Por Marcelo Villela, para o TechTudo


Valorant é o FPS 5x5 tático da Riot Games com download grátis para PC. O jogo de tiro gira ao redor de duas equipes com cinco jogadores que devem executar tarefas para vencerem. A lógica básica por trás do game envolve dois grupos: o primeiro, que deve atacar, e o segundo, que precisa defender seu território. Além disso, o título conta com um elenco de 13 personagens, gameplay variada e mapas com easter eggs espalhados pelo cenário. Confira, nas próximas linhas, dez motivos para começar a jogar Valorant.

Acabou de baixar Valorant? Veja dicas que todo o iniciante deve saber

Acabou de baixar Valorant? Veja dicas que todo o iniciante deve saber

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Gratuito

Valorant é um FPS 5x5 tático gratuito disponível para PC — Foto: Divulgação/Riot Games

Há um ano, quando a Riot Games anunciou novos jogos para o seu catálogo, muito se especulou sobre o preço do game de tiro da desenvolvedora. Na época conhecido como "Project A", Valorant já chamava a atenção dos jogadores pela proposta futurística e pela capacidade de se tornar um fenômeno dos esportes eletrônicos. Felizmente, após o anúncio oficial, foi confirmado que o título ficaria disponível para download gratuito no PC.

2. Requisitos mínimos

Requisitos mínimos e recomendados para Valorant — Foto: Reprodução/Riot Games

Além de ser gratuito, outro ponto positivo do game são seus requisitos mínimos. Ao combinar a gratuidade com requisitos acessíveis, Valorant consegue alcançar um número maior de jogadores. A tabela da imagem acima, que mostra o mínimo e o recomendado para rodar o título no PC, indica que até as máquinas mais "fracas" devem rodar o jogo sem problemas.

3. Gameplay

Valorant está disponível no PC e é um FPS futurista — Foto: Divulgação/Riot Games

Com um elenco de personagens diversificado, o jogo apresenta vários tipos de habilidades. Alguns poderes são voltados para um estilo de jogo mais agressivo, enquanto outros focam no bem-estar da equipe. Dito isso, é de se esperar que a gameplay de Valorant figure entre os pontos altos do título. Com uma jogabilidade fluida e a possibilidade de criar inúmeros combos entre os agentes, você deve demorar um pouco para enjoar do game.

4. Personagens

Valorant é o FPS tático da Riot Games — Foto: Divulgação/Riot Games

Atualmente, Valorant conta com 13 personagens presentes em seu elenco. Cada agente possui características únicas, tanto no modo de falar quanto em suas vestimentas. Alguns são sombrios, como o Omen, um ser misterioso e fantasmagórico; enquanto outros, como a brasileira Raze, são mais animados e vibrantes. Ainda não há muitos detalhes sobre as histórias por trás dos personagens, mas a Riot Games já demonstrou interesse em se aprofundar, aos poucos, na trama do game.

5. Dublagem

Phoenix é um dos personagens mais estilosos de Valorant e tem habilidades de fogo — Foto: Divulgação/Riot Games

A equipe de dubladores de Valorant possui vozes conhecidas no elenco, como a de Wellington Lima, dublador da Kurama no anime japonês Naruto e do lobo dos Kindred, em League of Legends (LoL). Nomes como Renan Freitas, Jussara Marques e Carol Valença também emprestaram suas vozes para o jogo. Além disso, a dublagem transmite um pouco mais sobre as personalidades dos agentes, como o jeito animado da Raze ou o estilo determinado da Jett.

6. Competitivo

Série Ignição de Valorant — Foto: Divulgação/Riot Games

Por ser um jogo focado em estratégias em equipe, era de se esperar perguntas relacionadas ao cenário competitivo. Como já foi dito pela produtora executiva do título, a Riot Games possui planos para lançar o game no setor dos esportes eletrônicos. Ainda em 2020, a desenvolvedora deu os primeiros passos para a construção da base competitiva de Valorant, quando anunciou a Série Ignição em junho. Apesar de estar nas etapas iniciais, o FPS demonstra potencial na criação de campeonatos profissionais.

7. Originalidade

Ao misturar mecânicas já existentes, Valorant encontra sua originalidade — Foto: Divulgação/Riot Games

Algumas mecânicas de Valorant, como plantar "spike" (artefato) na base adversária, já faziam parte de jogos como Counter Strike: Global Offensive. Porém, com vários personagens e habilidades, o game encontrou sua originalidade ao misturar fórmulas existentes. Diferente de Overwatch, por exemplo, que conta com habilidades recarregáveis, o FPS tático da Riot Games utiliza os poderes disponíveis como uma espécie de recurso extra, visto que as habilidades não podem ser usadas de forma infinita.

8. História

Killjoy é a décima segunda personagem de Valorant — Foto: Divulgação/Riot Games

Assim como faz com seus outros jogos, como League of Legends, a Riot Games disponibiliza, virtualmente, uma sessão de perguntas e respostas relacionada ao Valorant. No "Pergunte ao VALORANT #4", a desenvolvedora expressou seu desejo de aprimorar os contos do FPS futuramente. Questionamentos sobre a origem de certos agentes, mapas e outros detalhes da mitologia do título devem ser respondidos por meio de dicas e informações disponíveis dentro do próprio game.

9. Identidade visual

As skins Glitchpop levarão a temática cyberpunk ao universo de Valorant — Foto: Reprodução/YouTube Valorant Brasil

Mapas com tons pastéis e diversos easter eggs, gráficos atraentes, skins coloridas e com animações distintas: esses são alguns fatores que compõem a aparência do game. O apelo visual já é notável nos pôsteres do título, que exibem agentes determinados a lutarem por seus ideais. Durante as partidas, fica evidente o esforço da desenvolvedora para dar vida ao jogo. Um exemplo disso são as armas da agente Raze: munidas de tinta, elas deixam um rastro colorido ao colidirem com os adversários.

10. Riot Games

Valorant conta com esforços contra trapaças desde seu lançamento — Foto: Divulgação/Riot Games

Apesar de ter lançado este ano seu primeiro jogo de tiro, a Riot Games está no mercado há anos. League of Legends, um dos títulos mais populares da atualidade, por exemplo, completou 10 anos em 2020. A desenvolvedora mantém até hoje a energia do LoL e, inclusive, lançou o game Legends of Runeterra, que conta a história do League no formato de um jogo de cartas. Com Valorant não é diferente: a qualidade é a mesma, mas o elenco é diferente.

*Esse conteúdo faz parte do projeto Guia Valorant, patrocinado pela Riot.

O que vocês estão achando de Valorant? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo