Navegadores

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Google Chrome Experiments são iniciativas de caráter interativo e até artístico, que oferecem formas curiosas e criativas de interagir com o Google Chrome. A variedade de recursos é grande, sendo possível encontrar jogos, arte digital e, ainda, experiências que ilustram o aprendizado de máquina das tecnologias de IA. Além disso, há ferramentas como editores de imagem que adivinham o que você quer desenhar e um teclado de piano que permite criar músicas próprias. Na lista a seguir, veja dez desses experimentos para você brincar ou se divertir no Chrome.

Chrome Experiments oferece uma série de recursos e experiências interativas para explorar e se divertir com o navegador — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Veja também: Brincadeiras do Google: veja 7 truques e jogos escondidos no buscador

Brincadeiras do Google: veja 7 truques e jogos escondidos no buscador

Brincadeiras do Google: veja 7 truques e jogos escondidos no buscador

1. Google Gravity

O Gravity (mrdoob.com/projects/chromeexperiments/google-gravity) é uma experiência interativa que simula a força da gravidade na tela do computador. O recurso faz com que os elementos na tela "ganhem peso". Assim, eles acabam sujeitos à ação da força e caem, experimentando também colisões. O usuário pode interagir com cada um desses elementos, jogando-os para cima e vendo as formas caírem novamente e se chocarem com outros objetos.

Gravidade aplica física a elementos na tela e mostra a ação da gravidade sobre eles — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

2. Chrome Music Lab

O Music Lab (musiclab.chromeexperiments.com) consiste em uma série de recursos interativos relacionados à música. Há um pidigital, uma aplicação para criar suas próprias músicas, e um espectrograma, além de recursos que permitem brincar com harmonias, arpeggios e mais.

Chrome Music Lab tem até piano digital para você tocar junto com um amigo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

O Shared Piano, por exemplo, permite que você compartilhe sua sessão com outros usuários para tocar música juntos, inclusive com seus amigos. Ao final de tudo, é possível salvar suas criações para ouvir depois. Além de piano, o recurso pode ser ajustado para bateria, cordas, marimba, sintetizador e mais.

3. Autodraw

Você tem dificuldade para desenhar? Agora imagine um tipo de "Paint" que adivinha suas intenções e completa seus desenhos? É mais ou menos isso que o Autodraw (www.autodraw.com) oferece. O experimento usa inteligência artificial para entender quais formas você está traçando na tela e oferece opções para completar seus desenhos. Além do traço à mão livre, a ferramenta conta com formas pré-definidas, suporte a cores, recursos de zoom e desfazer, adição de texto, e oferece a possibilidade de salvar e compartilhar seus desenhos.

Autodraw usa IA para adivinhar o que você quer desenhar e deixar seus desenhos bem caprichados — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

4. FlappyLearning

É comum ouvir falar em inteligência artificial e aprendizado de máquina em diversos produtos de tecnologia utilizados no dia-a-dia. Mas você sabe como, exatamente, essas tecnologias funcionam? O FlappyLearning (xviniette.github.io/FlappyLearning/) é um experimento que demonstra como máquinas aprendem a executar tarefas, ilustrando ao vivo o processo de um sistema aprendendo a jogar Flappy Bird.

Experimento mostra em tempo real como o aprendizado de máquina funciona — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Na simulação, a máquina aprende o caminho e a quantidade de pulos para superar cada obstáculo usando um volume grande de pássaros. Toda vez que aprende como vencer uma barreira, ela passa a superar aquele obstáculo com facilidade, ou pelo menos até o jogo mudar a posição do intervalo entre os canos.

5. A Way To Go

Com uma pegada mais artística, A Way To Go (a-way-to-go.com) é uma experiência interativa desenvolvida para humanos de "5 a 105 anos". O recurso permite manipular traços, movimento e som para criar uma obra de arte dentro daquilo que os desenvolvedores classificam como uma jornada, ou ainda "uma caminhada pela floresta". A experiência é, em grande parte, individual, e não há uma receita ou objetivo de como interagir com A Way To Go.

Way To Go é uma obra de arte interativa em que você constrói a experiência — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

6. Wiblr

Wiblr (lawriecape.co.uk/wiblr/) é uma ferramenta que permite utilizar uma imagem para animar, manipular e distorcê-la de maneiras imprevisíveis e divertidas. É possível usar uma foto própria ou brincar com uma imagem aleatória gerada pelo recurso. A forma mais interessante de interagir com a experiência é clicar na foto, aplicar movimento e aguardar até que a energia se dissipe, fazendo com que retorne lentamente ao estado natural.

Wiblr aplica física e movimento para distorcer imagens de formas inesperadas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

7. X-Type

X-Type (phoboslab.org/xtype/) é um jogo de navinha no estilo arcade de clássicos como Space Invaders. A jogabilidade é simples: o usuário movimenta a nave com o teclado e usa o mouse para disparar contra os inimigos, mas a brincadeira se torna mais desafiadora conforme o jogo avança. Há um placar de líderes para comparar pontuação com outros jogadores. Os gráficos também são caprichados dentro da proposta de simplicidade, e a trilha sonora é empolgante. Além da versão para o Chrome, o jogo pode ser encontrado para celulares Android ou iPhone (iOS).

X-Type é um jogo de navinha completo, com gráficos bonitos e boa trilha sonora — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

8. Twitter Matrix

O experimento (konard.github.io/twittermatrix/messages.html) consiste em um feed de todos os tuítes publicados no mundo – ao vivo – apresentados no estilo Matrix. Cada lista de caracteres caindo na tela consiste em um tuíte e se você clicar sobre ela será encaminhado à mensagem dentro da rede social.

Twitter Matrix acompanha em tempo real o volume de novos tuítes publicados em todo o planeta — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

O volume de postagens no Twitter é muito grande para conseguir distinguir tuítes individuais na chuva criada pela ferramenta, mas é possível reconhecer emojis no meio da torrente de caracteres. Além de servir como uma demonstração gráfica do impacto da rede social no cotidiano, o Twitter Matrix é um experimento de código aberto interessante para desenvolvedores e estudantes analisarem.

9. Mecabricks

Mecabricks (www.mecabricks.com) é um editor que permite construir o que quiser utilizando peças de Lego. O experimento conta com todo os tipos de blocos do jogo de montar, o que possibilita criar cenários e personagens apenas arrastando cada elemento até o ponto desejado. Há, ainda, a opção de renderizar suas criações para ter uma versão salva no seu computador. Além disso, é possível compartilhar seus modelos com outros usuários da brincadeira.

Mecabricks permite brincar de Lego no computador — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

10. Geoguessr

O experimento Geoguessr (www.geoguessr.com) é, na verdade, um jogo bastante desafiador. Por meio da tecnologia do Google Maps e do Street Viewoto, ele exibe recortes de lugares no planeta. A tarefa do usuário é adivinhar, apenas com uma imagem, o lugar de onde a determinada f foi tirada. Quanto mais perto do ponto correto o palpite estiver, mais pontos você ganha na brincadeira.

Geoguessr é um jogo que desafia o seu nível de conhecimento sobre lugares — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

As fotos podem ser fragmentos de locais escolhidos manualmente, como Brasil ou outro país, mas também é possível elevar o nível de desafio usando o planeta todo como base. No entanto, para desafiar amigos, é preciso assinar o Pro do Geoguessr. A versão paga ainda dá direito a criar ligas de competição e construir mapas próprios.

Mais do TechTudo