Video game

Por Soraia Barbosa, para o Techtudo


Os controles de videogame foram elaborados para serem a principal forma de interação entre os usuários e os jogos dos consoles. Entretanto, graças ao seu design, usabilidade e valor reduzido, algumas vezes eles também foram usados em projetos que não envolviam games. No fim de julho, o jornal americanoThe Washington Post publicou uma notícia sobre um tanque de guerra israelense que chamou bastante atenção na Internet por ser controlado por um joystick de Xbox.

Outro destaque é um software de segurança com um robô operado por um controle de PlayStation. Por isso, o TechTudo produziu uma lista com cinco usos mais inusitados de controles de videogame a seguir.

Controles de PlayStation e Xbox já foram adaptados para outros usos até por militares — Foto: Reprodução / Thomas Schulze

Quer comprar jogos, consoles e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Tanque de guerra operado por um controle de Xbox

O Carmel, à primeira vista, pode parecer um tanque de guerra convencional. Entretanto, no seu interior ele tem um item bastante incomum: um controle de Xbox que é responsável por operar várias das suas funções, inclusive a direção e o sistema de armas. O protótipo foi elaborado por engenheiros das Indústrias Aeroespaciais de Israel (IAI) junto com jogadores e tem como intuito oferecer uma melhor experiência de usuário para soldados novatos.

O interior do tanque conta com um display panorâmico, telas de controle individuais e controles de Xbox — Foto: Divulgação/Israel Defense

O controle do Xbox foi escolhido pela sua leveza e portabilidade. A IAI também utilizou princípios dos videogames na sua interface, usando ícones e um layout similar ao de um jogo para exibir as informações. Nas telas, os usuários podem visualizar o mapa, registros de armazenamento de munição e as armas disponíveis.

Essa não é a única ligação do Carmel com videogames. O seu sistema de Inteligência Artificial foi treinado usando como uma das suas principais fontes a IA do jogo de estratégia StarCraft 2, que foi integrada ao veículo com a engine Unity e a plataforma VBS.

2. BodyViz: Estudando a anatomia humana com um controle de Xbox 360

O controle de Xbox 360 é utilizado até nas versões mais recentes do software de estudo anatômico BodyViz — Foto: Divulgação/BodyViz

O BodyViz é um software de aprendizado de anatomia que transforma raios X, ressonâncias magnéticas e ultrassons em imagens 3D vívidas e interativas. Ele é muito usado por médicos na preparação para cirurgias invasivas. Anteriormente controlado por mouse e teclado, o BodyViz passou a permitir que médicos utilizassem um controle de Xbox 360 para navegar pelo corpo humano, visualizando as artérias, vasos sanguíneos e órgãos com muito mais facilidade. Graças ao design do controle, ficou muito mais fácil girar, dar zoom e visualizar a anatomia virtual do paciente.

3. Controle de PlayStation usado em software de segurança

Robô da iRobot podia ser operado remotamente usando um controle de PlayStation — Foto: Reprodução/BBC

A antiga divisão de Defesa e Segurança da fabricante de robôs iRobot também utilizou um joystick de videogame com fins militares. O robô Pack-bot, usado para eliminação de bombas, era controlado por um Console de Comando Portátil que pesava 20 kg.

A sua utilização se tornou muito mais simples quando o antigo console foi substituído por um laptop reforçado com um controle de PlayStation ligado a ele. A mudança, além de tornar a utilização do robô mais prática, também tornou o tempo de treinamento de operadores muito menor, já que muitos deles já tinham horas de experiência com o manuseio de controles de videogame.

Saiba mais: confira tudo sobre o PS5, próximo console da Sony que promete gráficos de cinema

PS5: saiba tudo sobre o novo console

PS5: saiba tudo sobre o novo console

4. O robô da NASA controlado por Kinect e realidade virtual

Usando o Kinect do Xbox One, tecnologia permite controlar um braço robótico a milhões de quilômetros de distância — Foto: Reprodução/Windows Central

Um projeto da NASA de 2013 apostou em tecnologias de videogame para ajudar na exploração espacial. O Laboratório de Propulsão a Jato pertencente à agência espacial norte-americana desenvolveu um sistema para controlar um robô à distância usando o headset de realidade virtual Oculus Rift e o controle Kinect. O Oculus Rift permitia que o operador visualizasse o braço do robô como se fosse o dele e o Kinect realizava a movimentação.

Os robôs já eram controlados por joysticks anteriormente, mas muitos usuários tinham dificuldade de controlar o braço do robô com um controle convencional, já que o mapeamento dos seus botões e eixos não eram muito intuitivos naquela situação. O projeto de robô foi usado como um protótipo para o desenvolvimento de novas tecnologias com dispositivos semelhantes.

5. Um periscópio da Marinha controlado por um joystick de Xbox

Os controles de Xbox foram usados inicialmente no USS Colorado — Foto: Divulgação/U.S. Navy

Em 2017, a Marinha dos EUA equipou os seus submarinos da classe Virginia com controles de Xbox 360. O primeiro modelo a usar o joystick foi o USS Colorado, que utilizou o joystick para controlar os seus sistemas de periscópicos. A ideia foi utilizar os controles da Microsoft para reduzir custos, já que um painel de controle tradicional estava custando US$ 38 mil (cerca de R$ 206 mil, conforme a atual cotação do dólar). Por fim, os controles também seriam de grande auxílio no treinamento de marinheiros mais jovens, já que a ferramenta era conhecida por eles.

Mais do TechTudo