Redes sociais

Por Guilherme Ramos, para o TechTudo


A lista de famosos cancelados em 2020 é extensa e reúne motivos, desde as celebridades que furaram a quarentena durante a pandemia até aquelas que tiveram problemas com suas equipes. Nas redes sociais, o cancelamento é uma espécie de boicote a atores, cantores, políticos e pessoas da mídia, dependendo de suas atitudes. Geralmente, alguém é cancelado por uma postura considerada preconceituosa ou ofensiva pelo público, especialmente os internautas. Quanto mais famosa, mais suscetível a pessoa está a esse julgamento. A seguir, relembre sete famosos que foram cancelados nas redes sociais em 2020.

Anitta foi uma das "canceladas" em 2020 — Foto: Reprodução/YouTube

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Gabriela Pugliesi

Em 2020, uma parcela considerável dos cancelamentos se deu por assuntos relacionados à Covid-19 e o desrespeito ao isolamento social. Uma das primeiras personalidades a sofrer um boicote por esse motivo no Brasil foi a influenciadora Gabriela Pugliesi. No dia 25 de abril, Pugliesi fez uma festa e recebeu convidados em sua casa, em um momento de restrições de aglomerações.

Pugliesi já havia se envolvido em um momento polêmico quando, após o casamento de sua irmã, alguns dos presentes testaram positivo para a Covid-19, como Preta Gil, Fernanda Paes Leme e ela mesma. Depois da festa em sua casa, a influenciadora gravou um vídeo para as redes sociais em que se desculpava pelo acontecido.

2. Arthur Aguiar

Em junho, o cantor Arthur Aguiar foi cancelado nas redes sociais depois de sua ex-mulher, Mayra Cardi, ter postado um vídeo comentando sobre o relacionamento entre os dois. Na gravação, ela falou sobre manipulação e traição por parte do cantor: “Eu vivi um relacionamento abusivo e manipulador onde era extremamente traída durante muitos anos”.

Além disso, Mayra comentou sobre como investiu seu dinheiro na carreira do ex-marido, que estava falindo quando a conheceu. A coach de emagrecimento ainda admitiu que tinha conhecimento sobre as traições. “Fui cega, e quando percebi, minha gravidez virou um inferno", completou.

Cantor Arthur Aguiar foi cancelado por trair a ex-esposa — Foto: Reprodução/Instagram

Outro motivo para o canelamento do ator foi quando Arthur postou uma foto com a filha Sofia em suas redes sociais para anunciar que estava se mudando para São Paulo para focar na música. A mudança rendeu ainda mais críticas, uma vez que o público entendeu que o cantor estava deixando a filha em segundo plano.

3. Thaila Ayala

A pandemia também rendeu um cancelamento para Thaila Ayala. Em junho, a atriz e modelo, lançou uma coleção de roupas “inspirada pela Covid-19”, com o nome de “VIR.US.2020”. Em suas redes sociais, ela comentou: “Em meio a esse caos nasceu @vir.us.2020 com o intuito de trazer conforto e um pouco de alegria pra vocês!”, na publicação do lançamento. A recepção do público, por outro lado, não foi positiva, já que a ação foi vista como um ato insensível.

Thaila Ayala se envolveu em polêmica por nome da sua coleção de roupas — Foto: Reprodução/Instagram

Para a justificativa, Thaila recorreu à gramática em relação ao “vírus” no nome da marca. “É um verbo transitivo direto, intransitivo e pronominal. ‘Tornar viral’, fazer com que algo seja compartilhado por um grande número de pessoas... esperamos que o amor e a empatia viralizem logo”, disse em resposta a alguns seguidores no Instagram. Em menos de 24 horas, e depois de duras críticas, a modelo renomeou a linha de roupas para “AMAR.CA.2020”.

4. Ellen DeGeneres

Em agosto, foi a vez da comediante e apresentadora americana Ellen DeGeneres ser cancelada nas redes sociais. Ellen foi criticada depois do surgimento de alegações de maus tratos à equipe do seu programa, “The Ellen DeGeneres Show”. As acusações começaram em maio, quando um dos seguranças afirmou que a apresentadora trata pessoas “fora do seu círculo” de maneira desrespeitosa e que “pessoalmente, ela não é a pessoa amável que todos acreditam ser”.

Ellen DeGeneres foi cancelada por maus tratos a seus funcionários — Foto: Reprodução/Instagram

O segurança em questão ainda disse que Ellen “não se importa com nada nem ninguém, contanto que ela tenha o que ela quer”. Em julho, o BuzzFeed News publicou uma série de artigos em que outros membros da equipe de Ellen se pronunciavam e confirmavam os boatos. Em um artigo, 36 ex-funcionários afirmaram que os diretores executivos do programa os assediavam sexualmente, e Ellen sabia. Depois de uma investigação interna da Warner Media, Ellen mandou um e-mail de desculpas aos seus funcionários.

Veja também: Como usar hashtag no instagram? 3 dicas para aproveitar o recurso

Como usar hashtag no instagram? 3 dicas para aproveitar o recurso

Como usar hashtag no instagram? 3 dicas para aproveitar o recurso

5. Vanessa Hudgens

Ainda no início do período de isolamento social, em março, a atriz americana Vanessa Hudgens já havia protagonizado uma polêmica sobre a pandemia. A estrela de High School Musical fez comentários que o público considerou insensíveis ao reclamar do cancelamento do Coachella, festival de música. Em um vídeo ao vivo no seu Instagram, Hudgens ironizou que a previsão de isolamento social até julho e disse que “sim, pessoas vão morrer”.

Vanessa Hudgens fez comentários polêmicos sobre a pandemia — Foto: Reprodução/Instagram

No vídeo, a atriz comentou: “É um vírus, eu entendo e respeito, mas ao mesmo tempo, mesmo se todos pegarem… Sim, pessoas vão morrer, o que é terrível, mas inevitável”. Um dia depois, Hudgens apareceu novamente ao vivo para responder às várias críticas sobre seus comentários, que, segundo ela, foram tirados do contexto. Mais do que outro vídeo, a atriz publicou um pedido de desculpas em seu Twitter, entendendo que suas palavras têm um peso significativo na formação de opinião de outras pessoas.

6. Lea Michele

A atriz americana Lea Michele foi outra personalidade cancelada em 2020. Na ocasião, a atriz da série Glee foi exposta pela ex-colega de trabalho, Samantha Ware, que afirmou ter a vida “transformada em um inferno” por Lea. Enquanto isso, outros atores que dividiram os palcos com a estrela de Glee confirmaram as acusações. A exposição de Ware aconteceu após Michele ter se pronunciado a favor do movimento “Black Lives Matter”.

Lea Michele desativou comentários após ser exposta por ex-colega de Glee — Foto: Reprodução/Instagram

Ware respondeu à publicação de Michele no Twitter dizendo: “Lembra quando você fez o meu primeiro trabalho na televisão parecer um inferno?!?! Porque eu nunca vou esquecer”. Ware ainda expôs os comentários que Michele fazia sobre sua peruca e outras atitudes maldosas que a fizeram questionar sua carreira em Hollywood. A onda de críticas ainda fez com que a atriz perdesse uma parceria comercial. Michele publicou um longo pronunciamento de desculpas, no qual disse que “não lembra de ter dito coisas desse tipo”.

7. Anitta

Uma das personalidades mais conhecidas da música brasileira na atualidade, Anitta também não escapou de ser cancelada na Internet neste ano. O descontentamento do público veio em peso depois que a cantora Ludmilla, que já trabalhou com Anitta, expôs áudios e mensagens trocados entre as duas. No Instagram, Ludmilla postou um vídeo de 11 minutos no qual contou momentos de atrito e polêmicas envolvendo Anitta.

Anitta se envolveu em polêmica com Ludmilla — Foto: Reprodução/Instagram

Antes disso, Ludmilla já havia chamado Anitta de mentirosa, depois de ter seu nome citado pela ex-colega. Um dos pivôs do desabafo foi quando Ludmilla comentou que estava feliz porque Ivete Sangalo havia cantado a música que colaborou com Anitta, “Onda diferente”, no Rock in Rio, mas foi criticada por não ter citado Anitta como uma das criadoras da faixa. Por outro lado, Ludmilla é a única compositora, como a própria Anitta já afirmou.

“Ela passou a vida me taxando de inferior a ela. Teve uma época, que ela me chamava de projetinho de Alcione, como se fosse uma ofensa”, afirmou Ludmilla no seu vídeo, e não poupou críticas: "Ela é uma pessoa muito ardilosa, manipuladora. É o tipo de pessoa que só quero distância e mais nada”.

Via Revista Quem (1 e 2), Extra, The Tab, Flare, Variety e G1

Qual a sua rede social favorita? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo