Sistemas operacionais

Por Clara Fabro, para o TechTudo

Getty Images/ SOPA Images

O iOS 15 foi revelado na WWDC 2021, evento anual da Apple que aconteceu nesta segunda-feira (7). Dentre as novidades do iOS, foram anunciados recursos que já são velhos conhecidos de quem tem Android. O Apple Maps, por exemplo, vai ganhar informações sobre transportes públicos, algo que está disponível no Google Maps há bastante tempo. Além disso, algumas funções anunciadas para o Android 12 no Google I/O deste ano também chegarão ao iPhone com o iOS 15.

Na lista abaixo, o TechTudo traz dez funções que já existiam no Android e que foram anunciadas para o iPhone com o iOS 15. A seguir, você pode conferir as diferenças e similaridades de cada um dos recursos.

Conheça as funções do novo iOS 15

Conheça as funções do novo iOS 15

1. Detalhes de navegação no Apple Maps vs Google Maps

O iOS 15 trouxe algumas melhorias importantes para o Apple Maps. Para quem dirige, o Apple Maps vai mostrar curvas mais delineadas, além de faixas de ônibus, canteiros centrais e faixas de pedestres. Já para quem prefere se locomover pela cidade a pé ou de ônibus, o Apple Maps vai permitir checar linhas de transporte, e enviará notificações ao iPhone quando for hora de desembarcar.

Ao andar a pé pela cidade, também será possível apontar a câmera do iPhone pelas ruas para ser guiado pelo Apple Maps, que indicará o caminho correto por meio de tecnologias de realidade aumentada. O Google Maps conta com recursos bastante similares.

Em 2020, o Google anunciou mudanças no Maps, que incluíam informações mais detalhadas sobre faixas de pedestres e calçadas. Quanto aos pontos de ônibus e meios de transporte públicos, o mapa do Google conta com esse recurso já há bastante tempo, informando as rotas e pontos finais de ônibus, trens e metrô, com o horário aproximado da partida dos veículos.

Apple Maps ganhou novidades na WWDC 2021 — Foto: Reprodução/Apple

2. Live Text vs Google Lens

Live Text do iOS 15 funciona de maneira similar ao Google Lens — Foto: Reprodução/Apple

Outra novidade anunciada na WWDC 2021 foi o Live Text e o Visual Look Up. As ferramentas são capazes de reconhecer o conteúdo em texto de fotos e realizar pesquisas a partir de imagens. Segundo a Apple, o Live View é capaz de extrair as informações em texto das imagens e as transcrever para o bloco de notas do iPhone, enquanto o Visual Look Up será capaz de reconhecer raças de animais e espécies de plantas.

O Google Lens, anunciado pelo gigante das buscas em 2017, faz basicamente o mesmo. Com a própria câmera do celular, você pode apontar para um objeto específico e pesquisar por similares no Google Search, por exemplo, e o mesmo vale para descobrir diferentes espécies de planta e de animais. Além disso, o recurso reconhece e traduz textos em tempo real, e pode até resolver cálculos ao escanear equações a partir de fotos.

3. Mais personalização da tela inicial

O iOS 15 vai permitir reorganizar as páginas na tela inicial do iPhone. O recurso, que acompanha as notificações trazidas pelos widgets e Biblioteca de Aplicativos com o iOS 14, já são conhecidas de quem tem Android. O sistema operacional do Google permite a personalização da tela inicial já há bastante tempo, assim como também permite remover os ícones de notificações de apps.

4. Seção de privacidade do iOS 15 vs Android 12

iOS 15 estreia funções de privacidade similares às anunciadas para o Android 12 — Foto: Divulgação/Apple

Anunciado na Google I/O deste ano, o Android 12 vai contar com uma nova seção que permitirá verificar quais apps acessaram informações do dispositivo. Por lá, será possível checar os aplicativos e as permissões acessadas por eles nas últimas 24 horas. O recurso se chamará Painel de Privacidade, e deixa verificar quais apps acessaram a câmera, microfone, contatos e localização do dispositivo.

Na WWDC 2021, a Apple, que já vinha anunciado melhorias em privacidade desde o iOS 14, também vai ter uma página dedicada às permissões concedidas pelos aplicativos no iOS 15. No iPhone, o recurso se chamará Relatório de Privacidade, e será possível checar quais apps acessaram a câmera, microfone, localização e outros dados do smartphone nos últimos sete dias.

