as obras expostas.

Os usuários também podem baixar o app "Art Institute of Chicago App" (disponível para Android e iOS) e fazer um tour guiado narrado por curadores e conservadores do museu.

No museu de Chicago o visitante pode escolher em um menu online as obras e coleções que deseja visitar — Foto: Reprodução: Barbara Ablas

Era Virtual

O projeto Era Virtual (www.eravirtual.org) permite visualizar dezenas de museus online do Brasil em 360º, acervos e lugares que foram declarados pela Unesco como patrimônios históricos brasileiros, incluindo cidades e parques nacionais. No site, é possível encontrar uma lista de museus para visitar online, como o Museu de Arte Sacra de São José Del Rei (Rio de Janeiro), Museu Nacional do Mar (Santa Catarina), Museu Casa Guimarães Rosa (Minas Gerais), entre outros.

Além disso, o visitante percorre virtualmente cidades históricas como Ouro Preto (Minas Gerais) e São José Arcanjo (Rio Grande do Sul). Há ainda acesso a exposições temporárias como “O Corpo na Arte Africana”, que está em cartaz na Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz (Rio de Janeiro).

O projeto Era Virtual oferece ao público imagens 3D e em 360º de museus e cidades histórias brasileiras — Foto: Reprodução: Barbara Ablas

Museu Britânico (Londres)

O Museu Britânico (www.britishmuseum.org) permite acompanhar virtualmente diversas exposições e acervos valiosos que contam a história da civilização. Fundado em 1753, a instituição conta com mais de oito milhões de artefatos criados pelo homem de várias partes do mundo como Américas, China e África. Além disso, é possível conhecer mais sobre a origem de povos da Grécia Antiga, do Egito e da civilização Maia, por exemplo.

O público pode fazer um áudio tour no Museu Britânico — Foto: Reprodução: Barbara Ablas

Google Arts & Culture

O Google Arts & Culture é uma plataforma que reúne mais de dois mil museus do Brasil e do mundo. O visitante pode escolher a sua área de interesse entre as categorias Museus, Obras de Artes, Lugares ou Jogos. O site funciona como um museu online 3D, onde é possível visitar famosas instituições como o MoMa (Museu de Arte Moderna de Nova Iorque), Museu do Van Gogh, o museu da pintora mexicana Frida Kahlo, Inhotim (Minas Gerais) e o Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Além disso, a plataforma possui várias ferramentas do Google, como o Google Maps, que permite ao usuário encontrar museus próximos e de Realidade Virtual. Outros destaques são as atividades interativas, como jogos e desenhos para colorir online. A ferramenta também está disponível em aplicativo para celulares com Android e iOS.

O projeto Google Arts & Culture oferece ao público a visualização de milhares de obras de arte do mundo inteiro e experiências interativas — Foto: Reprodução: Barbara Ablas

Redes Sociais

Museu do Ouro (Sabará, Minas Gerais)

O Museu do Ouro, que participou neste mês da semana especial TikTok de lives de museus, está com uma divertida série de vídeos chamada “Guardiões do Museu do Ouro” no TikTok e no Instagram e (www.instagram.com/museudoouro). A instituição, fundada na década de 40, conta a história da mineração no Brasil e reúne peças e equipamentos utilizados na garimpagem e na arte de ourivesaria.

Veja também: Como identificar fake news? Veja sites para checar se notícia é verdadeira

Como identificar fake news? Veja sites para checar se notícia é verdadeira

Como identificar fake news? Veja sites para checar se notícia é verdadeira

Museu do Diamante (Minas Gerais)

É possível acompanhar online algumas peças do Museu do Diamante, que fica na cidade de Diamantina. Entre os destaques do espaço estão objetos que contam a história da mineração do ouro e diamante do norte de Minas (www.instagram.com/museudodiamante e www.facebook.com/MuseuDoDiamante).

Museu de Arqueologia e Etnologia da USP (MAE) - SP

O Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, de São Paulo, está com a programação #MAEUSPemCasa. O público pode conferir fotos com descrição do acervo do museu no Instagram (www.instagram.com/maeusp) e Facebook (www.facebook.com/maeusp). O MAE é uma instituição museológica universitária que reúne importantes objetos arqueológicos e etnográficos de diferentes continentes e artefatos dos povos indígenas do Brasil.

Museu Catavento (SP)

O Museu Catavento está entre os museus infantis brasileiros que oferecem diversão e formação. O espaço reúne experimentos de física, química, biologia e astronomia para aproximar o público infanto-juvenil do mundo científico e está compartilhando nas redes sociais conteúdos educativos, curiosidades e experimentos. Para conferir o Catavento online, basta acessar o Facebook (www.facebook.com/cataventocultural) e Instagram (www.instagram.com/museucatavento).

Museu Nacional da República (DF)

No Distrito Federal, o Museu Nacional da República está com a série #MUSEUemcasa. No Instagram (www.instagram.com/museunacionaldarepublica), é possível ver as obras do acervo e detalhes arquitetônicos do museu, construído por Oscar Niemeyer.

Qual é o melhor navegador de Internet? Descubra no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo