Jogos de RPG

Por Murilo Molina, para o TechTudo


Diablo 2: Resurrected é a nova versão remasterizada do clássico RPG da Blizzard. Seu lançamento está previsto para 2021 no PlayStation 4 (PS4), PlayStation 5 (PS5), Xbox One, Xbox Series X/S, Nintendo Switch e PC. O jogo promete gráficos remodelados em alta definição, além de gameplay adaptada para joysticks e possibilidade de seguir progresso em múltiplas plataformas. Veja, na lista a seguir, sete coisas que você precisa saber sobre o novo remaster da Blizzard. Confira detalhes como preço, versão alpha de testes, requisitos de download e mais.

Diablo 2: Resurrected terá gráficos renovados para consoles next-gen — Foto: Divulgação/Blizzard

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Durante a BlizzConline 2021 – versão online da BlizzCon –, a Blizzard mostrou mais detalhes do game, que ainda não tem data específica de chegada. Há informações, no entanto, que o jogo estreia em algum momento de 2021, antes do aguardado Diablo 4, que segue sem previsão para lançar.

Preço reduzido e versões

Diablo 2: Resurrected já tem seu preço da versão para PC confirmado no Brasil. O jogo padrão para PC custará R$ 179,90 e incluirá a expansão Lord of Destruction, lançada separadamente na época do game original. Uma outra opção para compra é o pacote Diablo Prime Evil Collection, que, além do remaster, também oferece uma cópia de Diablo 3: Eternal Collection, a versão mais completa do RPG.

No PC, o game já está disponível na pré-venda pela Battle.Net, plataforma digital da Blizzard. Nos consoles, os preços ainda não foram confirmados, mas, considerando o valor padrão de US$ 39,99 nos EUA (pouco menos de R$ 220, na cotação atual), é provável que o título chegue aqui com um preço inferior ao dos lançamentos atuais.

Gráficos e som remasterizados

O principal charme de Diablo 2: Resurrected são seus gráficos remasterizados para as novas gerações de consoles e PCs. Lançado originalmente em 2000, o game teve seu visual atualizado com ambientes e personagens tridimensionais, como os vistos em Diablo 3. Além disso, há suporte a resoluções que chegam em 4K para computadores e plataformas next-gen.

A Blizzard também promete tratamento especial ao áudio do jogo, com suporte a saída 7.1 e alta qualidade. Outra boa novidade é a compatibilidade com a tecnologia Dolby Surround, que torna a experiência muito mais imersiva.

Diablo 2: Resurrected conta com gráficos e áudio remasterizados — Foto: Divulgação/Blizzard

Progresso mantido entre plataformas e ausência do cross-play

O jogador pode manter os seus personagens, itens armazenados e progresso na campanha em todas as plataformas em que Diablo 2: Resurrected estiver disponível. A Blizzard não detalhou a função, mas é possível que os jogadores façam login usando uma conta Battle.Net para sincronizar todos os dados, independentemente da versão do jogo.

O cross-play, que permite aos usuários jogar com amigos de outras plataformas, não será uma opção disponível no lançamento de Diablo 2: Resurrected. De acordo com a Blizzard, no entanto, a função pode ser adicionada em uma futura atualização.

Diablo 2: Resurrected permite que jogadores mantenham seu progresso em diferentes plataformas — Foto: Divulgação/Blizzard

Jogabilidade clássica e ajustes nas mecânicas

O foco da Blizzard com Diablo 2: Resurrected é recriar com fidelidade a experiência de jogo do game original, mantendo detalhes de sua jogabilidade. Seus mapas ficarão intactos, e todas as mecânicas que fizeram de D2 um grande sucesso serão mantidas. Apesar disso, o game contará com algumas mudanças.

Inventários de itens, notórios por serem pequenos no título original, foram expandidos para permitir que os personagens carreguem mais armas, poções e outras peças úteis. A empresa também fez ajustes na interface do jogo para que ele seja mais amigável e intuitivo para novos jogadores.

Inventário ganhou mais espaço em Diablo 2: Resurrected — Foto: Divulgação/Blizzard

Antecipando Diablo 4

Diablo 2: Resurrected chega em um momento em que a Blizzard também libera novidades sobre Diablo 4, próximo grande game da franquia de RPG. Praticamente ao mesmo tempo em que anunciou seu novo remaster, a desenvolvedora liberou um trailer da Renegada para o quarto título da série, mostrando detalhes das habilidades e enredo do game. No vídeo, também foi possível ver um pouco dos gráficos e do jogo em ação.

Sem data de lançamento confirmada

Em uma estratégia relativamente incomum, a Blizzard revelou tudo sobre a versão remasterizada de Diablo 2, exceto sua data de lançamento. Para os fãs mais ansiosos, já é possível se inscrever para uma versão alpha de testes, exclusiva para jogadores de PC. Vale notar que, para se candidatar, não é preciso ter comprado o D2 Resurrected na pré-venda. Para participar, é necessário ir até o site oficial do game (https://diablo2.blizzard.com/en-us/#masthead).

Jogadores poderão participar de fase alpha de testes em Diablo 2: Resurrected — Foto: Divulgação/Blizzard

Requisitos para jogar

Mesmo com todas as suas melhorias na parte gráfica, Diablo 2 Resurrected promete ser um jogo relativamente leve, capaz em rodar em máquinas com hardware mais modesto e antigo. Confira, abaixo, todos os requisitos mínimos e recomendados para jogar.

Requisitos para jogar Diablo 2 Resurrected

Configurações Requisitos mínimos Requisitos recomendados
Sistema Windows 10 Windows 10
Processador Intel Core i3-3250, AMD FX-4350 ou superior Intel® Core i5-9600k, AMD Ryzen 5 2600 ou superior
Vídeo Nvidia GTX 660, AMD Radeon HD 7850 ou supeior Nvidia GTX 1060, AMD Radeon RX 5500 XT ou superior
Memória 8 GB de RAM 16 GB de RAM
Armazenamento 30 GB livres em disco 30 GB livres em disco

Com informações de Blizzard

Qual o melhor game da Blizzard? Comente no Fórum do TechTudo

Jogos grátis em Fevereiro; veja a lista

Jogos grátis em Fevereiro; veja a lista

Mais do TechTudo