Jogos de RPG

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


RPGs como Mass Effect 2, Skyrim, Final Fantasy IX, ou mesmo o recente Disco Elysium, figuram com notas altas e estão entre os 10 melhores RPGs de todos os tempos, segundo o Metacritic. Embora pertençam todos a um único gênero, os jogos variam muito em gameplay e temáticas, com misturas de aventuras no futuro distante, no espaço, em tempos medievais.

As apresentações também são completamente distintas, com jogos em primeira e terceira pessoa, isométricos e até mesmo antigos RPGs tradicionais, com sistema de batalha por turnos. Na lista a seguir, o TechTudo traz os 10 primeiros games por nota agregada do Metacritic.

Mass Effect 2 é o ponto alto da franquia — Foto: Divulgação/Eletronic Arts

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Vale ressaltar que, na seleção, ficaram de fora alguns jogos famosos, como o histórico The Elder Scrolls IV: Oblivion, e o divertido Undertale – mas, somando 94 e 93 pontos, respectivamente, eles empatam com outros títulos da listagem. Jogos como The Legend of Zelda: Ocarina of Time, com nota 99 e tido como o "melhor de todos os tempos", são classificados em outros gêneros, como ação e aventura pela plataforma e, por isso, não aparecem neste conteúdo.

1. Mass Effect 2 – 96 pontos

O segundo jogo da trilogia da Bioware chegou em 2010 e aparece como o melhor jogo de RPG listado no Metacritic. A versão para Xbox 360 do título, que também teria versões para PC e PlayStation 3 (PS3), soma nota agregada de 96 pontos na plataforma. Mass Effect 2 é elogiado pela história em que o jogador precisa interagir com outros personagens para construir vínculos e conquistar sua lealdade.

A gameplay de Mass Effect 2 também merece destaque devido à aposta em mais ação em terceira pessoa, além das missões secundárias capazes de gerar o mesmo impacto do que as quests da campanha principal. Lançado com exclusividade para Xbox 360 em 2010, Mass Effect 2 chegaria ao PS3 em 2011 e estará disponível para Xbox One, PlayStation 4 (PS4), além de Xbox Series S/X e PlayStation 5 (PS5) em 14 de maio.

2. The Elder Scrolls V: Skyrim – 96 pontos

Skyrim é um enorme sucesso do gênero RPG — Foto: Divulgação/Bethesda

O quinto jogo da série The Elder Scrolls seria tão bem sucedido diante de jogadores e crítica que ficaria conhecido apenas como Skyrim – e se tornou, para muitos players, até maior do que toda a série que o originou. A produção da Bethesda chegou em novembro de 2011 com um mundo aberto amplo. O título é cheio de locais para serem explorados, além de trazer um equilíbrio entre ação e aventura com história imersiva.

Em Skyrim, o jogador vive as aventuras do “Dovahkiin”: o “filho” dos dragões, narrado em profecias milenares. O protagonista vem ao mundo para combater e eliminar a ameaça de destruição da volta dos dragões. Além da história principal, Skyrim é rico em quests paralelas e em história escondida no cenário, em interações com personagens, em livros esquecidos em cavernas e castelos e muito mais. No Metacritic, Skyrim leva nota 96, considerando a versão para Xbox 360.

3. : The World Ends With You: Solo Remix for iPad – 95 pontos

Edição do clássico da Square Enix para iPad virou sucesso de crítica — Foto: Reprodução/YouTube

The World Ends With You é um RPG desenvolvido originalmente pela Square Enix para Nintendo DS, mas que teve sucesso no iOS. A edição remasterizada do título de 2007 para o iPad chegou ao tablet em 2012 e somou 95 nas notas agregadas do Metacritic – avaliação que coloca o jogo no terceiro lugar entre os RPGs mais bem avaliados de todos os tempos pela plataforma.

Diferente dos dois jogos anteriores, The World Ends With You é um JRPG que aplica sistemas e jogabilidade típica desse subgênero, pois deixa de lado a ação de Mass Effect 2 e Skyrim para apostar em sistemas de batalhas mais tradicional. Pensado para o DS, o título envolve o uso das duas telas para a criação de um sistema de combate que fraciona a ação no cenário em dois pontos de vista. Essa novidade encaixou bem com a proposta das telas touch há mais de uma década, o que ajuda a explicar o grande sucesso do jogo no iOS.

4. Baldur’s Gate 2: Shadow of Amn – 95 pontos

Baldur's Gate 2 ganhou relançamentos em tablets e celulares — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Sucesso de 2000, Baldur’s Gate 2 é mais um jogo da Bioware na lista. Com 95 pontos nas notas agregadas para PCs, o RPG oferece gameplay com gráficos isométricos e sistema de combate em tempo real que permite pausas, além da formação de grupos com até seis personagens. Bastante longo – a história pode levar até 60 horas, enquanto a conclusão de todas as quests pode ultrapassar 300 horas – Baldur’s Gate 2 é elogiado pela combinação de gameplay e história envolvente.

Outro elemento que rende elogios são os gráficos que, embora isométricos – e não 3D de verdade – são ricos em detalhes. Os visuais contam com uma direção de arte que contribui com a construção do contexto em que a narrativa se desdobra. Muito mais do que um dos melhores RPGs de todos os tempos, Baldur’s Gate 2: Shadow of Amn aprece entre os 10 melhores games de PC da história, segundo o Metacritic.

5. Divinity: Original Sin 2 – 95 pontos

Divinity: Original Sin 2 aposta em gráficos isométricos e gameplay envolvente — Foto: Reprodução/Raul Pimentel

Lançado em 2017 para PCs (com edições para PS4, Xbox One e Nintendo Switch em 2018 e 2019), Divinity: Original Sin 2 foi um enorme sucesso. O jogo somou mais de um milhão de cópias vendidas em um mês no mercado – marca expressiva para um lançamento de nicho e que chegou apenas para computadores em um primeiro momento. Fãs e crítica valorizam o sistema de combate complexo e que demanda tempo para ser dominado, além do alto nível de interatividade do jogo.

Ao apostar em gráficos isométricos caprichados, com efeitos complexos e cenários extremamente detalhados, Divinity: Original Sin 2 chegou a ser classificado como “obra-prima” em reviews. Além do sistema de combate, o jogo é celebrado pela história envolvente, quests variadas e criativas. Outro aspecto positivo são as possibilidades de escolhas diferentes e pontos de vista alternativos para a história.

6. Disco Elysium: The Final Cut – 95 pontos

RPG inovador, Disco Elysium dispensa combate e aposta em história, escolhas e habilidades do personagem — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Disco Elysium: The Final Cut é a versão completa do RPG de 2019 e que, nas contas agregadas do Metacritic, soma 95 pontos. Ao apostar em uma mescla de elementos tradicionais do gênero – como os gráficos isométricos – com inovações, como a gameplay que não conta com nenhum tipo de combate, Disco Elysium se tornou rapidamente um grande sucesso. O título venceu quatro categorias diferentes do The Game Awards de 2019, incluindo melhor narrativa e melhor indie.

Em Disco Elysium, a história se passa em uma grande cidade que se recupera de uma guerra passada. O jogador controla as ações de um detetive com amnésia encarregado de investigar um assassinato. Ele precisa resolver o mistério ao prosseguir na história com a exploração de diálogos, escolhas e habilidades do personagem principal.

7. Persona 5 Royal – 95 pontos

Reedição Persona 5 Royal leva o JRPG da Atlus para a sétima posição da lista — Foto: Divulgação/Atlus

RPG japonês (JRPG) da Atlus, Personal 5 (a versão Royal é a mais completa, trazendo conteúdo extra) é um exclusivo para PS4 de 2016 e que virou referência entre fãs dos JRPGs. Somando nota agregada de 95 pontos no Metacritic, o jogo virou um enorme sucesso em função da história, apresentação e estilo gráfico únicos, trilha sonora e direção de arte. Incluindo as versões normais e Royal, o jogo já vendeu mais de 4,6 milhões de cópias – número muito expressivo para um gênero tido como de nicho.

