Celulares

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo


Os celulares intermediários estão no radar de quem busca os descontos da Black Friday pois trazem bons benefícios com preços dentro da realidade. Alguns modelos já trazem especificações dignas de smartphones premium, como armazenamento de 256 GB, tela de 120 Hz e câmeras polivalentes. Nas linhas a seguir, conheça opções de Samsung, Motorola, Xiaomi, Nokia, Realme e Apple, e decida qual celular comprar em 2021.

A seleção traz aparelhos com preços que partem de R$ 1.349 no comércio online. As possibilidades listadas abaixo trazem diversos destaques, entre eles as baterias de longa duração, como é o caso do Galaxy M62, o acesso ao 5G, oferecido pelo Moto G50 5G e o conjunto fotográfico elaborado, característica vista no Redmi Note 10S. Vários deles foram indicados ao Prêmio Melhores do Ano na categoria de melhor custo-benefício.

O Galaxy A52 é um representante intermediário da Samsung lançado em março deste ano pelo valor original de R$ 3.299. Entretanto, já pode ser visto com desconto na Amazon, por cifras a partir de R$ 2.099. Sua ficha técnica inclui tela de 6,5 polegadas, com resolução em Full HD+ e painel Super AMOLED. Para completar as especificações do display, a fabricante traz uma taxa de atualização de 90 Hz, que pode otimizar a experiência com séries, filmes e jogos.

Galaxy A52 inclui IP67 na ficha técnica — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O design do A52 é composto por uma tela com furo centralizado para acomodar a lente de selfies. A traseira, feita de plástico, traz um módulo que se mistura com o resto da estrutura do celular. Ele dispõe de resistência à água e poeira conferida pela certificação IP67, que o permite ficar mergulhado a uma profundidade de até um metro por 30 minutos.

Já em termos de câmera, o A52 traz um arranjo quádruplo, com sensores de 64 MP, 12 MP, 5 MP e 5 MP, além de um estabilizador ótico para os registros. A câmera frontal, por sua vez, usa um sensor de 32 MP.

A capacidade da bateria é de 4.500 mAh e a conexão disponibilizada é a LTE, diferentemente do modelo A52 5G, que oferece suporte à internet de quinta geração. Também marcam presença o processador Snapdragon 720G, a memória RAM de 6 GB e o armazenamento de 128 GB.

O Moto G9 Power é um lançamento de 2020 da Motorola com foco na autonomia da bateria. O aparelho desembarcou em dezembro no país por R$ 1.899 e pode ser encontrado por R$ 1.985 na Amazon. A bateria que acompanha o integrante da família Moto G9 dispõe de 6.000 mAh, quantidade capaz de conferir mais de dois dias longe das tomadas, de acordo com a fabricante.

Moto G9 Power tem bateria de 6.000 mAh — Foto: Vitor Grama/TechTudo

A telona de 6,8 polegadas marca presença entre as especificações do celular, assim como a resolução HD+ (1640 x 720 pixels) e o painel IPS LCD. Ele usa composição de plástico na parte traseira, que também abriga um módulo de câmera quadrado com abriga três sensores e um flash. A câmera frontal de 16 MP é alocada num entalhe no canto superior do display.

As câmeras do arranjo se distribuem entre principal, com 64 MP, macro e de profundidade, ambas com 2 MP. Já no que diz respeito ao processador, o G9 Power usa um chip de oito núcleos da Qualcomm, o Snapdragon 662, que trabalha em conjunto com a memória RAM de 4 GB. A memória interna entrega 128 GB.

3. Redmi Note 10S (R$ 2.759)

O Redmi Note 10S é o celular intermediário da Xiaomi lançado em maio por R$ 2.799, mas que atualmente sai por R$ 2.759 no site oficial. O modelo fez bonito perante o público, que o escolheu como melhor celular deste ano em termos de custo-benefício.

No caso da Xiaomi, é importante mencionar que o modelo pode ser encontrado por menos no varejo, mas a gigante chinesa enfrenta forte contrabando no país e não oferece garantia nem suporte técnico para produtos não-oficiais.

