Por Isabele Scavassa, para o TechTudo


O ar-condicionado com Wi-Fi é um aparelho inteligente que faz parte da lista de dispositivos para compor uma smart home. Dentre as facilidades do produto estão a possibilidade de acioná-lo por comando de voz, além do controle de onde estiver por aplicativos no celular. As principais fabricantes do mercado, como Samsung e LG, também ressaltam que o índice de economia de energia nestes modelos pode chegar a até 70%.

Por outro lado, alguns fatores como o valor do produto e as especificações para a instalação do sistema também devem ser considerados antes da compra. Pensando nisso, o TechTudo elaborou uma lista com prós e contras do ar-condicionado Wi-Fi nas linhas a seguir.

Nota de transparência: Shoptime e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Linha LG DUAL Inverter VOICE promete economia de até 70% no consumo de energia — Foto: Pedro Vital/TechTudo

PONTOS POSITIVOS

Escolha a temperatura de onde estiver

O ar-condicionado Wi-Fi permite, por meio de um aplicativo da fabricante, que assistentes virtuais do smartphone tenham acesso ao eletrodoméstico. Isso proporciona um contato direto com o produto de onde estiver, seja em outro cômodo ou até mesmo fora de casa. A função facilita na hora de garantir que o ambiente esteja climatizado antes mesmo de o usuário chegar e também permite desligar a refrigeração depois que já saiu.

Ar-condicionado inteligente permite controlar temperatura de onde estiver — Foto: Divulgação/Xiaomi

Comando de vários dispositivos conectados no mesmo lugar

A conexão entre ar-condicionado e celular possibilita ativar as funções pelas assistentes virtuais, como o Google Assistente, nos aparelhos Android, e a Siri, presente nos dispositivos iOS. Além disso, é possível reunir outros dispositivos inteligentes como geladeira, caixa de som e interruptores para controle direto no smartphone. A facilidade de interação tende a ser otimizada cada vez mais, como visto no Android 11, sistema que implementou uma área exclusiva para a casa conectada.

Modelos de ar-condicionado inteligente permitem conexão com outos dispositivos smart — Foto: Reprodução/Samsung

Auxílio na economia de energia

Uma das vantagens que destaca este tipo de ar-condicionado é a promessa de redução no consumo de energia. Marcas como a LG e a Philco afirmam que seus aparelhos com Wi-Fi alcançam a faixa dos 70% de economia em relação aos convencionais. Já a Midea promete ainda mais: 82% de economia em um modelo que refresca "sem vento".

Na prática, a LG explica a vantagem comparando o LG Dual Inverter, com capacidade de 12.000 BTU/h, com o modelo convencional. O teste realizado pela TUV Rheinland certificou que em oito horas o primeiro modelo gastou 1,565 kWh, enquanto o segundo usou 5,536 kWh. Ao final, é possível notar uma diferença de 3,971 kWh entre eles.

LG Dual Inverter Voice gera economia de até 70% na energia — Foto: Divulgação/LG

Aviso de manutenções

Além de centralizar as funções mais comuns, como a programação para ligar o ar-condicionado em determinado horário, os apps ainda indicam a necessidade de troca de refil, limpeza de filtros e outras manutenções necessárias. Os avisos prometem lembrar diversos cuidados, o que ajuda a prevenir defeitos mais graves e aumentar a vida útil do aparelho.

Ar-condicionado smart pode avisar sobre manutenções — Foto: Divulgação/Xiaomi

PONTOS NEGATIVOS

Preço superior aos modelos convencionais

O preço dos modelos com Wi-Fi é mais alto do que aqueles que não acompanham a tecnologia. O valor também sobe porque boa parte das opções integram a linha conhecida como Inverter, mais atual e avançada do que outros modelos Split tradicionais.

Em termos de comparação, vale trazer dois produtos da Samsung, o Split Digital Inverter Ultra, com capacidade de 18.000 BTUs e o Split WindFree Digital Inverter com a mesma potência. O primeiro modelo, mais simples, pode ser encontrado por R$ 4.099 no site da fabricante, enquanto o segundo, que traz conexão Wi-Fi, custa R$ 4.599 — uma diferença de R$ 500 entre eles.

Dificuldade de instalação

Para integrar o ar-condicionado ao sistema do celular é preciso baixar o aplicativo da fabricante, em seguida conectar ao assistente desejado. Porém, a instalação é detalhada e, em alguns casos, requer pré-requisitos no smartphone. A Samsung pede Android acima do 6 e iOS a partir da versão 10, além de memória RAM mínima de 2 GB no aparelho que vai conectar com o eletrodoméstico. Já a LG pede por um Wi-Fi de 2,4 GHz para que os aparelhos possam ser pareados e então exercer o controle pelo app.

Ar-condicionado smart requer conexão com aplicativos — Foto: Divulgação/Midea

Sem opção de centralização

Diferente de um ar-condicionado central, a maioria dos modelos com Internet lançados até hoje costumam climatizar somente um ambiente. Desta forma, os modelos Wi-Fi podem não ser a solução ideal para quem busca refrescar ou aquecer mais de um cômodo ao mesmo tempo. Vale dizer que em uma opção mais abrangente, a centralização do ar é feita por um único condensador, mas espalha a refrigeração por todo o espaço desejado.

Ar-condicionado inteligente costuma não ter opção de centralização — Foto: Divulgação/Xiaomi

Modelos disponíveis no Brasil

Existem alguns modelos disponíveis no mercado brasileiro e que contemplam várias capacidades de BTUs. As opções listadas a seguir contam em sua maioria com um funcionamento silencioso e economia de energia elétrica, bem como programação de temperatura para o período noturno.

1. Samsung WindFree

Samsung WindFree Inverter promete mais de 70% de economia — Foto: Divulgação/Samsung

O ar-condicionado WindFree Split, da Samsung, usa a tecnologia Inverter, capaz de entregar uma eficiência maior na velocidade do resfriamento, o que gera redução no consumo. A economia prometida é de 72% em comparação a um ar convencional. Além disso, a modalidade WindFree indica que o produto pode refrigerar um ambiente sem a necessidade do vento frio para isso.

A linha foi lançada em setembro do ano passado, com valores a partir de R$ 2.899. No momento, a única capacidade disponível no site oficial para o modelo é a de 18.000 BTUs e o valor praticado é de R$ 4.599.

2. Samsung WindFree Plus

Linha WindFree foi renovada com otimização do uso por Inteligência Artificial — Foto: Divulgação/Samsung

A versão Plus conta com inteligência artificial que desempenha funções como observar os padrões de uso e ajustar o funcionamento de acordo com os resultados obtidos. É possível deixar o ar-condicionado ligado durante oito horas com uma temperatura estável, função ideal para a noite, durante o período do sono.

Outro aspecto presente no produto são os microfuros para filtrar o ar e eliminar bactérias e vírus presentes no ambiente. As capacidades disponibilizadas no site são de 9.000, 12.000, 18.000 e 22.000 BTUs. Os valores variam entre R$ 2.799 e R$ 6.099.

3. LG Dual Inverter Voice

LG traz versão de até 24.000 BTUs — Foto: Divulgação/LG

Uma das modalidades do LG Inverter é o ar-condicionado Split com comando de voz, que também oferece economia de energia de aproximadamente 70%. O modelo disponibiliza um ionizador para eliminar as bactérias do ar em até uma hora.

Além do sistema de refrigeração 40% mais rápido, outro aspecto do eletrodoméstico é a tendência a ser mais silencioso. Assim como o modelo da Samsung, o aparelho da LG também oferece conforto térmico durante o sono. Com opções de 12.000, 18.000 e 24.000 BTUs, os valores começam em R$ 2.158 e chegam a R$ 6.291.

4. Midea Inverter + Kit WiFi

Midea conta com funcionamento silencioso o sistema de climatização programada para o período noturno — Foto: Divulgação/Midea

Esta é uma das opções que não traz Wi-Fi integrado, mas oferece um kit para que seja possível fazer a conexão com assistentes virtuais pela internet. Apesar da diferença, ele oferece especificações semelhantes, como a climatização sem o fluxo direto de ar gelado e a Função Noite para estabilizar a temperatura enquanto a pessoa estiver dormindo.

O modelo Midea também conta com a tecnologia Inverter, que deve economizar cerca de 82% de energia elétrica e ainda acrescenta a função 360º para distribuir o ar de maneira uniforme. A versão que contempla o Kit Wi-Fi tem capacidade de 12.000 BTUs e custa R$ 3.738.

5. Philco Inverter Vírus Protect

Philco com função Wi-Fi está disponível por R$ 1.999 — Foto: Divulgação/Philco

O modelo da Philco traz opções de esfriar, ventilar e desumidificar o ambiente, mas também pode operar automaticamente ao selecionar a melhor temperatura para o local. Assim como as outras opções, ele promete fazer a limpeza de bactérias, mofo e vírus do ar. É possível também programar o uso, selecionado um horário específico para climatizar o cômodo. Com capacidade de 12.000 BTUs, o aparelho da Philco está disponível por R$ 1.999.

Com informações da Philco, Samsung (1/2), LG e Midea

Ar-condicionado portátil vale a pena? Veja qual aparelho é melhor comprar

Ar-condicionado portátil vale a pena? Veja qual aparelho é melhor comprar

Mais do TechTudo