Por Raquel Freire, para o TechTudo


Etus e mLabs são dois serviços brasileiros de gerenciamento de redes sociais bastante utilizados por quem precisa administrar contas comerciais. Eles permitem controlar várias redes em uma única plataforma, por meio de um ou mais perfis. Ambos funcionam com Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, YouTube, Google Meu Negócio e Pinterest, além de terem integração com o Google Analytics. O Etus ainda oferece funções de gerenciamento para TikTok e Tumblr.

As plataformas são pagas e abrangem recursos como agendamento de posts, impulsionamento e captação de leads. Essas e outras funcionalidades são úteis para influenciadores, assessores de imprensa, donos de marcas e agências de marketing digital, bem como para qualquer pessoa que tenha interesse em organizar diferentes mídias sociais de uma vez. Veja, a seguir, um comparativo entre os serviços mLabs e Etus.

mLabs ou Etus: conheça funções e preços dos dois gerenciadores de redes sociais — Foto: Divulgação/mLabs

Redes sociais: o que não pode faltar? Participe no Fórum do TechTudo

Como funcionam Etus e mLabs?

Por meio do pagamento de assinaturas, os usuários do Etus ou mLabs podem acessar as respectivas plataformas para atualizarem suas redes sociais. O agendamento de posts, recurso presente nos dois serviços, permite que os usuários criem publicações com fotos ou vídeos, definindo o dia e horário em que elas serão publicadas nas redes sociais.

O usuário pode alterar legendas, hashtags, localizações e todos os aspectos do post de maneira independente entre as redes sociais. Assim, é possível criar conteúdos que funcionem melhor para cada rede — um post com vídeo para o Instagram, GIF para o Twitter e foto para o Facebook, por exemplo —, ainda que as publicações tratem de um mesmo assunto.

Etus: gerenciador permite criação de posts para Facebook, Instagram e Twitter — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Outra vantagem dos gerenciadores é que eles trazem para o PC funcionalidades que, em muitas vezes, não existem nas redes sociais de forma nativa. Essa característica traz muito mais agilidade nas atualizações das redes sociais, especialmente quando o cliente trabalha com vários apps ao mesmo tempo.

Planos e preços

Os dois serviços são pagos e não têm versão gratuita. No entanto, tanto mLabs quanto Etus permitem fazer um teste grátis de sete dias sem necessidade de cadastrar cartão de crédito ou outros dados de pagamento, o que pode ser interessante para auxiliar na decisão de qual plataforma contratar.

O mLabs tem dois planos, o básico e o profissional. O plano básico custa R$ 7,90 ao mês, R$ 21,96 por trimestre ou R$ 70,80 por ano. Já o profissional sai por R$ 29,90 mensais, R$ 76,92 por trimestre ou R$ 154,80 anuais. Os valores correspondem a um perfil; caso a pessoa queira gerenciar dois perfis, por exemplo, esses preços são dobrados.

Os planos do Etus se dividem em dois: o de agendamento de posts e o completo. O plano referente ao agendamento de posts tem preço de R$ 9,90 por mês, R$ 53,04 por semestre ou R$ 93,60 anualmente. O plano completo sai a R$ 18,90 mensais, R$ 101,55 semestrais ou R$ 178,56 por ano. Assim como no mLabs, os valores são multiplicados conforme o número de perfis gerenciados.

mLabs planos: serviço tem opções de pagamento mensal, trimestral e anual — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Funções das plataformas

O Etus conta com mais recursos em seu plano mais barato. Além do próprio agendamento de posts, explícito no nome do plano, a assinatura de entrada oferece relatório de análise do Instagram, monitoramento de top trends, alerta de datas comemorativas, redutor de link integrado, inserção automática de logo nas imagens, resposta a comentários e anotação de informações importantes dos clientes. Há, também, a possibilidade de cadastrar usuários ilimitados para operar a ferramenta e ter acesso ao suporte técnico online.

O plano completo do Etus dá direito a essas funções e outras ferramentas. Os recursos extras incluem impulsionamento de posts, relatórios diversos (crescimento, engajamento, alcance, reações aos posts, análise de concorrentes, melhor dia e horário para postar, desempenho de anúncios), análise de SEO, respostas inbox e workflow de aprovação de posts.