5. Visualização em grade e blur no fundo do FaceTime vs Google Meet

O FaceTime trará a função de grade de visualização no iOS 15 — Foto: Reprodução/Apple

No FaceTime, algumas atualizações chamam atenção. O app de chamadas de vídeo do iPhone vai receber uma nova configuração de áudio, chamada "áudio espacial", e também vai permitir a visualização em grade em chamadas com muitos participantes. O update também vai permitir escolher um modo retrato para participar das ligações de vídeo, opção que desfoca o ambiente atrás do usuário.

Das novidades reveladas para o app de chamadas do iPhone, os últimos dois recursos já estão disponíveis no rival do Google. O Meet permite visualizar conversas com muitos participantes com pequenas telas dedicadas a cada um — que é a visualização em grade —, além de oferecer recursos que permitem borrar o fundo e até modificar o cenário.

FaceTime deixa desfocar fundo de imagem — Foto: Reprodução/Apple

6. Lembranças do Fotos

O aplicativo de fotos da Apple vai ter integração com a Apple Music no iOS 15, e deve permitir que usuários do serviço de streaming adicionem músicas às suas Memórias. Além disso, o Fotos também contar com uma nova automação, capaz de analisar fotos e reconhecer momentos, como eventos, feriados, fotos de quando você era criança e até de seus pets.

O recurso, apesar de ser novidade no iPhone, já é conhecido de usuários de Android. Em 2019, o Google Fotos passou a exibir stories de Recordações na parte superior do app, logo ao abri-lo. No último mês, o recurso também foi aprimorado com mais opções de fotos para relembrar, dando foco maior em imagens capturadas em centradas em viagens, eventos e feriados, além de mostrar os destaques do último mês — recurso que também foi anunciado para o Fotos, da Apple.

7. Adicionar um contato herdeiro à conta Apple vs Google

Desde 2016, o Google permite cadastrar um endereço de e-mail de uma pessoa de confiança à sua conta Google, que poderá ter acesso às suas fotos, e-mail e documentos após a sua morte. Seguindo na mesma linha, a Apple também anunciou na WWDC que permitirá que usuários adicionem contatos herdeiros à sua conta no iCloud.

8. Etiquetar anotações no Notas e no Keep

O aplicativo de Notas do iPhone também recebeu melhorias. Com o iOS 15, será possível adicionar diferentes etiquetas a uma nota. Agora, além de criar pastas, fixar anotações e adicionar diferentes formatos as suas listas, também será possível etiquetá-las para, assim, categorizar suas anotações e achá-las mais facilmente.

O recurso, que já podia ser acessado para quem usa o Keep do Android, permite criar marcadores diferentes para as anotações salvas no bloco de notas. Apesar disso, o app de anotações do Google não permite criar pastas, diferentemente do rival para iPhone (iOS).

Google Keep deixa adicionar marcadores em foto — Foto: Reprodução/Clara Fabro

9. Grupos de abas no Safari vs Chrome

Outra função anunciada para o iOS 15 que já existe no Android é o agrupamento de guias. A função começou a funcionar no Android ainda este ano, e permite organizar as abas do Chrome em um mesmo grupo, facilitando a navegação na plataforma. O recurso é útil principalmente quando se está pesquisando sobre um mesmo tópico, já que permite abrir páginas diferentes em um mesmo local. No iOS 15, o recurso também ficará disponível no Safari, e deve funcionar de maneira similar aos grupos de aba do Chrome.

Chrome ganhou grupo de abas no celular e PC neste ano — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

10. Busca por voz no navegador

A busca do Google tem a opção de voz no celular há anos — Foto: Foto: Marvin Costa/TechTudo

Além do agrupamento de abas, o Safari também vai receber melhorias em relação às buscas realizadas pelo navegador. O iOS 15 deve introduzir as buscas por voz no Safari, que poderão ser feitas através de uma barra com o ícone de um microfone. Ao tocar sobre ele, você poderá falar o que deseja pesquisar e, em seguida, o Safari abrirá os resultados de busca. O recurso de pesquisa por voz existe no Android desde 2019, quando o Google adicionou um microfone à barra de pesquisa do buscador.

Com informações de Cult of Mac, TechCruch (1/2), Apple (1/2/3), CNET (1/2), Android Police, BBC, Apple Insider, Android Central, iNews, MakeUseOf (1/2) e MacRummors

Android 10 (Q) vs iOS 13: veja recursos dos sistemas

Android 10 (Q) vs iOS 13: veja recursos dos sistemas

Mais do TechTudo