E-commerce

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Existem muitos smartphones com excelente tecnologia fotográfica no mercado brasileiro. Neste guia, o TechTudo apresenta os celulares com as melhores câmeras de lançamentos de 2020. A ideia é auxiliar no momento da compra. São modelos da Samsung, Apple, Xiaomi e Motorola que passaram pelo crivo da redação. Eles refletem a aposta alta de gigantes do setor em telefones com múltiplos sensores e preços de variados níveis: entre R$ 810 e R$ 9.990. Ou seja, são opções para todos os bolsos.

Nota de transparência: Shoptime e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação.

Lista reúne nove celulares com as melhores câmeras de 2020 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

BÁSICOS E MAIS BARATOS

Galaxy A11

O Galaxy A11 chegou em junho ao Brasil e trouxe um sistema de câmeras avançado. O conjunto é formado por três sensores, com a câmera principal entregando resolução máxima de 13 MP em uma lente de abertura focal em f/1.8, uma câmera ultra wide de 5 MP de f/2.2 e um sensor de profundidade de 2 MP de resolução máxima com f/2.4. Já a câmera frontal registra selfies de até 8 MP.

O conjunto deve ser suficiente para gerar imagens mais caprichadas em virtude do processamento realizado pelo celular. Além disso, ainda permite que o usuário tire proveito de recursos como o modo retrato, famoso recurso que desfoca o fundo da foto. Outra função interessante é que o próprio app de câmeras traz filtros.

Para completar a ficha técnica, o Galaxy A11 é um smartphone de entrada com Android 10. O processador é octa-core de até 1,8 GHz, são 3 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento que ainda permite expansão por microSD. A bateria é de 4.000 mAh e a tela tem 6,4 polegadas com resolução HD+ (1520 x 720 pixels). Lançado no Brasil por R$ 1.699, o A11 já pode ser encontrado com preços que partem de R$ 1.070 — desconto de R$ 630.

Galaxy A11 tem câmera tripla; sensor mais potente tira fotos de 13 MP — Foto: Divulgação/Samsung

Redmi 9C

O Redmi 9C foi lançado pela Xiaomi no Brasil em novembro. O celular oferece um sistema de câmera tripla que usa sensor de 13 MP (f/2.2) como câmera principal. Além de sensor de profundidade de 2 MP, usado para criar o desfoque de fundo no modo retrato, o conjunto do Redmi tem ainda o reforço de uma câmera macro de 2 MP de resolução, útil para fotografar objetos de perto. Para selfies, o celular usa uma câmera com 5 MP.

Em termos técnicos, o telefone conta com uma tela de 6,5 polegadas com resolução HD+ e tem bateria grande de 5.000 mAh. O Redmi 9C tem processador MediaTek Helio G35 (octa-core de até 2,3 GHz) e pode ser encontrado em versões com 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, ou com 4 GB e 64 GB de capacidade.

Redmi 9C teve lançamento discreto no Brasil — Foto: Divulgação/Xiaomi

Moto E6S

O Moto E6S é um celular de entrada que foi lançado em abril pela Motorola. O smartphone apresenta um sistema com duas câmeras. A principal delas tem 13 MP de resolução máxima e vem com uma lente de abertura em f/2.2. Já a secundária é responsável pela detecção de profundidade e tem 2 MP de resolução, característica que habilita o E6S a registrar fotos com modo retrato. Para selfies, o telefone utiliza uma câmera única de 5 MP.

O Moto E6S tem processador octa-core de 2 GHz de velocidade que trabalha em conjunto com 2 GB de memória RAM. As especificações ainda incluem tela HD+ (1560 x 720 pixels) de 6,1 polegadas, 32 GB de espaço para dados, além de bateria de 3.000 mAh.

O aparelho da Motorola foi apresentado no mercado brasileiro pelo preço sugerido de R$ 949. Hoje já é possível encontrá-lo por cerca de R$ 810 — queda de R$ 140.

Moto E6S possui câmera dupla de até 13 MP — Foto: Divulgação/Motororla

INTERMEDIÁRIOS QUE CUSTAM MAIS, MAS VALEM A PENA

Galaxy A71

O Galaxy A71 foi lançado pela Samsung no Brasil em fevereiro. O destaque do celular intermediário é o conjunto de câmera quadrupla, inclusive com direito a sensor de 64 MP com lente wide (f/1.8). Há ainda uma câmera de 12 MP com lente ultra wide (f/2.2), sensor de profundidade de 5 MP e uma câmera macro (f/2.4) também de 5 MP. Para selfies, o A71 vem com um sensor único de 32 MP.

A ficha técnica do aparelho vem com processador de oito núcleos de até 2,2 GHz, 6 GB de memória RAM e 128 GB de espaço interno para guardar dados. A tela Super AMOLED tem 6,7 polegadas e resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), enquanto que a bateria do A71 tem capacidade de 4.500 mAh. O aparelho sai de fábrica com Android 10.

O smartphone sul-coreano foi lançado no país por R$ 2.799, mas já é visto por R$ 1.900 no varejo online – diferença de R$ 900.

A71 é intermediário com quatro câmeras — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Moto G9 Plus

O Moto G9 Plus é um lançamento de setembro da Motorola que traz um sistema com quatro sensores. O principal deles tem 64 MP de resolução e lente wide de f/1.8, enquanto que a ultra wide de 8 MP conta com lente de abertura em f/2.2. Há ainda duas câmeras de 2 MP para macro e detecção de profundidade, complementando o quarteto e habilitando o celular para capturar fotos com modo retrato e até para usar recursos da realidade aumentada.

O telefone da Motorola vem com tela de 6,8 polegadas e resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels). Nas selfies, o aparelho conta com um sensor único de 16 MP e usa o processador Snapdragon 730G (octa-core de até 2,2 GHz) com direito a 4 GB de RAM e 128 GB de espaço para dados. A bateria é considerada grande e traz componente de 5.000 mAh de capacidade.

O Moto G9 Plus foi apresentado ao mercado brasileiro por R$ 2.499. No entanto, os consumidores interessados já podem comprá-lo por preços que partem de R$ 1.860, um desconto de R$ 640.

Moto G9 Plus tem conjunto com quatro câmeras — Foto: Divulgação/Motorola

Motorola One Fusion Plus

O Motorola One Fusion Plus chegou ao Brasil no meio do ano com destaque para a câmera quádrupla. O conjunto é parecido com o sistema de sensores do Moto G9 Plus. A câmera principal tem 64 MP e lente wide com abertura focal em f/1.8, há uma ultra wide de 8 MP (f/2.2), sensor macro de 5 MP (f/2.2) e câmera de profundidade de 2 MP (f/2.2). Para completar o arranjo, o smartphone ainda tem um sensor para selfies retrátil de 16 MP que sai de dentro do telefone apenas durante o uso e garante uma tela desobstruída, ou seja, sem notch ou furo para abrigar o sensor.

O One Fusion Plus roda com um processador Snapdragon 730 de oito núcleos e velocidades de até 2,2 GHz, tem 4 GB de memória RAM e 128 GB de espaço para dados. A tela tem 6,5 polegadas e resolução Full HD+ de 2340 x 1080 pixels e, assim como no G9 Plus, a bateria é de 5.000 mAh de capacidade bruta.

Nos preços, o One Fusion Plus já é visto por preços mais baixos do que os R$ 2.499 do lançamento. O aparelho já é visto por cifras que partem de R$ 1.760, ou seja, ficou R$ 740 mais barato.

Motorola One Fusion Plus tem câmera retrátil para selfies e quarteto de sensores na traseira — Foto: Divulgação/Motorola

PODEROSOS E BEM SALGADOS

Galaxy Note 20 Ultra

O Galaxy Note 20 Ultra é um celular Samsung que chegou em setembro e conta com sistema de câmera tripla. O principal destaque do trio de sensores fica por conta do sensor de 108 MP e lente wide (f/1.8), que é complementado ainda por câmera periscópica de 12 MP (f/3.0) para garantir zoom óptico de 5x e híbrido de 50x. Há ainda uma terceira câmera de 12 MP que, acoplada a uma lente ultra wide, garante capturas de campo mais amplo. Nas selfies, o Galaxy vem com câmera de 10 MP.

O telefone sul-coreano foi eleito o melhor celular top de linha de 2020 no Prêmio Melhores do Ano do TechTudo tanto no voto popular quanto no júri especializado. Ele vem com tela de 6,9 polegadas e resolução de 3088 x 1440 pixels, processador Exynos 990 de oito núcleos e até 2,73 GHz, memória RAM de 12 GB e 256 GB para dados. O celular ainda tem suporte às redes 5G e oferece uma bateria de 4.500 mAh, além de suporte à caneta eletrônica S Pen.

O Galaxy Note 20 Ultra chegou ao Brasil custando R$ 7.999, mas já é visto por R$ 6.000 — desconto de R$ 2.000.

Câmeras poderosas do Note 20 Ultra — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

iPhone 12 Pro Max

O iPhone 12 Pro Max é o mais recente da lista e apresenta câmera tripla. Embora não decepcione em qualidade de imagem, o site especializado DxOMark classificou as capacidades fotográficas do iPhone abaixo de rivais da Xiaomi e Huawei. O conjunto do iPhone é formado por três câmeras de 12 MP, divididas em wide (f/1.6), teleobjetiva (f/2.2) e ultra wide (f/2.4). Há ainda um quarto sensor LiDAR, capaz de detectar profundidade com maior precisão. Para selfies, a câmera é única e soma 12 MP.

O produto premium da Apple vem com tela de 6,7 polegadas e resolução de 2778 x 1284 pixels. Em termos técnicos, o celular conta com processador A14 Bionic criado pela própria Apple, oferece 6 GB de RAM e tem opções com 128, 256 ou 512 GB de armazenamento.

O iPhone 12 Pro Max chegou ao Brasil com preços começando em R$ 10.999 para a unidade de 128 GB, mas ele já pode ser encontrado por R$ 9.900, queda de R$ 1.100.

iPhone 12 Pro Max ficou atrás de modelos da Xiaomi e Huawei em ranking do DxOMark — Foto: Divulgação/Apple

Motorola Edge Plus

O Motorola Edge Plus é um celular premium da Motorola que desembarcou em julho. O smartphone com tela curva vem com quatro câmeras: a principal é wide (f/1.8) de 108 MP, há uma híbrida com teleobjetiva (f/2.4) de 8 MP e ultra wide (f/2.2) de 16 MP, além de um sensor ToF para detecção precisa de profundidade, útil para fotos em modo retrato e para realidade aumentada. Para selfies, o Motorola apresenta uma câmera de 25 MP.

O telefone ainda tem tela de 6,7 polegadas e resolução Full HD+ (2340 x 1080 pixels), além de processador Snapdragon 865, da Qualcomm (octa-core de até 2,84 GHz). A memória RAM é de 12 GB e o Motorola conta com 256 GB de espaço interno para dados. Além disso, o aparelho ainda tem uma bateria grande de 5.000 mAh.

O Motorola Edge Plus chegou ao mercado nacional pelo preço sugerido de R$ 7.999. No entanto, já é possível adquiri-lo por valores na faixa de R$ 4.250, diferença de R$ 3.750.

Motorola Edge Plus — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

iPhone 12: cinco coisas que você precisa saber sobre o lançamento

iPhone 12: cinco coisas que você precisa saber sobre o lançamento

Mais do TechTudo