Cabe destacar que nem todos os recursos funcionam em todas as plataformas. O agendamento está disponível para todas as redes sociais, mas o impulsionamento ocorre apenas no Facebook e Instagram, por exemplo.

No mLabs, o plano básico contempla agendamento de posts, criação de posts no Studio mLabs ou no Canva, calendário de publicações, múltiplos usuários e suporte online. O plano profissional tem mais dez funções: gestão de mensagens; responder comentários de seguidores; impulsionamento de posts; relatórios de desempenho; workflow; landing pages e captação de leads; insights para otimização; monitoramento de concorrentes; aprovação de posts; e páginas de links na bio.

Plataforma mLabs conta com recurso de agendamento de posts — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Assim como no concorrente, cada recurso do mLabs funciona em redes sociais específicas. Outro ponto em comum é que, além da versão web, os dois serviços de gerenciamento têm aplicativos para Android e iPhone (iOS).

Redes sociais disponíveis

O mLabs permite gerenciar contas no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, YouTube, Google Meu Negócio e Pinterest. Ele ainda possui integração com o Google Analytics, permitindo ver os relatórios no site ou no mlabs app.

O Etus engloba gerenciamento do Facebook, Instagram, TikTok, LinkedIn, Twitter, YouTube, Google Meu Negócio, Pinterest e Tumblr. O serviço também é integrado ao Google Analytics e ao RD Station, ferramenta de marketing para criação de leads.

Etus ou mLabs? Painel do Etus integra diversas redes sociais — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Diferenciais e vantagens

Uma das principais vantagens do mLabs é a facilidade de uso. A plataforma apresenta um design intuitivo e organizado, ideal para donos de negócios, influenciadores e outros perfis que precisam de uma ferramenta avançada, mas não têm conhecimentos profissionais sobre marketing digital.

Um destaque nesse sentido é a integração com o Canva. Com o recurso, é possível criar posts com tamanho e formato apropriados para cada rede social com a ajuda de um software com o qual o usuário provavelmente já tem familiaridade. O mLabs também é mais barato na maioria das assinaturas, o que pode ser melhor para quem está inseguro ou quer investir menos.

O Etus, em contrapartida, tem como atrativo a maior quantidade de redes sociais integradas, destacando a presença do TikTok — o app do momento e que não é contemplado pelo mLabs. Além disso, ele possui mais recursos tanto na sua versão básica quanto no plano completo, oferecendo ferramentas mais consistentes para aumentar o desempenho nas redes sociais e em campanhas de marketing.

Etus e mLabs são confiáveis?

A mLabs tem selo de verificação do Reclame Aqui, que comprova a existência de uma empresa. No entanto, o gerenciador de redes sociais não tem uma reputação muito positiva no site. O serviço está enquadrado como regular, avaliado com nota 6,9.

Embora tenha respondido todas as reclamações, a empresa só resolveu 66,7% dos problemas nos últimos seis meses. Nesse período, 61,1% dos clientes afirmaram que voltariam a fazer negócio com a marca, que apresenta cobrança indevida e demora no reembolso como problemas mais recorrentes.

Etus e mLabs são categorizados como regulares no Reclame Aqui — Foto: Reprodução/Raquel Freire

A Etus Brasil tem situação similar. Ela também possui selo de verificação do Reclame Aqui, responde a todas as queixas e está com nota 6,9, sendo categorizada como regular. Mas outros indicadores apontam um desempenho ainda pior.

A empresa não tem índice nos últimos seis meses e, no período do último ano, resolveu 64,7% das reclamações. Apenas 52,9% dos consumidores declararam que contratariam novamente os serviços da Etus, sobre a qual incidem reclamações sobretudo quanto a lentidão e bugs no sistema.

Com informações de mLabs, Etus e Reclame Aqui (1 e 2)

Veja também: Quatro apps que ajudam a criar conteúdo para as redes sociais

Quatro apps que ajudam a criar conteúdo para as redes sociais

Quatro apps que ajudam a criar conteúdo para as redes sociais

Mais do TechTudo