Campeonatos

Por Matheus Deccache, para o TechTudo


League of Legends (LoL) é um jogo desenvolvido pela Riot Games marcado por ser um grande sucesso nos esports. Os jogadores podem modificar a aparência dos personagens por meio de skins que mudam as cores e animações do campeão desejado. Algumas skins podem alterar a maneira como algumas habilidades são utilizadas, confundindo os jogadores. Dessa maneira, algumas são proibidas de serem usadas no cenário competitivo. Apesar de frequentes correções, o número de skins proibidas é alto. A seguir, confira alguma delas.

Rek'Sai Curtindo o Verão é uma das várias skins da linha — Foto: Reprodução/League of Legends

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Rek'Sai Curtindo o Verão

A skin passou a ser proibida nos campeonatos de LoL apenas este ano por conta dos Dragões Elementais. Durante a pré-temporada 2020, a Riot adicionou uma nova mecânica em Summoner’s Rift. Os dragões, antes padronizados, passaram a ser dragões elementais que modificam o cenário quando estão prestes a nascer. Um desses elementos – o do oceano – é responsável por deixar o mapa quase todo em tons de azul, a mesma cor das animações da Rek’Sai Curtindo o Verão. Por conta disso, ficou muito difícil para os jogadores enxergarem com clareza os movimentos da campeã, sendo banida do cenário competitivo.

AstroNautilus

A skin dá uma nova cara ao campeão — Foto: Reprodução/League of Legends

O campeão tanque, muito popular na rota inferior, tem a sua skin com temática espacial proibida em campeonatos oficiais. Em uma habilidade específica, Nautilus bate no chão e provoca uma animação com águas saindo do solo, causando dano e lentidão a inimigos próximos. Em AstroNautilus, com o objetivo de simular passos na Lua, essas águas são substituídas por ondas de ar, tornando a visibilidade muito difícil.

Corki Asas de Dragão

Corki Asas de Dragão traz muitos efeitos visuais — Foto: Reprodução/League of Legends

Uma das skins proibidas em competitivo mais famosas, Corki Asas de Dragão peca pelo excesso de cores e animações. Com o intuito de simular um dragão chinês, a skin do piloto utiliza uma série de efeitos de fogos artifícios em todas as suas habilidades, sendo muito difícil de diferenciá-las umas das outras. Com muitas explosões e efeitos coloridos, o jogador enfrenta problemas em perceber quando determinada habilidade foi usada.

Mech Aurelion Sol

Aurelion Sol possui apenas duas skins diferentes — Foto: Reprodução/League of Legends

Aurelion Sol é um campeão com temática espacial, tendo estrelas que o circundam ao longo de toda a partida, causando dano a campeões que entrarem em contato. Ao usar uma habilidade, essas estrelas se afastam, mas continuam circulando à sua volta. Na skin Mech, esses corpos são difíceis de serem vistos, principalmente no meio de tantos minions. Por conta disso, assim como várias outras da linha, Mech Aurelion Sol é proibido no cenário competitivo.

Ezreal Pulsefire

Ezreal Pulsefire é uma das skins mais caras do jogo — Foto: Reprodução/League of Legends

Essa é uma das skins mais populares de todo o League of Legends. Custando 3250 de Riot Points, o dinheiro do jogo, Ezreal Pulsefire é uma Skin Ultimate que adiciona animações e efeitos de habilidades totalmente novos, modelo com quatro estágios de evolução, efeitos personalizados ao abater inimigos, além de ícone de invocador e banner no perfil de invocador.

Para trazer todas essas mudanças ao personagem, a Riot modificou bastante todas as suas habilidades. Além do tamanho do ataque básico ser menor, as animações de todas as outras skills, inclusive sua Ultimate, são diferentes, sendo difícil de visualizar quando elas são utilizadas.

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Mais do TechTudo