Por Lucas Santos, para o TechTudo


As compras pela internet estão mais comuns e isso exige que os clientes estejam atentos para não cair em golpes. Para aproveitar as promoções com preços mais baixos ou comprar com mais praticidade sem sair de casa, é importante tomar cuidado para que o cartão não seja clonado ou tenha os dados roubados.

Para auxiliar os consumidores na hora de comprar em lojas virtuais, o TechTudo separou cinco dicas que podem ajudar a proteger o cartão de crédito. Dentre as opções, é importante se atentar aos lançamentos na fatura mensal, optar pelo pagamento com o cartão virtual e não salvar os dados financeiros em sites ou navegadores. Veja a seguir cuidados para tomar ao comprar online.

Lista reúne dicas de como usar o cartão de crédito na internet com segurança — Foto: Paul Felberbauer/Unsplash

1. Pague com o cartão virtual

O cartão virtual é uma das opções para realizar compras pela internet e pode também ser uma das mais seguras. Esta forma de pagamento não substitui o cartão físico do cliente e as compras feitas são associadas regularmente à fatura do usuário. O diferencial do modelo é que alguns bancos e fintechs oferecem o cartão virtual temporário, sendo possível utilizá-lo apenas uma vez, o que deve evitar golpes em compras online.

Os cartões temporários podem ser excluídos automaticamente ou pelo próprio usuário, tudo depende das regras do banco ou fintech gerenciadora. Com isso, o usuário tem mais controle, já que pode apagar os dados referentes ao cartão de crédito sem burocracias em caso de golpes.

Cartão virtual pode oferecer mais segurança ao realizar compras online — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

2. Tenha um cartão pré-pago

O cartão pré-pago é uma opção que funciona como um cartão de débito. Com ele, é possível realizar compras virtuais e também em lojas físicas a partir do saldo que foi depositado previamente. A vantagem é que o usuário consegue planejar o depósito do valor necessário para realizar uma compra específica e, assim, evitar possível golpes.

Com o modelo, no entanto, não é possível parcelar as compras feitas, já que o pagamento é realizado de acordo com a quantia em dinheiro disponível e a versão pré-paga não gera boletos para serem pagos.

O aplicativo Acesso permite realizar transações do cartão pré-pago — Foto: Marcela Franco/TechTudo

3. Adicione camadas extras de segurança

Algumas opções de cartão de crédito possuem camadas extras de segurança e, com isso, o usuário consegue realizar as compras de forma mais segura. Um exemplo é a bandeira Mastercard, que possui a tecnologia Mastercard Identity Check. Ela permite que o cliente autentique suas compras antes de que elas sejam efetuadas. Assim, é mais fácil identificar as tentativas de fraudes.

Já as tecnologias que adicionam camadas extras de segurança por parte do vendedor podem não estar presentes em todos os sites, pois são os lojistas que decidem qual será usada. Caso a loja online utilize o recurso de segurança, o cliente que comprar algo receberá uma confirmação no aplicativo do cartão de crédito no celular.

Os recursos de segurança extras são uma opção dos lojistas — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

4. Não salve os dados da compra nos sites

Ao comprar pela internet, os navegadores tendem a armazenar os dados do usuário para que as compras futuras sejam efetuadas com mais comodidade. Contudo, é mais seguro não salvar suas informações e preencher os dados sempre que for realizar uma transação em lojas virtuais. Para isso, é necessário desativar o preenchimento automático no navegador em uso. Confira a seguir como desabilitar o recurso.

  • Abra a página de "Configurações";
  • Selecione a opção “Preenchimento automático” que está localizada no canto superior esquerdo;
  • Em seguida, clique em "Formas de pagamento";
  • Feito isso, basta desativar as opções "Salvar e preencher as formas de pagamento" e "Permitir que os sites verifiquem se você tem formas de pagamento salvas". Além disso, é importante excluir os cartões que já foram previamente salvos no navegador.

  • Selecione a página de "Preferências" no navegador;
  • Depois, clique em "Preenchimento automático";
  • Com isso, basta desativar as opções de dados de formulários armazenados (incluindo as informações do seu cartão de crédito).

  • No navegador, selecione a opção "Menu";
  • Após, clique em "Opções";
  • Em seguida, selecione a opção "Privacidade";
  • Por fim, clique em “Não notificar sites sobre minhas preferências de rastreamento”.

  • Abra o menu de "Configurações"
  • Selecione a opção "Informações de pagamentos";
  • Desative "Salvar e preencher informações de pagamento".

5. Fique sempre atento à fatura

É importante sempre estar atento ao valor da fatura por meio do aplicativo do banco. Assim, é possível verificar com facilidade a existência de lançamentos que não foram efetuados pelo usuário. Caso apareça alguma transação suspeita, o cliente pode recorrer à instituição financeira com antecedência para informar sobre a situação.

Alguns bancos e fintechs permitem que os usuários bloqueiem o cartão de crédito pelo próprio aplicativo, o que pode ser uma medida imediata para evitar que novas fraudes ocorram. Porém, para cancelar compras não identificadas, é necessário entrar em contato com o atendimento ao cliente do produto de crédito.

Função gerar boleto permite que o cliente pague a fatura do cartão de crédito em qualquer banco ou casa lotérica — Foto: Marcela Franco/TechTudo

Vai vender notebook usado? Veja dicas para evitar problemas

Vai vender notebook usado? Veja dicas para evitar problemas

Mais do TechTudo