Em Persona 5, o jogador controla as ações de Joker, um estudante transferido para uma nova escola. Joker e outros estudantes acabam depositários de poderes especiais que os permitem explorar o Metaverse, um reino sobrenatural nascido dos desejos secretos da humanidade. O jogador precisa combater manifestações dos desejos maléficos dos adultos. O jogo também mistura elementos de dungeon crawlers com simulação social.

8. Final Fantasy IX – 94 pontos

Histórico e atemporal, Final Fantasy IX é um dos melhores jogos de todos os tempos — Foto: Reprodução/Dario Coutinho

Último Final Fantasy para PlayStation (PSOne), Final Fantasy IX é considerado um dos melhores jogos de todos os tempos. Com nota 94 no agregado do Metacritic, Final Fantasy IX é também o game da franquia com pontuação mais alta, celebrando o título lançado originalmente em 2000 e que receberia uma série de relançamentos para várias plataformas, incluindo consoles da última geração, PCs e até smartphones. Estima-se que Final Fantasy IX, incluindo todos os lançamentos, tenha somado mais de 5,5 milhões de cópias vendidas.

No jogo, a história envolve as consequências de uma guerra entre diferentes reinos de um mundo fictício, chamado de Gaia. Com ambientação em tempos medievais, a premissa gira em torno da luta de Zidane, o protagonista, e outros personagens na derrubada da rainha Brahne, responsável pela guerra.

9. Chrono Cross – 94 pontos

Chrono Cross foi um enorme sucesso do PSOne — Foto: Divulgação/Square Enix

Chrono Cross é mais um JRPG pra PlayStation lançado em 2000 e responsável por uma pontuação de 94 pontos no Metacritic. Ambientado no mesmo universo que Chrono Trigger, outro RPG de enorme sucesso, Chrono Cross conta a vida de Serge, um adolescente que descobre uma realidade alternativa em que ele morreu quando criança. Serge passa, então, a investigar as divergências entre as duas realidades.

Relançado de forma digital na PlayStation Store em 2011, Chrono Cross somou mais de 1,5 milhões de cópias vendidas – ao considerar apenas a edição original para PlayStation. Muito querido por fãs por conta da história, personagens e sistema de combate inovador, Chrono Cross é figura constante nas listas de jogos que fãs gostariam de ver remasterizados, ou mesmo continuados em games novos.

10. The Witcher 3: The Willd Hunt – 94 pontos

The Witcher 3 vai ganhar versão específica para PS5 e Xbox Series S/X — Foto: Divulgação/CD Projekt Red

Para muitos o melhor jogo da última geração, The Witcher 3 – na versão para PC – soma 93 pontos, número que coloca o título entre os melhores RPGs de todos os tempos. A conclusão da trilogia baseada na história de Geralt of Rivia, um caçador de monstros por recompensa de um mundo fictício, foi aclamada pelos gráficos ambiciosos, história complexa e cheia de personagens e quests interessantes, além de alta qualidade de produção.

The Witcher 3: Wild Hunt - Primeiros Minutos

The Witcher 3: Wild Hunt - Primeiros Minutos

Se não fossem por problemas técnicos no lançamento, como bugs e inconsistências de performance gráfica nos consoles, The Witcher provavelmente teria nota para desafiar games como Mass Effect 2 e Skyrim.

O grande sucesso de crítica se traduz em vendas, com estimativas superiores a 28 milhões de cópias vendidas em todas as plataformas até o momento. Com versões disponíveis para os consoles da geração passada, PCs, e Nintendo Switch, The Witcher 3 deve ganhar ainda em 2021 uma versão nativa para PS5 e os novos Xbox Series S/X.

Com informações de Metacritic

Quais são os 10 melhores jogos na sua opinião? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo