Plataformas online

Por Carolina Zanatta, do Home Office


A nova eShop da Nintendo chega ao Brasil a partir das 21h desta segunda-feira (7). Com seu lançamento, jogadores do Nintendo Switch podem comprar jogos e expansões diretamente do console, além de receberem acesso a pré-vendas e outros conteúdos. Outra novidade é que, agora, a loja da plataforma está disponível no idioma PT-BR (português brasileiro).

O TechTudo participou de um evento de imprensa realizado pela Nintendo, na última quinta-feira (3), e reuniu alguns destaques sobre o serviço. Confira, nas linhas a seguir, cinco perguntas e respostas sobre a eShop do Nintendo Switch no Brasil.

Super Mario Galaxy é um dos games disponíveis na nova eShop do Nintendo Switch — Foto: Divulgação/Nintendo

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Vale dizer que esse modelo de eShop dentro do console já é utilizado pela Nintendo em outras regiões do mundo, como os Estados Unidos.

1. Quando é seu lançamento?

A eShop chega ao Brasil nesta segunda-feira, 7 de dezembro, às 21h (horário de Brasília). Antes do lançamento da novidade, jogadores do Nintendo Switch precisavam adquirir códigos de seus games na Loja Nintendo, por meio de boleto ou cartão de crédito, ou procurar pelos jogos físicos em lojas especializadas.

Hyrule Warriors: Age of Calamity é um novo capítulo de The Legend of Zelda e está disponível na eShop — Foto: Divulgação/Nintendo

2. Quais são as formas de pagamento?

Para comprar games, assinaturas e expansões na nova eShop do Nintendo Switch, você pode utilizar seu cartão internacional ou nacional. Uma novidade interessante da plataforma é que os valores dos conteúdos são exibidos em moeda local (ou seja, Real). Por enquanto, só será possível fazer compras com boleto na tradicional Loja Nintendo, pelo site na web.

Animal Crossing: New Horizons ganhará nova atualização de Natal, que pode ser baixada na nova eShop — Foto: Divulgação/Nintendo

3. Quais as vantagens da nova eShop?

Mais do que apenas possibilitar a aquisição de jogos diretamente do console, a nova eShop do Nintendo Switch concede Pontos de Ouro ao My Nintendo de jogadores que comprarem títulos elegíveis ao serviço. O My Nintendo é um programa de recompensas em que usuários devem completar pequenas missões para trocar por pontos, que podem ser substituídos por games ou descontos.

Na nova eShop do Nintendo Switch, você pode comprar games como Super Mario Sunshine — Foto: Divulgação/Nintendo

Além disso, para assinantes do Nintendo Switch Online, programa de assinatura do console, a nova eShop traz ofertas especiais, além de acesso exclusivo a alguns jogos e campeonatos virtuais.

4. Quais são os games disponíveis?

Inicialmente, a nova eShop do Nintendo Switch conta com um catálogo de cerca de 400 jogos, do universo de mais de 3 mil títulos disponíveis para a plataforma ao redor do mundo. No entanto, vale lembrar que produções próprias da Nintendo, como a franquia Super Mario, e games populares, como Overwatch e Just Dance, ficam à venda já no lançamento da plataforma.

Overwatch é um dos games third-party disponíveis na eShop do Nintendo Switch — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

O catálogo reduzido tem motivo: segundo a Nintendo, como boa parte dos games do console são produzidos por outras desenvolvedoras, é necessário rever contratos e questões burocráticas para liberar a comercialização de alguns títulos na nova eShop brasileira. Além disso, a empresa afirmou que fará adições constantes de novos games à loja do console. Os games terão, em sua maioria, uma média de preço de R$ 249 a R$ 299.

5. A Loja Nintendo continuará existindo?

Sim e não. A atual Loja Nintendo será mantida por um período, enquanto usuários se adaptam, e a própria Nintendo expande seus métodos de pagamento disponíveis. A grande razão da manutenção é para que, enquanto a nova eShop não tem disponível pagamento por boleto, usuários possam adquirir seus jogos com esse método por meio da Loja Nintendo.

Aproveite a nova eShop e dance com Just Dance 2021 no seu Nintendo Switch — Foto: Reprodução/Microsoft

Nintendo Switch: vale a pena comprar o console?

Nintendo Switch: vale a pena comprar o console?

Mais do TechTudo