Jogos casuais
Publicidade

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


PUBG Mobile, Honor of Kings (Arena of Valor) e Genshin Impact foram alguns dos jogos mais lucrativos para celular Android e iPhone (iOS) em 2021, segundo dados do site Sensor Tower que monitora o mercado mobile. O primeiro é uma versão do Battle Royale consagrado, enquanto Honor of Kings é um MOBA muito popular na China. Ambos os jogos tiveram um rendimento de mais de US$ 2,8 bilhões (algo em torno de R$ 15,9 bilhões, segundo a cotação atual) entre 1º de janeiro e 14 de dezembro, de acordo com o relatório publicado na última quinta-feira (16).

PUBG Mobile foi o game mobile que mais arrecadou em 2021 com suas partidas Battle Royale — Foto: Reprodução/Sensor Tower

Os games que mais faturaram no mercado mobile são também alguns dos mais populares na China, onde o mercado tem exigências específicas. PUBG Mobile é distribuído no país como "Game for Peace" com várias alterações, como ausência de sangue e personagens que não morrem ao serem atingidos, apenas dão tchau e desaparecem. O título da Krafton também enfrentou uma proibição na Índia, outro grande mercado mobile, mas foi relançado por lá em agosto com menos violência.

Já Honor of Kings é a versão chinesa do game que é internacionalmente conhecido como Arena of Valor, um popular MOBA da TiMi Studio. Todos os títulos da lista também são gratuitos e oferecem compras dentro de suas lojas para jogadores que desejam adquirir itens exclusivos, confira a seguir.

1. PUBG Mobile (2018) - US$ 2,8 bilhões (R$ 15,9 bilhões)

A versão mobile de PlayerUnknown's Battlegrounds é um game de tiro em terceira pessoa desenvolvido pela Tencent e simplifica muito da experiência mais técnica do game para PC. Jogadores são lançados em uma grande ilha com outros 100 competidores e precisam se equipar com os armamentos que encontrarem para enfrentá-los.

Recentemente o game recebeu um novo modo com os personagens da animação de League of Legends, Arcane, em um evento especial e em janeiro terá uma colaboração com o filme Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa. Uma nova versão do jogo chamada PUBG New State também foi lançada com visuais voltados para dispositivos mais potentes e narrativa futurista.

PUBG Mobile traz uma versão simplificada de PlayerUnknown's Battlegrounds que captura a essência do game — Foto: Reprodução/Google Play

2. Honor of Kings (2015) - US$ 2,8 bilhões (R$ 15,9 bilhões)

Também conhecido como Arena of Valor, Honor of Kings é um dos mais populares MOBAs da China, um game de arena multiplayer online semelhante a outros do gênero, como League of Legends. Em Honor of Kings, jogadores se reúnem em times de 5x5 e tentam conquistar pontos de interesse pelo mapa ao derrubar torres inimigas até poderem atacar a base de seus oponentes. O grande destaque do jogo fica para o belo design de seus campeões que visualmente são bem diferentes uns dos outros. Em dezembro o game recebeu a personagem Arlequina da DC Comics como uma de suas skins.

Honor of Kings, também conhecido como Arena of Valor, é um MOBA bastante popular na China — Foto: Reprodução/Google Play

3. Genshin Impact (2020) - US$ 1,8 bilhão (R$ 10,25 bilhões)

Desenvolvido pela produtora chinesa Mihoyo, Genshin Impact é um grande RPG de mundo aberto que trouxe um alto nível de produção raramente visto em jogos mobile. O game permite que usuários explorem um grande mundo repleto de cidades e missões para completar, enfrentando monstros pelas dungeons, para assim avançar na história.

O título possui elementos de um "gacha", onde os jogadores pagam um certo valor para poder adquirir um ou mais itens e heróis de maneira aleatória. Genshin Impact receberá sua próxima grande atualização, batizada de 2.5, no final de janeiro de 2022 ou início de fevereiro, com uma nova área para explorar e novos personagens, segundo vazamentos.

