Privacidade

Por Luana Antunes, para o TechTudo


O iOS 14 trouxe diversas novidades para proteger a privacidade dos usuários de iPhone. Os novos ajustes de segurança da Apple buscam melhorar o desempenho dos smartphones com alertas de senhas comprometidas e/ou fracas, aviso de uso de apps do microfone e da câmera, e controle de acesso a fotos da galeria do celular. Na lista abaixo, confira os pontos principais de privacidade da nova edição do iOS, e saiba como ativar os ajustes de segurança. Vale lembrar que é preciso atualizar o sistema do iPhone para a versão mais recente para acessar as novas funções.

5 novidades do iOS 14, novo sistema da Apple

5 novidades do iOS 14, novo sistema da Apple

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Aviso de acesso a microfone e câmera

A exibição das bolinhas verde e laranja, ao lado do ícone da bateria, alertam sobre o acesso de aplicativos aos recursos do iPhone. A bolinha verde aparece quando o usuário abre um app que usa a câmera. Já a bolinha laranja surge, por exemplo, ao gravar um áudio no WhatsApp, porque é preciso acessar o microfone do celular.

A proposta da nova função é que o usuário fique de olho para detectar acessos indevidos à câmera e ao microfone do iPhone, já que é suspeito algum app pedir permissão a esses recursos sem razão. Caso identifique algum aplicativo invasivo, é possível reportar o ocorrido ao desenvolvedor, porque existe a possibilidade de ser um bug. Também é uma opção desativar o acesso do aplicativo à câmera e ao microfone para maior segurança.

As bolinhas laranja e verde colaboram com a identificação de apps espiões — Foto: Reprodução/Luana Antunes

2. Impedir rastreamento de apps

Alguns desenvolvedores de aplicativos podem rastrear a atividade de usuários nas plataformas para a criação de anúncios personalizados. Agora o iOS 14 permite que os apps peçam autorização para rastrear, e é decisão do usuário aceitar ou não o monitoramento. Para ativar a configuração no iPhone, vá até "Configurações" e toque em "Privacidade". Em seguida, procure por "Rastreamento" e escolha se quer ou não "Permitir solicitações".

Caso algum desenvolvedor não opte por pedir permissão, ele ainda pode rastrear seus dados conforme a política de privacidade do aplicativo. Para conferir mais informações sobre como cada app utiliza os dados dos usuários, é preciso visitar a página do programa na App Store.

O iOS 14 permite que o usuário consiga ter mais controle sobre o uso de dados pessoais — Foto: Reprodução/Luana Antunes

3. Alerta de senhas comprometidas

Agora o iPhone conta com o monitoramento das senhas cadastradas no celular. O sistema alerta caso alguma das senhas for detectada em um vazamento de dados, para que o usuário troque o código comprometido e não corra o risco de ter a conta hackeada. A Apple utiliza técnicas criptografadas para checar regularmente a presença das senhas em bancos de dados expostos na Internet.

O novo sistema de monitoramento de senhas também avisa se os códigos escolhidos são fortes ou vulneráveis para que sejam substituídos por uma nova senha mais segura. Para checar suas senhas e códigos, vá em "Ajustes" e procure por "Senhas". Verifique tudo sobre suas senhas e ative "Detectar Senhas Comprometidas" em "Recomendações de Segurança". O acesso ao monitoramento de senhas só pode ser acessado com o código de desbloqueio, Touch ID ou Face ID.

O monitoramento de senhas permite maior segurança e controle dos usuários — Foto: Reprodução/Luana Antunes

4. Informar localização aproximada

Aplicativos de entrega e de transporte costumam pedir acesso à localização do smartphone para funcionar. O novo iOS traz uma camada a mais de segurança para os usuários com a opção de compartilhar sua localização aproximada, ideal para quando precisar compartilhar onde está, mas mantendo as coordenadas de GPS ocultas.

O ajuste de privacidade pode ser ativado para aplicativos específicos. Para isso, vá até as "Configurações", procure por "Privacidade" e toque em "Serviços de localização". Na lista com todos os aplicativos que utilizam localização, escolha o app desejado e desligue a opção de "Localização Precisa".

Desligar a opção "Localização Precisa" mantém as coordenadas do GPS ocultas — Foto: Reprodução/Luana Antunes

5. Limitar acessar à galeria de fotos

Diversos aplicativos solicitam acesso à galeria de fotos, como apps de edição de foto e vídeo e redes sociais, como Facebook e Instagram. Na atualização do iOS 14, é possível escolher quais fotos esses aplicativos podem acessar, de forma que imagens confidenciais podem continuar privadas.

Ao receber a solicitação de algum aplicativo às fotos, escolha a opção "Selecionar Fotos" e defina as imagens que o app pode acessar. Também é possível limitar o acesso na seção "Ajustes", mudando a configuração de privacidade de um aplicativo específico na opção "Fotos Selecionadas".

Agora é possível selecionar as fotos que o aplicativo pode ter acesso — Foto: Reprodução/Luana Antunes

6. Monitoramento da área de transferência

O novo recurso de privacidade do iOS 14 avisa sempre que um aplicativo acessa a área de transferência do iPhone. A função causou barulho quando a atualização beta para desenvolvedores foi liberado meses atrás, já que foi possível detectar o comportamento invasivo de vários aplicativos. Além disso, o celular também alerta sempre de qual aplicativo você colou alguma informação; a notificação automática surge na parte superior da tela.

Com o recurso o usuário sempre saberá quando a área de transferência for usada — Foto: Reprodução/Luana Antunes

Restaurar iPhone libera memória? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo