Qual Comprar?

Por Vitória Bernardes, para o TechTudo


Um monitor gamer pode ajudar bastante a sua experiência ao jogar. Com resoluções e taxas de quadro altas, além de um tempo de resposta mais ágil do que modelos convencionais, esse tipo de periférico proporciona um gameplay mais fluido e potente aos gamers. Isso porque as telas "comuns" do mercado nem sempre conseguem suportar as resoluções indicadas pelos jogos, o que pode prejudicar a sua performance.

Embora sejam a melhor opção para jogadores, antes de escolher um modelo é preciso se atentar a alguns pontos importantes - como a própria capacidade do seu PC e o tipo de game que você joga, por exemplo. Pensando nisso, veja no guia de compras a seguir sete coisas que você deve prestar atenção antes de comprar um monitor gamer.

Saiba o que analisar na hora de comprar um monitor gamer — Foto: Reprodução/TechTudo

Como usar o monitor gamer como TV? Veja dicas no Fórum do TechTudo.

1. A capacidade do seu PC

O desempenho de um monitor gamer depende da potência do seu computador. Por isso, antes de escolher alguma tela, é importante ficar atento às capacidades gerais do seu PC. Embora características como resolução Full HD ou HDR+ otimizem a imagem dos jogos, a placa de vídeo da sua máquina precisa fornecer suporte para essas funções. Caso conte com uma GPU ultrapassada, a qualidade de imagem durante as partidas pode ser reduzida e até mesmo prejudicar a jogatina.

Por isso, na hora de procurar o monitor gamer no mercado, verifique qual a placa de vídeo que está instalada no seu PC. É importante também verificar qual é o seu processador e se ele suporta os jogos que fazem parte da sua coletânea. Com essas informações em mãos, escolha opções que condigam com as capacidades de sua máquina.

O monitor gamer exige que outras peças também tenham a sua mesma potência — Foto: Reprodução/Sean Do

2. Tamanho e resolução do monitor

O tamanho do monitor gamer é uma escolha bastante particular, mas que pode ter impacto nas jogatinas. O mais comum e indicado para jogadores são modelos com mais de 20 polegadas, mas há também opções menores que oferecem qualidade ao gameplay.

Em relação à resolução, para deixar as partidas interativas e reais, o ideal é selecionar telas com resolução a partir de Full HD (1920 x 1080p). Alguns modelos de ponta oferecem até mesmo suporte a 4K, como o LG Ultra HD 4K de 27 polegadas, que custa a partir de R$ 2.899 na Amazon. Essas opções costumam ser mais caras e dependem da capacidade gráfica do seu PC. Vale lembrar também que existem outras configurações que otimizam a imagem durante gameplays, como o HDR+ e modo jogo.

Um monitor gamer barato disponível no mercado brasileiro é o LG Ultrawide 25UM58G. Essa opção é bastante completa e oferece para os usuários uma tela de 25 polegadas com resolução Full HD. Pode ser encontrado na Amazon por cerca de R$ 1,2 mil.

Os tipos de monitores podem interferir na escolha do usuário — Foto: Reprodução/Twitter

3. Taxa de atualização e tempo de resposta

Para usuários que buscam partidas fluidas, entender a taxa de atualização e tempo de resposta do monitor gamer é fundamental para a compra certa. Medida em Hz, a taxa de atualização nada mais é do que a frequência em que a tela atualiza as informações. Quanto maior o número, mais rápido é feito esse processo.

Já o tempo de resposta tem sua métrica em milissegundos (ms) e corresponde à rapidez na alternância de cores do monitor. Desse modo, quanto menor o número desse intervalo, mais rápido ele é - e, consequentemente, mais fluida é a sua partida.

Modelos convencionais oferecem geralmente 60 Hz de atualização e 2 ms de resposta. Já monitores desenvolvidos para o público gamer podem chegar até 280 Hz e 0.5 ms, o que proporciona partidas sem nenhum tipo de ruído ou interferência na imagem. Vale lembrar que, assim como as demais configurações, essas métricas dependem da capacidade gráfica do seu PC. Além disso, apesar dessa ser uma configuração interessante, ela pode fazer com que o valor despendido no periférico suba.

O monitor gamer Acer Predator XB253Q alcança a taxa de atualização de 280 Hz em alguns jogos e até mesmo 0.5 m/s de resposta. Seu preço é um pouco mais elevado, saindo por aproximadamente R$ 2.699 na Amazon. Vale lembrar que outras características também complementam o modelo, como a resolução Full HD e a função Dark Boost, que ajusta o contraste em cenas escuras.

Para quem está com um orçamento mais custo, opções que chegam até 165 Hz e 0.5 ms, como o Acer KG241Q-S, já conseguem dar conta do recado. Com tela de 23.6 polegadas, esse monitor gamer pode ser encontrado por valores a partir de R$ 1,6 mil na Amazon.