Genshin Impact traz um grande RPG de mundo aberto como raramente visto em dispositivos mobile — Foto: Reprodução/Google Play

4. ROBLOX (2012) - US$ 1,3 bilhão (R$ 7,4 bilhões)

Diferente dos outros jogos da lista, Roblox é uma plataforma feita para jogar e também para criar games. Voltado para o público infantil, em Roblox usuários podem criar seu próprio jogo 3D sem precisar de muita noção de programação ou modelagem, apenas com recursos fornecidos pelo próprio aplicativo.

Além da criar, é possível também jogar os títulos de outros jogadores que vão desde games originais criados especialmente para a plataforma até títulos produzidos por fãs baseados em animes, como Demon Slayer, Jojo's Bizarre Adventure, My Hero Academia, Ataque dos Titãs, entre outros.

Um dos games mais diferentes da lista, Roblox é uma plataforma que permite criar e jogar diversos games — Foto: Reprodução/Google Play

5. Coin Master (2015) - US$ 1,3 bilhão (R$ 7,4 bilhões)

Um game bastante conhecido por suas propagandas com celebridades, Coin Master traz pouca gameplay, porém é extremamente viciante. O jogo alterna basicamente entre dois pontos: construir sua cidade com moedas e rolar a sorte em um caça-níquel para obter mais moedas.

O caça-níquel ocasionalmente também permite atacar a vila de outros jogadores para roubar suas moedas ou obter escudos para se proteger de ataques. A quantidade de giros é limitada por tempo, mas é possível ultrapassar os limites ao pagar dinheiro real, o que muitos usuários optam por fazer para não frear o desenvolvimento de sua cidade.

Coin Master é um game viciante que apesar de não ter muita jogabilidade incentiva usuários a construírem suas vilas com lucros de caça-níqueis — Foto: Reprodução/App Store

6. Pokémon GO (2016) - US$ 1,2 bilhão (R$ 6,83 bilhões)

Pokémon GO é um jogo de realidade aumentada que permite capturar os famosos monstrinhos dos games no mundo real através de GPS. Devido à pandemia, o título teve muitas mudanças nos últimos anos. Entre elas está o aumento de alcance das PokéParadas, pontos que estão espalhados pelo mapa para serem visitados, e pacotes de itens grátis para usuários em isolamento que não saíram de casa para jogar.

No mês de dezembro o game encerrou a "Temporada de travessura" e deu início à "Temporada de legado", que ficará disponível até março de 2022. Nela, o Professor Willow precisará da ajuda dos treinadores para descobrir como abrir uma porta misteriosa e qual Pokémon pode estar atrás dela.

Pokémon Go oferece uma chance de capturar os monstrinhos dos games no mundo real e foi um dos games que mais mudou durante a pandemia — Foto: Reprodução/Pokémon Go

7. Candy Crush Saga (2012) - US$ 1,2 bilhão (R$ 6,83 bilhões)

Um dos games mais clássicos e conhecidos dos smartphones e tablets, Candy Crush Saga continua forte apesar de ter sido lançado em 2012. O jogo é um dos quebra-cabeça mais populares para celular. A gameplay consiste em movimentar doces para realizar combinações do tipo "Combine 3", porém quanto mais doces iguais combinar, maiores serão os combos, que garantem acesso a doces poderosos como brigadeiros. O nível aumenta gradualmente com a introdução de desafios açucarados como chocolates, que garantem que nem sempre o jogador passe as fases de primeira e precise tentar várias vezes.

O clássico Candy Crush continua um dos jogos mobile mais populares, reconhecidos e lucrativos — Foto: Reprodução/Google Play

8. Free Fire (2017) - US$ 1,1 bilhão (R$ 6,26 bilhões)

Especialmente popular no Brasil, Free Fire Battlegrounds da Garena é um Battle Royale simplificado que oferece partidas mais rápidas com apenas 50 jogadores. O game também possui visuais mais simples para rodar bem em dispositivos que tenham configurações modestas, o que o torna mais popular que alguns concorrentes em vários países. Usuários com dispositivos mais potentes podem também baixar a versão Free Fire Max, que permite jogar o game com gráficos melhorados. O jogo recebeu um novo mapa em dezembro chamado Alpine que se passa em uma área com nevascas.

Free Fire Battlegrounds da Garena oferece partidas Battle Royale mais rápidas para dispositivos que tenham configurações menos potentes — Foto: Reprodução/Google Play

Mais do TechTudo