Redmi Note 10S tem câmera com lente de 64 MP e armazenamento de 128 GB — Foto: Divulgação/Xiaomi

O Note 10S traz uma câmera quádrupla com sensores de até 64 MP e bateria de 5.000 mAh, com promessa de autonomia de até dois dias. Além disso, o armazenamento se divide entre opções de 64 GB e 128 GB, ao passo que a memória RAM fica em 6 GB. É válido destacar que, para os consumidores que buscam por maior espaço para dados, o telefone permite aumentar a memória via cartão microSD de até 512 GB.

Em termos de desempenho, o chipset responsável por executar as tarefas no Note 10S é o Helio G95, um octa-core de até 2,05 GHz da MediaTek. O design do telefone conta com um painel de bordas reduzidas e com um entalhe central para o sensor de selfies. Há também uma traseira com um retângulo vertical que acomoda as lentes ultra wide, principal, macro e teleobjetiva. O acabamento inclui certificação IP53 e Gorilla Glass 3.

O Galaxy M62 é um modelo que também se destaca pela autonomia da bateria. Com 7.000 mAh, ele se encontra entre os telefones com maior capacidade disponível no mercado. Lançado há pouco mais de dois meses, o celular registra queda no preço inicial, que passou de R$ 3.499 para R$ 1.999 na Amazon. Ele foi vencedor do Prêmio Melhores do Ano, de acordo com a escolha do júri especializado.

Além da bateria, o M62 também se destaca pela memória RAM de 8 GB e pelo armazenamento de 128 GB.O processador que o acompanha é o Exynos 9825, de fabricação própria da Samsung, que opera com velocidade máxima de 2,73 GHz.

Galaxy M62 é campeão na categoria 'Celular com melhor custo-benefício' no Prêmio Melhores do Ano TechTudo 2021 — Foto: Divulgação/Samsung

Chama atenção a tela de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ e painel Super AMOLED Plus. O componente traz pouca interferência de bordas, com direito à câmera frontal num furo centralizado e sensor de digitais na lateral.

O Galaxy M62 conta com quatro câmeras: principal de 64 MP, ultra wide de 12 MP, macro de 12 MP e sensor de profundidade também de 5 MP. Já a câmera frontal tira selfies de 32 MP.

O Nokia 5.3 completa um ano de lançamento neste mês de novembro. O representante da Nokia chegou ao país pelo valor sugerido de R$ 1.899, mas registra desconto no varejo online, que o comercializa por R$ 1.349. A fabricante aposta na tela de 6,5 polegadas para o modelo em questão, que usa um painel LCD com resolução HD+ (720 x 1600 pixels) para exibir os conteúdos.

Assim como o 5.4, o 5.3 é direcionado ao mercado intermediário de entrada — Foto: Divulgação/Nokia

Entre as especificações da ficha técnica estão o processador Snapdragon 665, a memória RAM de 4 GB e o armazenamento de 128 GB, que conta com possibilidade de expansão por cartão microSD. A bateria entrega 4.000 mAh de capacidade e o modelo roda o Android 10 na versão de fábrica.

O design resgata o notch em forma de gota para a lente frontal, assim como evidencia a borda inferior, na qual está inserido o logo da fabricante. A parte de trás do Nokia 5.3 coloca um círculo no topo da estrutura para acomodar os sensores, que por sua vez ficam acima do leitor de digitais.

6. Realme 7 (R$ 2.499)

A Realme homologou os primeiros produtos que seriam comercializados no Brasil em outubro do ano passado. O Realme 7 chegou em uma das primeiras levas que inauguraram a fabricante no país e teve o preço sugerido de R$ 2.499.

Ele se destaca, entre outras coisas, pelo custo-benefício e por características como tela de 6,5 polegadas, resolução de 2400 x 1080 pixels e taxa de 90 Hz. O arranjo quádruplo usa sensores de até 64 MP, além de ganhar um sensor de preto e branco, que auxilia na obtenção de melhor contraste. A câmera de selfies registra fotos de 16 MP.

Realme 7 tira fotos de até 64 MP — Foto: Divulgação/Realme

Quanto ao chipset, a Realme investe no MediaTek Helio G95, um octa-core de até 2,05 GHz. Para trabalhar em conjunto, o telefone usa uma memória RAM de 8 GB e um armazenamento de 128 GB. Os 5.000 mAh da bateria prometem longas horas de autonomia e podem ser repostos com o carregador de 30W da fabricante, com estimativa de recarga total em 65 minutos.

O Moto G50 5G, como sugere o nome, é um celular que oferece suporte à internet móvel de quinta geração. Ele traz a tecnologia para os modelos intermediários da Motorola, assim como o Moto G100 e o Moto G 5G, mas por um valor mais em conta, de R$ 2.340. O design segue a mesma linha do Moto G30 na parte frontal: notch em formato de gota, bordas evidentes na parte de baixo.

Moto G50 5G oferece experiência de internet 5G — Foto: Divulgação/ Motorola

A tela de 6,5 polegadas e HD+ (720 x 1600) também acompanha a estrutura do G50 5G, assim como as três lentes do conjunto fotográfico. Os sensores ficam organizados em uma moldura da mesma cor do restante da traseira, enquanto o leitor de impressão digital se encontra na lateral.

As câmeras se dividem entre principal de 48 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade também com 2 MP. Os outros componentes do celular são o processador MediaTek Dimensity (octa-core de até 2,2 GHz), a memória RAM de 4 GB e o armazenamento de 128 GB. A bateria é de 5.000 mAh.

8. Galaxy S20 FE com Snapdragon (R$ 2.699)

O Galaxy S20 FE é uma versão mais simples do modelo premium da Samsung em 2020. Ele conta com duas opções de processador, mas somente aquela com chip Snapdragon, da Qualcomm, mostrou-se competente em termos de desempenho e livre de panes. Inicialmente ofertado em por R$ 4.990, o S20 FE com Snapdragon atualmente sai por cerca de R$ 2.699 na Amazon.

A tela de bordas mínimas tem 6,5 polegadas e conta com um display AMOLED. A resolução é Full HD+ e a taxa de atualização chega a 120 Hz, o que ajuda a conferir uma boa transição de imagens, sem deixar rastros no processo. Além disso, a estrutura traz resistência contra água e poeira assegurada pela certificação IP68.

Galaxy S20 FE combina design moderno, cores vibrantes e recursos icônicos da linha da Samsung — Foto: Reprodução/Samsung

Os sensores de imagem do S20 FE capturam até 12 MP e comportam uma câmera principal, uma ultra wide e uma teleobjetiva. Já a câmera de selfies reserva 32 MP para as fotos no estilo autorretrato.

Vale mencionar que o celular dispõe de duas opções de armazenamento: 128 GB ou 256 GB. A memória RAM acompanha essa lógica e varia entre 6 GB e 8 GB, respectivamente. A bateria do S20 FE tem 4.500 mAh.

O iPhone SE 2020 é um dos principais lançamentos da Apple no ano passado para quem busca um celular da maçã por valor mais em conta. Ele chegou ao mercado por R$ 3.699 e é encontrado por R$ 2.999 na Amazon. Seu processador é o A13 Bionic e o sistema que o acompanha de fábrica é o iOS 13.

iPhone SE (2020) usa chip A13 Bioninc e sistema iOS 13 — Foto: Divulgação/Apple

Uma importante ressalva para este modelo diz respeito ao design ultrapassado para os padrões atuais, visto que repete a estrutura do iPhone 8. Entretanto, é a única opção da Apple que se enquadra em cifras mais baixas. Para consumidores que podem gastar mais, hoje em dia o iPhone 12 e o iPhone XR têm sido opções mais interessantes, ainda que comprados de segunda mão.

O iPhone SE (2020) traz uma tela diminuta de 4,7 polegadas, com painel LCD e resolução de 1334 x 750 pixels. A câmera traseira do telefone usa uma única lente, de 12 MP, ao passo que a frontal disponibiliza 7 MP. A bateria estimada é de 1.821 mAh, valor calculado aproximadamente já que a Apple não divulga a capacidade oficial. O armazenamento pode ser de 64 GB, 128 GB ou 256 GB.

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo