Semana do Consumidor
Publicidade

Por Guilherme Ramos, para o TechTudo


A Semana do Consumidor 2022 terá início na próxima segunda-feira (14) e acontece até domingo (20), promovendo diversas ofertas em diferentes segmentos do comércio. O evento anual ocorre em celebração ao Dia do Consumidor, comemorado no Brasil em 15 de março. Assim como em outras datas que envolvem descontos e promoções, como a Black Friday, é importante que o comprador tenha cuidado ao escolher produtos e lojas para não sair no prejuízo.

A grande procura por promoções online favorece a aplicação de golpes, que vão desde a oferta descontos de falsos por lojas legítimas até a criação de sites maliciosos capazes de roubar dados financeiros do consumidor. O cenário reforça a importância de comparar preços e atentar para a confiabilidade dos estabelecimentos. Pensando nisso, o TechTudo preparou uma matéria explicando tudo o que você precisa saber sobre a Semana do Consumidor. Confira, a seguir, quais são as lojas participantes e veja dicas para comprar barato com segurança.

Semana do Consumidor 2022: matéria explica tudo o que você precisa saber sobre o evento de compras — Foto: Unsplash

O que é e quando começa a Semana do Consumidor?

A Semana do Consumidor é um evento que ocorre no entorno de uma data especial para o setor de vendas: o Dia do Consumidor, celebrado em 15 de março. Por conta disso, várias empresas aproveitam a semana – e, em alguns casos, até o mês inteiro – para anunciar ofertas e oferecer descontos em diferentes mercadorias e serviços. O período também é marcado pela procura de produtos eletrônicos mais em conta, como celulares e notebooks.

Em 2022, o evento semanal ocorrerá entre os dias 14 e 20 deste mês, no e-commerce e em lojas físicas. Unidades presenciais de grandes varejistas apresentam promoções e podem seguir disponibilizando vantagens até mesmo depois do evento. Além de descontos, é possível encontrar benefícios como cashback, parcelamento de compras sem juros, cupons e frete grátis.

Quais são as lojas participantes?

Grandes empresas de diferentes setores aderem à Semana do Consumidor. Nesta edição, um dos participantes de destaque é a Amazon, loja bastante conhecida por embarcar em períodos promocionais e oferecer descontos em produtos e entregas grátis. Varejistas nacionais de renome, como Magazine Luiza, Lojas Americanas, Casas Bahia e Ponto — antigo Pontofrio — também participam do evento. Os descontos prometidos chegam a 80%.

Amazon é um dos participantes da Semana do Consumidor 2022 — Foto: Getty Images/SOPA Images

Além disso, marketplaces como Mercado Livre e Shopee também apresentam condições especiais de compras ao longo da semana. É possível economizar ainda nas lojas digitais de games, como a do PlayStation, que reduziu o preço de alguns jogos em até 40%.

Como comprar barato?

Para aproveitar as ofertas da Semana do Consumidor e não ser enganado, é preciso estar de olho nos preços. A principal dica é monitorar a variação de preço do produto desejado nos últimos dias e semanas. Nesse sentido, ferramentas como Compare TechTudo, Buscapé e Zoom podem ser bons aliados dos consumidores, já que permitem verificar se o valor atual é, de fato, o mais barato.

Se quiser economizar dinheiro, consumidor deverá comparar preços antes de comprar — Foto: Getty Images

Procurar por cupons de desconto também é uma prática que pode render uma boa economia na hora de fechar o carrinho. Além disso, algumas lojas costumam oferecer cashback durante o evento, o que é útil para recuperar uma porcentagem da compra no futuro. Seguir os varejistas de interesse nas redes sociais também é uma forma de ficar por dentro dos descontos e poder aproveitar eventuais vantagens.

Como comprar com segurança?

Além de se atentar aos preços, é preciso procurar sobre as lojas nas quais se pretende comprar. Buscar avaliações e comentários em plataformas como o Reclame Aqui pode oferecer um bom parâmetro sobre a qualidade de atendimento e reputação dos comerciantes em questão. A segurança do site também deve ser levada em consideração: os endereços devem conter um ícone de cadeado antes da URL, seguido pela sigla "HTTPS" (Hyper Text Transfer Protocol Secure). Isso significa que as comunicações entre o site e o dispositivo são criptografadas.

Consultar o CNPJ da loja na Receita Federal e verificar se o site consta da lista de lojas para evitar elaborada pelo Procon-SP também são boas práticas pré-compra, assim como ficar atento a informações referentes ao frete e às normas de devolução de cada loja. É recomendado ainda que o consumidor guarde prints do processo de compra – desde a página da oferta, passando pelo carrinho até o check-out – e a nota fiscal do produto. A atitude ajuda na resolução de eventuais problemas pós-compra.

Com informações de Amazon, PlayStation e InfoMoney

Veja também: Três dicas para economizar e não cair em fraudes na Semana do Consumidor

Semana do Consumidor: 3 dicas para economizar e não cair em fraudes

Semana do Consumidor: 3 dicas para economizar e não cair em fraudes

Mais do TechTudo