Redes sociais

Por Clara Fabro, para o TechTudo


O TikTok é um popular app de vídeos curtos disponível para Android e iPhone (iOS). Fenômeno principalmente entre os jovens, foi o aplicativo mais baixado no mundo em 2020. Nesta rede social do momento, é possível visualizar, curtir, comentar, produzir e compartilhar vídeos. Além disso, você pode seguir e interagir com outros usuários, enviando mensagens privadas ou editando clipes com funções de costura e duetos.

Na lista abaixo, o TechTudo responde a cinco perguntas e respostas sobre o TikTok. Confira, a seguir, como usar a rede social, como funciona o algoritmo de recomendação de vídeos da aba "Para Você" e como os criadores de conteúdo do TikTok ganham dinheiro com a rede social.

O que é TikTok? App de vídeos curtos permite visualizar, curtir, comentar e compartilhar clipes; veja como funciona — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

1. Como usar o TikTok?

O TikTok é uma rede social de vídeos curtos que permite compartilhar clipes divertidos com duração entre 15 e 60 segundos. O app faz sucesso principalmente entre o público jovem, que usa a rede social para seguir perfis, compartilhar e postar vídeos e interagir com outros usuários.

O app também traz recursos interessantes de edição. Ferramentas como a "Costura", que permite emendar clipes para modificar o final do vídeo original, e os "Duetos", em que os usuários podem interagir com vídeos já gravados, estão entre as funções mais utilizadas. Para usar o TikTok, basta criar clipes e começar a interagir com outros usuários pela rede social.

Ferramentas de efeitos e filtros são diversas no app — Foto: Reprodução/Luana Antunes

2. Como funciona o algoritmo do For You?

A aba "Para Você" (ou FYP, de "For You Page", em inglês) sugere clipes com base nas preferências dos usuários. Para isso, a plataforma utiliza dados que levam em conta as suas interações com os conteúdos, como suas curtidas e comentários publicados nos vídeos.

Além disso, o processo de recomendação de clipes na FYP também se baseia em outras informações, como os temas de interesse que o usuário escolhe ao criar o perfil na plataforma, por exemplo. As legendas das publicações também são consideradas, assim como as hashtags escolhidas na hora de publicar um vídeo. O próprio conteúdo criado pelo usuário no TikTok também é levado em consideração pelo algoritmo da rede.

O TikTok recomenda vídeos com base nos clipes em que o usuário interagiu — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

O idioma do usuário, bem como suas configurações de pais e o modelo do seu celular, também podem influenciar na escolha do conteúdo sugerido. O TikTok ainda pode recomendar clipes relacionando o interesse entre contas — ou seja, criando uma rede de recomendação de vídeos que cruza informações de usuários com gostos parecidos. Desse modo, é capaz de sugerir conteúdos mais relevantes e que podem ser ainda mais atrativos para o espectador.

3. Quem criou o TikTok?

O TikTok pertence à empresa chinesa ByteDance, que originalmente havia lançado o app Douyin, em 2016. Já em 2017, a companhia resolveu expandir seus negócios, lançando globalmente a versão internacional do Douyin — ou seja, o TikTok. No ano seguinte, a startup anunciou a compra de um outro app chinês de vídeos curtos, o Musical.ly. Por causa disso, ainda em 2018, a ByteDance uniu o TikTok ao app recém adquirido.

Atualmente, a ByteDance é avaliada em mais de US$ 140 bilhões. Criada em 2012 pelo engenheiro de software Yiming Zhan, a startup é a segunda empresa mais valiosa do mundo. O TikTok, seu aplicativo de maior sucesso, foi baixado mais de 315 milhões de vezes e tem cerca de 100 milhões de usuários ativos por mês.

A ByteDance, empresa dona do TikTok é avaliada em US$ 140 bilhões — Foto: Marvin Costa/TechTudo

4. Como Tiktokers ganham dinheiro?

Pelo app, os usuários que produzem conteúdo e têm grande número de seguidores (os chamados Tiktokers) ganham dinheiro principalmente por meio de patrocínios, venda de produtos próprios, marketing de afiliados e, também, com os presentes que recebem durantes as lives feitas na plataforma. Além disso, em junho de 2020, o TikTok lançou o Creator Fund, que é basicamente um fundo para recompensar criadores de conteúdo engajados com o app de vídeos.

O fundo, no entanto, está disponível apenas nos Estados Unidos e já foi alvo de polêmicas. Criadores de conteúdo chegaram a afirmar que o número de alcance de seus clipes caiu após entrarem para o fundo, e alguns deles acusaram o TikTok de criar essa redução para moderar o pagamento por vídeo. Apesar disso, Tiktokers famosos, como a dançarina Charli D'Amelio, podem ainda ganhar com o fundo até US$ 440 mil por publicação.

Além disso, também é possível lucrar com as campanhas oferecidas pelo TikTok. Com o TikBônus, por exemplo, usuários comuns da rede social podem ganhar dinheiro assistindo a vídeos e indicando a rede para novos usuários.

Programa do TikTok recompensa usuários que visualizarem vídeos e completarem missões — Foto: Reprodução/Clara Fabro

5. Quais são os concorrentes?

Os principais concorrentes do TikTok são os apps de vídeos Kwai e o Triller. Eles também permitem editar e compartilhar clipes de até 60 segundos em suas plataformas, com opções diferentes de filtros e áudio para as criações. O Kwai, assim como o TikTok, também distribui recompensas em dinheiro para usuários que completarem missões e assistirem a vídeos na plataforma.

Além deles, a função Reels do Instagram também chegou para competir com o app. Isso porque a ferramenta também permite publicar vídeos curtos, com diferentes efeitos de imagem e som.

Com informações de Statista

O TikTok é o melhor app de vídeo? Opine no Fórum do TechTudo.

4 apps que ajudam a criar conteúdo para as redes sociais

4 apps que ajudam a criar conteúdo para as redes sociais

*Nota de transparência: Aliexpress e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo