Por Lucas Santos, para o TechTudo


As TVs com resolução Full HD (1920 x 1080p) ainda podem ser uma boa opção para os consumidores em 2021. Marcas como Samsung, LG, TCL e Panasonic, entre outras, oferecem diferentes modelos com a resolução no Brasil. No entanto, produtos 4K, que trazem 4 vezes mais pixels no display, já estão com preços mais acessíveis e podem ser uma escolha mais interessante.

Portanto, antes de comprar uma TV com tela Full HD, vale atentar a detalhes importantes. O TechTudo preparou uma lista com pontos positivos e negativos que podem ser interessantes considerar na hora da compra.

Smart TV: o que você precisa saber para comprar um aparelho novo

Smart TV: o que você precisa saber para comprar um aparelho novo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

PONTOS POSITIVOS

Preço baixo

Produtos com resolução Full HD costumam aparecer por um preço baixo no mercado brasileiro — Foto: Fernando Telles/Techtudo

As TVs Full HD já são comercializadas há bastante tempo no mercado, e essa popularidade significa um produto mais acessível quando comparado a modelos com resolução 4K ou 8K. O valor dos modelos com 1080p pode variar conforme marca, tamanho da tela, recursos extras e as lojas em que estão disponíveis.

Uma TV da Multilaser, por exemplo, com resolução Full HD, tem 32 polegadas de tamanho, pode ser encontrada por a partir de R$ 1.359 no Compare TechTudo. Há opções ainda mais em conta, como a S6500 da TCL, com Android TV e comandos de voz via Google Assistente, que sai a, pelo menos, R$ 1.260.

Variedade de modelos disponíveis

Smart TVs Full HD estão disponíveis em uma variedade de modelos no Brasil — Foto: Divulgação/LG

Os consumidores conseguem encontrar diversos modelos com resolução Full HD nas lojas do país. Existe diversidade de tamanho, por exemplo, com os mais populares girando em torno de 40 polegadas, de marcas como Samsung, Panasonic, TCL, Philips, entre outras.

A LG LM6300, por exemplo, traz suporte a comandos de voz, sistema webOS e alternativas de 32 ou 43 polegadas, custando a partir de R$ 1.956. Já a T5300, da Samsung, que também vem com sistema operacional completo (Tizen), aparece em 40"ou 43 polegadas, saindo a R$ 1.747. Já com 49" é possível encontrar a LJ551C, da LG, que custa ao menos R$ 3.208 e também aparece com 43 polegadas.

Suficiente para rodar a maior parte dos conteúdos atuais

Modelos Full HD podem ser encontrados em telas menores, com modelos aparecendo em TVs de 32 polegadas — Foto: Reprodução/LG

Este é um ponto que merece a atenção dos consumidores na hora de escolher a resolução do televisor. Isso porque, atualmente, os conteúdos transmitidos nos canais de TV estão disponíveis em HD ou Full HD, o que faz com que os modelos 1080p sejam suficientes para entregar boa qualidade de imagem.

Mesmo que o usuário opte por um modelo com resolução em 4K, ainda assistirá a grande parte do conteúdo em Full HD. Alguns aplicativos de streaming já possuem conteúdos em Ultra HD, no entanto, o consumidor precisa de uma conexão de internet mais robusta e que dê conta da quantidade de informação.

PONTOS NEGATIVOS

TVs 4K já estão mais acessíveis

Os televisores 4K têm resolução quatro vezes maior frente às TVs Full HD, trazendo 3840 x 2160 pixels. Além de mais qualidade, no mercado brasileiro já é possível encontrar diversas opções disponíveis a preços mais acessíveis.

Uma das alternativas de entrada por aqui é a SEMP SK8300. A resolução 4K permite ao usuário aproveitar os conteúdos em Ultra HD de aplicativos de streaming como Amazon Prime Video, Netflix e Globoplay de forma nativa. O televisor, com 50 polegadas, pode ser adquirido por preços a partir de R$ 2.166, de acordo com o Compare.

TLC P715 é um televisor 4K com sistema operacional Android TV — Foto: Divulgação/TLC

Outra possibilidade disponível no varejo nacional é a LG UN7300, compatível com HDR 10 Pro e HLG Pro, prometendo maior qualidade na exibição. O produto também pode ser controlado a partir de assistentes virtuais como Google Assistente e Alexa, da Amazon. Seu preço no mercado começa em R$ 2.199,99 na versão de 43 polegadas.

Resolução pode ser insuficiente para telas grandes

As televisões com resolução Full HD podem ser encontradas em diversos tamanhos. Bem como relatado anteriormente, os modelos mais populares giram em torno de 40 polegadas, mas é possível encontrar aparelhos ainda maiores. No Compare TechTudo, por exemplo, os consumidores conseguem encontrar TVs de até 49 polegadas à venda nos varejistas brasileiros.

Tenha uma TV conectada e conteúdos dos serviços de streaming ao comando do seu controle remoto — Foto: Reprodução/TCL

Modelos do tipo conseguem entregar boa qualidade de imagem para o usuário até certo tamanho: caso a tela seja muito grande, a exibição pode ficar pouco nítida com a quantidade disponível de pixels. A resolução Full HD possui mais de 2 milhões de pixels para formar as imagens na tela, tudo isso a partir de 1.920 colunas e 1.080 linhas. Quanto maior for o tamanho de polegadas da tela da TV, maior é a chance de comprometer os níveis de detalhes no display.

Muitas opções 'pouco smart’ disponíveis

O sistema operacional da televisão é outro fator importante que os consumidores precisam ficar atentos. Muitos modelos com resolução Full HD vendidos no Brasil têm sistemas básicos, o que pode proporcionar ao usuário uma experiência limitada, seja na atualização quanto nas opções de aplicativos disponíveis.

Smart TVs Full HD costumam chegar com sistemas operacionais básicos — Foto: Divulgação/Samsung

Portanto, a dica é atentar ao software disponível. Tizen, presente em modelos da Samsung, WebOS, dos aparelhos da LG, e Android TV, disponível em uma quantidade maior de marcas, além do Roku TV, presente em televisores de Philco e AOC, costumam trazer bons recursos e uma boa oferta de apps. Já plataformas próprias das marcas, com propostas mais simples, podem deixar a desejar, sendo necessário usar um media center para expandir o uso smart da TV.

Vale ressaltar que produtos com resolução 4K, em sua maioria, já trazem os sistemas operacionais mais atualizados, o que torna o processo de busca por um aparelho novo mais fácil.

Com informações de Tom's Guide e Wired Shopper

Estou com dificuldade de conectar a minha TV AOC no cabo HDMI, o que fazer? Tire essas e outras dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo