E-commerce
Publicidade

Por Thaisi Carvalho, para o TechTudo


Sites de compras da China permitem importar produtos por preços mais baixos. Lojas como AliExpress, Banggood e Shein oferecem opções de produtos variados, que vão desde roupas e sapatos até itens eletrônicos como celulares, e entregam no Brasil. O TechTudo separou seis opções de e-commerce chineses para você realizar compras virtuais e os seus principais recursos.

Vale lembrar que, quando o consumidor adquire produtos de sites de venda chineses, está sujeito a pagar uma taxa imposta pela Receita Federal. É importante considerar o imposto, aplicável a quaisquer mercadorias vindas do exterior, no cálculo antes de comprar.

Site de compras da China: lista reúne seis opções que entregam produtos no Brasil — Foto: Lucas Santos/TechTudo

Onde verificar reclamações de e-commerce? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo

O AliExpress, serviço pertencente ao grupo Alibaba, é um dos maiores marketplaces do mundo e abrange mais de dez categorias de produtos à venda. São roupas femininas e masculinas, eletrônicos, joias, bolsas, brinquedos, saúde, beleza, reforma, automóveis, entre outros. O marketplace tem diversas lojas cadastradas, inclusive brasileiras. O AliExpress aceita formas de pagamento como cartão de crédito e débito, dinheiro, boleto bancário, PayPal, Mercado Pago e cartões internacionais, dependendo do caso.

AliExpress é um dos maiores marketplaces do mundo — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

Segundo o Reclame Aqui, o site de compras chinês teve nota 5,3 nos últimos seis meses – o que configura uma reputação ruim. Os principais problemas referem-se a produtos não recebidos, pagamentos, reembolsos e defeitos. No entanto, a empresa respondeu 100% das reclamações e resolveu 46,3% dos problemas. O AliExpress está disponível na web e em aplicativos para celulares Android e iPhone (iOS).

Shopee é um marketplace de Cingapura que exporta produtos para o Brasil. Similar ao AliExpress, o site vende produtos de diversas categorias, que vão de roupas até livros, papelaria, alimentos e produtos para animais domésticos. Uma das diferenças em relação ao primeiro é que na Shopee existe uma aba na qual o consumidor consegue ver quais são os vendedores brasileiros cadastrados na plataforma.

Saiba como comprar da China com a Shopee — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

O e-commerce, também disponível em app, aceita pagamentos feitos por cartão de crédito, boleto bancário, Pix e cartão de débito virtual da Caixa Econômica Federal. No Reclame Aqui, a reputação da empresa obteve nota 7,4 nos últimos seis meses, o que é considerado bom, com mais de 98% das reclamações atendidas e resolução de mais de 76% dos problemas apresentados.

Outra opção de site chinês é o Banggood, loja online que oferece produtos variados e baratos. A plataforma, disponível na web e com aplicativo para celulares, oferece uma grande quantidade de categorias, incluindo ferramentas científicas, lâmpadas, robôs, drones e instrumentos musicais. Um diferencial deste site em relação aos concorrentes são as formas de pagamento. Mais de 40 métodos são aceitos – transferência, carteiras virtuais, PayPal, boleto, cartão de crédito, entre outros.

Banggood é uma forma de fazer compras da China pela Internet — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

No Reclame Aqui, consumidores avaliaram a reputação da empresa com nota 4,2 nos últimos seis meses. Apesar de 100% das reclamações terem sido respondidas, pouco mais de 31% dos problemas foram resolvidos. Questões relacionadas a pagamento e entrega e problemas com a categoria de celulares e smartphones foram destaque entre as queixas.

4. DealExtreme

DealExtreme é um site chinês que vende produtos bastante variados e por um preço baixo. São diversos itens eletrônicos, celulares e novidades tecnológicas em destaque na plataforma. Os clientes podem fazer os pagamentos via boleto bancário, cartão de crédito e débito nacional e internacional, Mercado Pago, PayPal e WebMoney. Vale ressaltar que os preços dos produtos e custos de envio são cotados em dólar.

DealExtreme possui grande variedade de produtos importados da China — Foto: Reprodução/Barbara Mannara

A reputação da empresa não é boa no site Reclame Aqui. Isso porque, nos últimos 12 meses, o site não respondeu as reclamações dos clientes. Recentemente, a marca não obteve nota, já que não teve um número expressivo de avaliações.

Com destaque para produtos eletrônicos, eletrodomésticos e smartphones, a Gearbest é uma loja online focada em tecnologia, mas que também vende produtos de outras categorias. O site de compras da China aceita pagamentos via PayPal, boleto bancário, cartão de débito e de crédito, sendo que é possível parcelar em até 12 vezes o valor da compra.

Gearbest é destaque de importação de produtos tecnológicos — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

A reputação da empresa no site Reclame Aqui teve desempenho pouco satisfatório para os clientes, que não recomendaram o e-commerce. Nos últimos seis meses, apenas 8,5% das reclamações foram atendidas, sendo que os maiores problemas são relacionados aos celulares, smartphones e atraso na entrega.

Um destaque de site da China para comprar roupas é a Shein. A plataforma conta com inúmeras opções voltadas ao vestuário de adultos e crianças, e disponibiliza promoções, cupons de desconto e frete grátis com frequência. A plataforma chinesa permite que os pagamentos sejam feitos via Pix, boleto bancário, cartão de crédito, PayPal e cartões de débito e crédito internacionais.

Loja chinesa Shein possui diversas opções de roupas para venda online — Foto: Thaisi Carvalho/TechTudo

Outro fator de destaque deste e-commerce em relação aos concorrentes é a sua reputação – clientes deram nota 7,8 para a empresa no site Reclame Aqui. Além disso, a Shein respondeu quase 95% das reclamações feitas e resolveu cerca de 78% dos problemas nos últimos seis meses. A categoria que obteve mais problemas foi a de moda feminina, com cerca de 25% das reclamações.

Dicas para fazer compras seguras

Para fazer compras online com segurança, é indispensável tomar alguns cuidados. Atitudes como verificar a reputação da loja e os comentários dos clientes antes de comprar, evitar clicar em links de promoções compartilhados via WhatsApp e não salvar informações bancárias no navegador são exemplos de boas práticas. Lembre-se de guardar prints de tela de todo o processo de compra e também notas fiscais para entrar em contato com a empresa em caso de problemas.

Com informações de AliExpress, Shopee, Banggood, DealExtreme, Gearbest, Shein, Reclame Aqui (1, 2, 3, 4, 5 e 6)

Veja também: como achar cupons de desconto do site Compra Certa

Como achar cupons de desconto do site Compra Certa

Como achar cupons de desconto do site Compra Certa

Mais do TechTudo