Celulares

Por Milena Garcia, para o TechTudo

Reprodução/Apple

A Apple realizará um “evento especial” nesta terça-feira (15) para apresentar novos produtos. A expectativa é que sejam anunciados novos modelos de Apple Watch e iPad. Assim como aconteceu na chegada do iPhone SE (2020), a apresentação será transmitida ao vivo diretamente da sede da empresa nos Estados Unidos. Os mais otimistas chegam a dizer que o iPhone 12 pode ser lançado na conferência de amanhã, mas dirigentes da companhia presidida por Tim Cook já afirmaram que a apresentação do celular vai atrasar.

A transmissão começa às 14h pelo Horário de Brasília e deverá ser exibida no site oficial e canal do YouTube da Apple. O convite misterioso do evento deixa em aberto quais serão os anúncios da data, mas já circulam diversos rumores na internet sobre os próximos lançamentos e as supostas especificações. Confira a seguir o que esperar da apresentação.

Convite para evento de 15 de setembro inclui maçã estilizada — Foto: Reprodução/Apple

Apple Watch 6

Entre todas as especulações sobre o próximo dia 15, a mais provável é sobre o lançamento de um novo modelo de Apple Watch. Isso porque, em um convite enviado pela Apple a jornalistas, é possível ler a frase “o tempo voa”, fazendo referência ao funcionamento do relógio.

Uma possível novidade trazida pelo acessório é uma versão de plástico, que chegaria ao mercado juntamente aos modelos revestidos em metal e cerâmica já existentes. O novo material poderia representar um preço menor. Ainda assim, não é possível prever o valor de lançamento do produto.

Entre as funções oferecidas pelo suposto Apple Watch 6, é válido esperar a presença do oxímetro, sensor que mede o nível de oxigenação do sangue. É importante ressaltar que o recurso não apresenta utilidade para identificação de contágio por Covid-19, ao contrário do que havia sido anunciado no início da pandemia. O oxímetro estaria associado ao monitoramento de atividades físicas e de saúde.

Rumores indicam uma versão de custo reduzido do Apple Watch feita em plástico — Foto: Reprodução/Apple Insider

Além disso, podemos esperar a evolução do recurso de monitoramento de sono no relógio. Esta melhoria foi anunciada durante a WWDC 2020 e poderá marcar presença no próximo watchOS. O aprimoramento poderia exigir também uma melhora na qualidade da bateria, especificação que está entre as expectativas para o sucessor do Apple Watch 5.

iPad

Ainda não existe um consenso sobre a nomenclatura do próximo modelo de iPad que deve ser anunciado pela Apple. Enquanto alguns especialistas acreditam que o lançamento será de um iPad de oitava geração com tela de 10,8 polegadas, outros defendem a chegada de um iPad Air 4. Em ambas as formas, especula-se sobre a intenção da fabricante em alinhar o design do produto com o que já é visto na linha do iPad Pro.

A mudança em termos de aparência poderá incluir bordas quadradas e planas, assim como tela de alta qualidade semelhante à utilizada nos modelos Pro. Outra forte tendência diz respeito à remoção do botão Home. É possível que a biometria seja feita pelo Face ID ou então que o Touch ID seja embutido no botão liga/desliga.

Os próximos modelos de iPad poderão ter design inspirado na linha Pro — Foto: Reprodução/9to5 Mac

Alguns rumores sugerem a mudança na porta de entrada do carregador, que poderá ser substituída pela conexão USB-C. Também é suposto o lançamento de uma nova geração de Apple Pencil.

Apesar de todas as possíveis evoluções trazidas pelo lançamento, o analista Ming-Chi Kuo, conhecido por ser especialista da cadeia produtiva da Apple, propõe que o novo iPad chegará ao mercado em preços razoáveis como parte de uma estratégia de baixo custo. Por outro lado, os demais palpites apontam para um valor de US$ 649, cerca de R$ 3.435, em conversão direta.

iPhone 12

Ainda que o lançamento do iPhone no mês de setembro seja uma tradição, os próprios dirigentes da empresa afirmaram que a apresentação do iPhone 12 irá atrasar devido a complicações da cadeia de suprimentos por conta da pandemia do novo coronavírus. Caso a suspeita se confirme, o produto chegaria apenas na segunda semana de outubro.

Independentemennte do anúncio oficial, as expectativas para o sucessor do iPhone 11 são muitas. A primeira delas diz respeito à chegada de quatro diferentes versões do smartphone. De acordo com rumores, chegarão ao mercado os modelos iPhone 12, iPhone 12 Pro, iPhone 12 Max e iPhone 12 Pro Max. Também há relatos de que a Apple estaria trabalhando em novas cores.

iPhone 12 deverá ser lançado em quatro versões — Foto: Foto: Reprodução/Apple Insider

O design também promete sofrer alterações em relação ao antecessor, trazendo bordas de aço inoxidável achatadas, semelhante ao iPhone 5. O traseira do celular também poderá ser substituída pelo mesmo material nas versões Pro, enquanto as demais deverão ser feitas em alumínio.

Entre as grandes inovações especuladas para o iPhone 12 está a provável conectividade 5G, aproveitando o acordo feito entre a Apple e a Qualcomm. Ainda não se sabe se a conexão chegará a todos os modelos ou apenas aos mais sofisticados. Além disso, vale esperar a presença de chip A14 Bionic nos lançamentos, o que poderia garantir desempenho até 50% superior em gráficos e 40% em processamento bruto em relação ao iPhone 11.

Lembre o lançamento do iPhone 11

Outras especificações da ficha técnica do smartphone supostamente envolvem memória RAM de 4 GB e armazenamento de 128 GB ou 256 GB nos modelos de entrada. Já as versões Pro poderão contar com 6 GB RAM e 512 GB de armazenamento.

O iPhone 12 deve chegar ao mercado com câmera tripla na traseira, conforme apontam os rumores. Especula-se que o aparelho permita finalmente a gravação de vídeos em 4K e ofereça um sensor LiDAR, ideal para o rastreamento de profundidade em aplicativos de realidade aumentada. Um Modo Noturno Avançado e uma Redução Avançada de Ruído também podem dar as caras.

iPhone 12 pode trazer cabo com acabamento mais resistente — Foto: Reprodução/GSM Arena

Partindo para as especulações sobre o conteúdo da caixa do produto, estuda-se a ausência do plugue de tomada e dos fones de ouvido. Por outro lado, é possível que a Apple esteja preparando um novo cabo reforçado para o carregamento do smartphone, dessa vez com acabamento diferente e maior diâmetro.

A atual previsão de preço sugere que os novos celulares chegarão ao mercado entre US$ 649 (cerca de R$ 3.429 em conversão direta) e US$ 1.399 (R$ 7.393).

AirTags

Outra expectativa para os anúncios do evento da Apple é a chegada de acessórios de rastreamento de objetos. Batizados de AirTags, o produto poderá ser anexado às chaves ou carteira, por exemplo, para que o usuário possa encontrar o item facilmente.

Imagem conceito dos próximos AirTags — Foto: Reprodução/Apple Insider

Os boatos apontam que o dispositivo utilizará o aplicativo Find My para a localização dos objetos sem utilizar qualquer forma de GPS. Com isso, seria possível visualizar em realidade aumentada o local onde o item se encontra por meio de um iPhone ou iPad.

Vazamentos indicam que os AirTags serão apresentados em formato circular, mas ainda não há informações sobre o tamanho ou aparência do produto. Tendo em vista suas funções, é provável que se trate de um acessório pequeno.

Com informações de Apple Insider, GSM Arena e WCCF Tech

Quer saber tudo sobre celulares, aplicativos e jogos? Inscreva-se no nosso canal do YouTube e ative as notificações!

Mais do TechTudo