Redes sociais

Por Clara Fabro, para o TechTudo


O WhatsApp liberou algumas funções interessantes no aplicativo para Android e iPhone (iOS) em 2020. Alguns recursos, como o que permite ativar as configurações de modo escuro, por exemplo, já eram aguardadas para o ano. Além disso, funções muito pedidas por usuários do mensageiro também foram anunciadas e, entre elas, estão a possibilidade de pesquisar figurinhas por meio de palavras-chave e enviar mensagens que se autodestroem.

Na lista abaixo, o TechTudo separou 11 funções anunciadas pelo WhatsApp que marcaram o ano de 2020 para o mensageiro. A seguir, você pode conferir uma retrospectiva dos lançamentos do app para o ano, quais são os recursos liberados e como eles podem auxiliar os usuários do app de mensagens mais popular do mundo.

Silenciar grupos para sempre e 'limpar' app: 4 novidades do WhatsApp

Silenciar grupos para sempre e 'limpar' app: 4 novidades do WhatsApp

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Modo escuro

Como ativar o modo escuro do WhatsApp no celular

Como ativar o modo escuro do WhatsApp no celular

O WhatsApp introduziu o tema escuro no aplicativo para Android e iPhone (iOS) este ano. O recurso já estava em fase de testes na versão experimental do aplicativo e foi liberada para todos os usuários da versão estável do mensageiro em março. O tema preto pode trazer alguns benefícios, incluindo a possibilidade de irritar menos os olhos em ambientes menos luminosos ou com pouca claridade, oferecendo maior conforto à vista principalmente à noite. Além disso, o recurso também pode ajudar a economizar bateria em celulares com tela OLED.

2. Adicionar a grupos usando QR Code

QR Code do WhatsApp permite adicionar contato sem precisar salvá-lo na lista do celular — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Em julho, o mensageiro anunciou os QR Codes na plataforma. O código, capaz de identificar usuários, permite adicionar contatos à lista do app sem a necessidade de ter que salvá-los manualmente na agenda do telefone. Os códigos pessoais são únicos e podem ser acessados a partir das configurações do app. Por lá, também é possível iniciar uma conversa utilizando o recurso. Para isso, você deve escanear o código do contato usando a câmera do celular. Também é possível convidar contatos para grupos por meio dos QR Codes.

3. WhatsApp Pay

WhatsApp Pay promete facilitar as transações de envio e recebimento de dinheiro pelo aplicativo, mas a função está suspensa — Foto: Divulgação/WhatsApp

O WhatsApp Pay foi anunciado em 2020 e chegou a passar por uma fase de testes na Índia até ser lançado oficialmente em junho. O recurso permitiria que usuários realizassem transferências de dinheiro pela plataforma, além de efetuar pagamentos para empresas e lojas no WhatsApp Business. No entanto, o Banco Central suspendeu o serviço em julho e, até o momento, não há previsão do retorno da funcionalidade e nem se ela será, de fato, liberada pelo órgão regulador.

4. Limitar encaminhamento de mensagens

WhatsApp limitou para um contato por vez o encaminhamento de mensagens compartilhadas muitas vezes — Foto: Paulo Alves/TechTudo

O WhatsApp tem anunciado uma série de recursos que visam frear a disseminação de notícias falsas na plataforma. Em abril, o mensageiro anunciou uma nova medida para limitar o encaminhamento de mensagens frequentemente compartilhadas. Desde então, as mensagens encaminhadas mais de cinco vezes — além de receberem um selo indicativo de seta dupla — estão limitadas para até um contato por vez.

5. Chamadas de vídeo com oito pessoas

Como fazer uma chamada de vídeo em grupo no WhatsApp

Como fazer uma chamada de vídeo em grupo no WhatsApp

O ano de 2020 foi marcado pelo aumento no número das chamadas de vídeo em todo o mundo. A partir das medidas de isolamento e distanciamento social, necessárias para frear o contágio da Covid-19, as videoconferências ficaram bastante populares tanto parar reunir amigos e familiares quanto para as reuniões no trabalho remoto. Nesse cenário, o WhatsApp aumentou o limite de participantes nas chamadas de vídeo, que agora podem ser realizadas com até oito contatos.

6. Pesquisa de mensagens no Google

Em mais um esforço para combater a disseminação de notícias falsas na plataforma, o WhatsApp começou a liberar em agosto uma função que permite pesquisar no Google o conteúdo de mensagens muito encaminhadas. O recurso atribui um ícone de lupa às mensagens com selo de seta dupla, que indicam que o conteúdo foi compartilhado muitas vezes. Assim, usuários podem pesquisar a veracidade das informações contidas na mensagem diretamente pelo Google, tocando sobre o ícone de lupa no WhatsApp.

7. Stickers animados

WhatsApp também liberou figurinhas animadas no app — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

O WhatsApp também introduziu as figurinhas animadas neste ano. O recurso foi liberado no início de julho para testadores da versão beta do aplicativo e, na semana seguinte, foi oficialmente lançado para a versão estável do mensageiro. Os adesivos já eram um recurso presente no aplicativo desde 2018, e em 2020 o WhatsApp aprimorou a funcionalidade atribuindo movimentos e animações aos desenhos.

8. Gerenciamento de armazenamento

Gerenciador de armazenamento do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Foi também em 2020 que o mensageiro anunciou uma função para liberar a memória do celular e gerenciar o armazenamento interno do dispositivo. O recurso estava em fase de testes desde o final de setembro, e foi liberado para a versão final do mensageiro no mês de novembro. Com a função, usuários podem verificar a quantidade de espaço livre no celular e quanto da memória está sendo ocupada com as mídias recebidas e enviadas no WhatsApp. O recurso também separa os arquivos em pastas e permite organizá-los dos mais pesados para os mais leves, o que facilita na hora de excluir mídias desnecessárias.

9. Busca de figurinhas e papéis de parede personalizados

Nova função permite mudar o papel de parede de uma conversa no WhatsApp — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Uma ferramenta aguardada por usuários do WhatsApp é a possibilidade de organizar o acervo de figurinhas do mensageiro. Em 2020, o WhatsApp deu alguns passos para que os pedidos dos usuários fossem realizados, e anunciou a pesquisa de adesivos no app. O recurso funciona de maneira similar à busca por emojis e GIFs, e é possível encontrar os stickers por meio de palavras-chave.

Além disso, o mensageiro também anunciou a possibilidade de customizar os chats do mensageiro com wallpapers. São 61 modelos de cenários disponibilizados pelo próprio app, que abrangem os temas claro e escuro. Também é possível adicionar um cenário a partir da galeria do dispositivo e, além disso, o mensageiro permite definir um papel de parede diferente para cada conversa, o que pode ser útil para identificar contatos.

10. Silenciar grupos para sempre

WhatsApp permite desativar notificações de grupos para sempre — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

O WhatsApp também anunciou a possibilidade de silenciar os grupos do mensageiro para sempre. Ao selecionar o chat coletivo e tocar sobre o ícone para silenciar o grupo, as opções agora são de manter as notificações da conversa desativadas por oito horas, uma semana ou para sempre. A nova opção substitui a alternativa de desativar o chat por um ano.

11. Mensagens temporárias

Função do WhatsApp destrói conversas íntimas em até 7 dias: saiba ativar

Função do WhatsApp destrói conversas íntimas em até 7 dias: saiba ativar

O WhatsApp também passou a oferecer a função de mensagens temporárias. É possível ativar o recurso diretamente no chat, capaz de apagar as mensagens enviadas e recebidas automaticamente após sete dias. A função é útil principalmente para quem tem pouco espaço de armazenamento disponível do celular, já que, com a função ativa, as conversas não ficam salvas na memória interna do dispositivo. O recurso também apaga arquivos de mídia como fotos, vídeos e áudios. No entanto, se o usuário fizer o download da imagem ou do vídeo no celular, o WhatsApp não é capaz de excluir a mídia da memória interna do dispositivo.

Mais do TechTudo