Redes sociais

Por Barbara Ablas, para o TechTudo


As Diretrizes para a Comunidade do Instagram proíbem a publicação de alguns tipos de imagens na rede social. A violação dos termos de uso pode implicar no bloqueio da conta, banimento da plataforma ou na exclusão do conteúdo da página do usuário. Entre os principais motivos que levam o Instagram a interferir nas postagens estão fotos com nudez, spam, assédio e incitamento a atos de violência e terrorismo.

De acordo com o Instagram, os usuários concordam com os termos de uso no momento de criação da conta e, ao infringir qualquer diretriz, foram informados previamente sobre as penalidades durante o cadastro. A seguir, confira cinco tipos de fotos proibidas na rede social.

O Instagram possui um conjunto de regras definidas para publicação de imagens e vídeos — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Imagens que "glorifiquem" a cirurgia plástica

O Instagram monitora e restringe fotos que incentivam a venda e uso de produtos de emagrecimento ou de procedimentos estéticos sem recomendação médica. A plataforma baniu em 2019, por exemplo, conteúdos deste tipo como o uso de filtros dos Stories do Instagram que simulavam cirurgias plásticas.

No ano anterior, o Instagram já havia anunciado a restrição de posts patrocinados sobre cirurgias e “chás e dietas milagrosas”, alguns deles divulgados por celebridades e influencers. Segundo a plataforma, as medidas foram tomadas para proteger a saúde mental de seus usuários. Pesquisas indicam que o uso excessivo de filtros em fotos pode causar problemas psicológicos e incentivar a realização de cirurgia plástica.

A plataforma pode ocultar imagens que estimulem atos contra a integridade física e psicológica de usuários — Foto: Marvin Costa/TechTudo

2. Fotos com nudez

Em suas diretrizes, o Instagram informa que “há casos em que as pessoas talvez desejem publicar imagens de nudez de natureza artística ou criativa, mas, por vários motivos, não permitimos nudez”. Portanto, esses conteúdos também podem ser retirados do ar mesmo que não sejam fotos explícitas, com pornografia ou cenas de sexo. A regra fez com que a cantora Rihanna fosse banida do Instagram várias vezes por publicar fotos com blusas transparentes, até fazer as pazes com a rede social em 2014.

De acordo com o Instagram, também corre risco de serem banidas fotos de "genitais", "close-ups de nádegas totalmente expostas" e "algumas fotos de mamilos femininos". Foi o que aconteceu com a cantora canadense Grimes em janeiro ao anunciar sua gravidez: o Instagram baniu sua foto de topless com uma figura de um feto em sua barriga.

A cantora Grimes teve uma foto censurada em 2020 — Foto: Reprodução/Facebook

3. Imagens de locais que proíbem fotografia

O Instagram respeita as proibições de alguns locais que não permitem fotos, como as luzes noturnas da Torre Eiffel, o Grand Canyon ou o famoso palácio do Taj Mahal, que permite apenas fotos externas. Portanto, quando um usuário publica imagens que violam essas restrições ou direitos autorais de artistas, fotógrafos ou museus, o Instagram pode aplicar penalidades de acordo com seus termos de uso.

É proibido tirar fotos no deck de observação do Grand Canyon — Foto: Reprodução/Gabrielle Ferreira

4. Publicações de venda de vape e armas

Imagens que fazem apologia ao uso de armas ou posts sobre a comercialização do produto são proibidos no Instagram. Também não é permitido conteúdos sobre venda de tabaco e vapes (cigarros eletrônicos). Essa foi outra medida anunciada pela plataforma no ano passado, dirigida especialmente a influencers, visto que as empresas já eram proibidas de fazer esse tipo de anúncio no Instagram.

Algumas postagens tinham como chamariz modelos e celebridades, como Lily Allen. Ao todo, quatro empresas que comercializam vapes, como a British American Tobacco (BAT), tiveram anúncios banidos pela Advertising Standards Authority (ASA) por causa dessa medida.

Instagram proíbe publicações de venda de vape e armas — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

5. Fotos e desenhos de automutilação

Imagens e conteúdos relacionados a suicídio e automutilação são proibidos e podem ser ocultados no Instagram, incluindo desenhos, memes e filmes. Em fevereiro de 2019, o Instagram anunciou medidas para filtrar materiais sensíveis que mostram ferimento auto-infligidos e que podem ser “gatilhos” para algumas pessoas praticarem atos contra a sua integridade física.

A decisão foi tomada dois anos após a repercussão do suicídio da adolescente britânica Molly Russel, em 2017. De acordo com a família, o ato aconteceu após ela ser exposta a conteúdos sobre suicídio e depressão na rede social. O Instagram foi alvo de diversas críticas da imprensa e de especialistas em saúde mental pela demora em tomar providências sobre o tema.

Via Instagram, The Verge, Mashable, The Guardian (1 e 2), BBC e CNN

Não consigo marcar um amigo no Instagram: como resolver? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Como descurtir uma foto no Instagram

Como descurtir uma foto no Instagram

Mais do TechTudo