Por Clara Fabro, para o TechTudo


Os fogões smart são eletrodomésticos inteligentes que oferecem soluções práticas para o dia a dia em uma cozinha conectada. A tecnologia permite controlar vários recursos do fogão à distância, como definir que o forno pré-aqueça remotamente por meio de aplicativos para celular. O recurso também é útil para os mais esquecidos, já que envia notificações quando for a hora de remover os alimentos, por exemplo.

No entanto, as opções ainda não estão disponíveis no Brasil. Já no exterior, os preços partem de US$ 2 mil (R$ 11.200 em conversão direta) e podem chegar a mais de US$ 14 mil (R$ 79 mil no câmbio de hoje). Existem fornos que sugerem modos de cocção dos alimentos e permitem até cozinhar duas receitas ao mesmo tempo com temperaturas diferentes. Veja a seguir cinco curiosidades sobre os fogões inteligentes.

Nota de transparência: Shoptime e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Fogão smart é mais um item para compor a cozinha conectada — Foto: Reprodução

1. Controle por aplicativo

Os fornos e fogões smart permitem que o usuário controle os eletrodomésticos à distância por meio de aplicativos. Os equipamentos inteligentes prometem facilitar tarefas comuns do dia a dia, como monitorar o tempo de cozimento dos alimentos que estão no forno pela tela do celular. Alguns modelos de fogões inteligentes também são capazes de emitir alertas para o usuário apenas quando a presença na cozinha for necessária.

Além disso, esta tecnologia também pode ajudar os cozinheiros esquecidos, já que os alertas emitidos pelos dispositivos podem lembrar que o forno ficou ligado, por exemplo. Certos modelos ainda contam com um timer que desliga o fogão automaticamente após o término do ciclo de cozimento, o que pode evitar acidentes na cozinha.

Fogões inteligentes emitem alertas e até desligam sozinhos após o término do cozimento de alimentos — Foto: Reprodução/LG

2. Controle por voz

O fogão smart também permite que o usuário controle o eletrodoméstico por meio da voz com o uso de assistentes virtuais. O recurso é útil principalmente quando as mãos estão ocupadas na cozinha, além de facilitar ajustes simples por meio do Google Assistente, Siri ou Bixby, por exemplo. É possível enviar comandos como "pré-aqueça o forno a 180 graus" ou fazer perguntas como "quanto tempo falta para o forno terminar de cozinhar?".

3. Modelos sensíveis ao toque

Alguns modelos de fornos smart possuem tela sensível ao toque que permite acompanhar ou alterar as configurações de cozimento dos alimentos. Dispositivos da fabricante americana Hoover, por exemplo, ainda apresentam câmeras em seu interior, permitindo checar os pratos sem precisar abrir a porta. Já os modelos da GE são capazes de programar e salvar as configurações mais utilizadas no forno a partir do painel touch. Além disso, é possível salvar configurações favoritas na hora de cozinhar uma refeição específica, por exemplo.

Modelos da sul-coreana Samsung também contam com opções semelhantes, permitindo que o usuário selecione a temperatura, o tempo e o modo de cozimento dos pratos a partir do toque. Os fogões smart da Siemens também funcionam de maneira similar, permitindo definir padrões de cocção por meio do display do forno com base nas refeições e na forma de cozinhar do usuário.

Fogões inteligentes possuem display sensíveis ao toque — Foto: Divulgação/Siemens

4. Scanner de alimentos

Os modelos mais robustos de fornos smart são capazes de ajustar automaticamente a temperatura e o tempo previsto para o cozimento de determinados alimentos. Algumas versões são capazes até de calcular o peso dos produtos para sugerir o modo ideal de cocção. Além disso, existem modelos capazes de efetuar a leitura do código de barras das embalagens dos alimentos para programar o funcionamento do forno de forma automática.

Com o recurso, o fogão smart define a temperatura ideal do forno, ajusta o tempo necessário para pré-aquecer o interior e calcula os limites de tempo para cozinhar os alimentos. Sendo assim, o único trabalho do usuário é esperar que o eletrodoméstico envie uma notificação para o celular quando for a hora de servir o prato.

Fogões inteligentes sugerem modos específicos de cozimento para determinados alimentos — Foto: Divulgação/GE

5. Autolimpante

Alguns modelos de fogões smart contam com soluções autolimpantes capazes de dissolver a gordura da parte interna de seus fornos e de transformar resíduos orgânicos de comidas em cinzas. Esta tecnologia chamada de pirólise funciona por meio da ação de altas temperaturas e está presente em fogões das marcas Samsung, Siemens e GE. O recurso promete ajudar a deixar o equipamento limpo e preservar os componentes, já que não é necessário esfregá-lo com produtos específicos e que podem ser abrasivos.

Com informações de Pocket Lint, AJmadinson (1/2), GE, Whirlpool, Samsung e Siemens

Robô-coruja, cervejeira portátil e mais: veja invenções curiosas

Robô-coruja, cervejeira portátil e mais: veja invenções curiosas

Mais do TechTudo