Notebooks
Publicidade

Por FIlipe Garrett, para o TechTudo


É possível prolongar a vida útil do seu notebook com cuidados para evitar acidentes, boas práticas para não estressar demais a bateria e até mesmo garantir uma performance melhor, lembrando de desligar e reiniciar o notebook de vez em quando, por exemplo.

O TechTudo montou uma lista de medidas que você pode tomar para desenvolver hábitos e ter mais cuidado com o laptop. Bem preservado, um notebook pode durar muitos anos — algo que, tendo em vista os preços atuais, acaba se tornando uma necessidade para alguns. Confira as dicas abaixo.

Cuidado com quedas: evite deixar o notebook na beirada — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

1. Previna acidentes

Geralmente, notebooks não são à prova d’água (o mais comum é a promessa de resistência contra derramamento sobre o teclado), e isso pede cuidado na hora de usar o portátil com uma bebida, por exemplo. Se você derramar algo sobre o computador, tiver um pouco de sorte e for ágil para desligar a máquina pode ser possível que, em uns dias, tudo seque e você possa usar o seu computador normalmente. De qualquer forma, procure recorrer sempre a algum profissional para maior segurança.

Outro tipo de acidente recorrente com um dispositivo que você pode carregar para todo lugar são as quedas. Diferentes intensidades de impacto, ângulos e materiais de acabamento acabam afetando o resultado, mas é comum que notebooks de plástico acabem com trincas e painéis quebrados. Outro risco é a quebra da tela, cenário em que o prejuízo pode ser grande.

Além de procurar evitar deixar o notebook em cantos e no limite da mesa, é importante procurar transportá-lo fechado: com a tela recolhida, diminui o risco de quebrá-la. Animais de estimação — especialmente gatos em busca de calor — são outro fator de risco: quando o bichinho está por perto, é bom ficar mais atento e procurar deixar o notebook fora de seu alcance.

2. Cuide bem da bateria

Cuidado com líquidos e comida perto do notebook: há muitos pontos de ingressão — Foto: Fabricio Vitorino/TechTudo

Baterias atuais são relativamente resilientes, mas estão sujeitas a estresse e desgaste com o tempo. Como você não pode vencer a entropia, o melhor a se fazer é criar alguns hábitos que contribuem para atenuar o desgaste e possibilitar que o estresse sobre o componente seja diminuído.

Entre as dicas, está o uso de ferramentas que impedem a bateria de carregar acima de certo ponto: notebooks de algumas marcas, como a Samsung, oferecem o recurso, que bloqueia a recarga a até 85%, diminuindo sensivelmente o esforço do componente (você pode liberar os 15% restantes com poucos cliques, caso precise melhorar a autonomia).

Há muita informação contraditória a respeito das melhores práticas a respeito de como usar a bateria do laptop. No geral, o consenso de especialistas, como o Battery University, está em diminuir a intensidade de ciclos de descarga — não indo até 0%, por exemplo.

Os especialistas também desmitificam a ideia de que deixar o notebook na tomada é nocivo à bateria: componentes atuais são produzidos para funcionar nesse estado e, se você tiver acesso a um recurso de bloqueio de recarga até certo nível — como mencionamos anteriormente — fica ainda mais confortável deixar o notebook na tomada o tempo todo.

3. Atenção ao ambiente

Uso do notebook em ambiente limpo e livre de poeira pode contribuir para aumentar a vida útil — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Você também precisa ter atenção com as condições do ambiente em que usa o computador. Longos períodos debaixo do sol — seja com o computador ligado, seja com ele em repouso — não são uma boa ideia, já que calor pode comprometer a integridade do hardware.

Da mesma forma, é interessante evitar o uso em ambientes muito abafados, já que o computador terá dificuldade de trocar calor com o ar, aumentando a temperatura interna — algo que pode reduzir a vida útil da máquina, diminuir a performance e, em casos extremos, contribuir para travamentos.

Também é boa ideia procurar usar o computador com as mãos limpas para reduzir a oleosidade de teclas e superfícies, como o touchpad ou a tela em máquinas touch. Caso precise dar aquela geral no seu computador, temos guias para ajudar você a limpar corretamente o seu notebook.

4. Não force a tela ou portas

Não force conectores: você pode danificar soldas e comprometer o funcionamento das interfaces do notebook — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Telas LCD de laptops são delicadas e propensas a quebras. Como essas peças custam caro, a recomendação é ser cuidadoso na hora de abrir e fechar o notebook: não forçar as dobradiças (que geralmente abrigam os cabos flat que ligam LCD à placa do notebook) ao abrir e ter cuidado para não fechar o notebook com algo sobre o teclado são dicas importantes para evitar dores de cabeça.

Portas e conectores também precisam ser tratados com cuidado. É comum que as interfaces do notebook só sejam encaixadas ao chassi e sua única fixação consista nos pontos de solda do conector com a placa do laptop: ao exercer força excessiva sobre o plug, você pode acabar danificando essas soldas. Se elas forem quebradas e interrompidas, o conector pode deixar de funcionar e você terá de recorrer a um técnico experiente com equipamento para realizar o conserto.

5. Desligue ou reinicie o computador de vez em quando

Reiniciar o computador de vez em quando é uma boa ideia para garantir mais performance — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Se não estiver usando, procure deixar o notebook desligado: circuitos eletrônicos não têm partes móveis, mas ainda assim estão sujeitos a limites de vida útil. Além disso, seu sistema operacional irá se beneficiar de reinicializações completas de vez em quando, o que pode garantir maior desempenho quando você realmente precisar do laptop.

Reinicializações (especialmente em modelos com SSD) não demoram muito e podem ser bastante benéficas no começo de uma jornada de trabalho, por exemplo. Além disso, a medida permite que atualizações pendentes de sistema e componentes de drivers sejam realizadas, o que também é importante.

6. Atualize os softwares e o sistema operacional

Manter softwares diversos, drivers e sistema operacional em dia é uma medida que, se por um lado terá pouco efeito na durabilidade do notebook, por outro pode trazer mais tranquilidade e até mais desempenho. Atualizações são liberadas por desenvolvedores para corrigir bugs, melhorar a estabilidade de suas aplicações, mas também corrigir falhas graves de segurança e até melhorar performance — caso típico de drivers de placa de vídeo, por exemplo.

Mais do TechTudo