Quanto maior for a taxa de atualização do monitor, mais fluidez o jogador encontra durante a troca de cenas — Foto: Divulgação/Samsung

4. Quais os tipos de jogo que você joga

Um ponto muito importante na hora de escolher um monitor gamer é entender quais jogos são de sua preferência e quais suas resoluções. Opções mais antigas, como o The Sims 4 e GTA San Andreas, não exigem que o usuário tenha um PC com peças e periféricos tão potentes. Desse modo, um monitor simples, Full HD e de 60 Hz, já pode dar conta do recado.

Porém, para jogadores que curtem games mais novos, como Deathloop, FIFA 21 e Valorant, é necessário investir em opções potentes para obter a melhor performance possível. Até mesmo títulos um pouco mais antigos, como The Witcher 3: Wild Hunt, demandam um computador mais avançado um monitor que suporte todas as configurações recomendadas. Um bom exemplo de tela para esse tipo de jogatina é o AOC Hero, que conta com 144 Hz a 1ms e custa por volta de R$ 2 mil na Amazon.

Vale lembrar também que, para que tudo funcione bem, é preciso avaliar como está a performance do seu PC. Usar o monitor gamer sem o auxílio de um bom processador e de uma boa placa de vídeo pode decepcionar, já que as peças não estariam em equilíbrio para funcionar com seu máximo poder. Por isso, na hora de escolher, leve em consideração a configuração de sua máquina.

Na hora de comprar e baixar o jogo, veja quais as configurações mínimas para a jogatina — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

5. Se tem suporte G-Sync/FreeSync

Uma configuração interessante nos monitores gamers é o suporte para G-Sync ou FreeSync. Essas são funções que "dialogam" com a placa de vídeo e permitem diminuir o ruído durante a troca de quadros, otimizando ainda mais a taxa de atualização do monitor. É uma característica avançada, que pode deixar a imagem da tela mais real e imersiva para o jogador. No entanto, nem todos os modelos oferecem a configuração.

O monitor LG Ultragear 24ML600M é uma alternativa vendida no mercado brasileiro e que oferece a opção de FreeSync. O modelo disponibiliza para os jogadores imagem Full HD a 1ms em uma tela de 24 polegadas, e custa a partir de R$ 1,3 mil na Amazon.

FreeSync e G-Sync são funções que podem otimizar ainda mais a experiência da sua partida — Foto: Divulgação/Samsung

6. O tipo de monitor que você quer

É possível encontrar monitores gamer em vários tipos e formatos. No mercado, além das convencionais, há também telas curvas e ultrawide. Os diferentes modelos têm impacto na sensação durante o gameplay. Desse modo, para quem busca mais imersão, o monitor AOC Agon, que é curvo e tem 32 polegadas, pode ser a opção ideal. O modelo custa em torno de R$ 2.200 na Amazon.

Já para quem prefere ultrawide ou simplesmente tem orçamento mais curto, o LG 25UM58G dá conta do recado. Com imagem Full HD a 1ms, esse monitor gamer tem 25 polegadas e custa por volta de R$ 1,2 mil na Amazon.

É importante salientar que o tipo do monitor precisa vir equilibrado com a resolução da imagem. Se o preço dos modelos ultrawide e curvos estiverem muito altos, a alternativa é escolher versões convencionais, com formato retangular.

O usuário deve escolher entre modelos com tela ultrawide, curva ou convencional — Foto: Divulgação/LG

7. Seu orçamento e suas preferências

Antes de qualquer compra, é importante analisar seu orçamento e suas preferências enquanto gamer e usuário. Caso trabalhe com ilustração ou edição de vídeos, por exemplo, pode ser interessante investir em modelos 4K, que garantirão mais qualidade de imagem. Além disso, avalie também alguns aspectos que seus jogos de preferência exigem, como a resolução mínima.

No final, o monitor gamer perfeito é aquele que cabe no seu bolso e que condiz com a sua jogatina. Por isso, procure alternativas que representem o seu gosto pessoal e que supram o que seu jogo favorito pede para rodar com qualidade. Se forem games mais simples, não é necessário comprar um modelo de monitor super avançado. Agora, se você pretende jogar games potentes e atuais, pode ser interessante fazer um investimento maior.

Na hora de escolher o monitor gamer, opte pelo que cabe no seu bolso e que atende às suas expectativas — Foto: Reprodução/Unsplash

Com informações de PCMag, PCWorld e Gamespot

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Windows 11: veja cinco destaques do novo sistema da Microsoft

Windows 11: veja cinco destaques do novo sistema da Microsoft

Mais do TechTudo