Esports
Publicidade

Por Alexandre Bueno, para o TechTudo


Rainbow Six: Siege traz uma grande variedade de personagens. O jogo de tiro em primeira pessoa da Ubisoft conta hoje com 63 operadores, divididos entre atacantes e defensores, cada um com funções e utilidades diferentes. Considerando o estado do meta atual e as escolhas feitas tanto em partidas rankeadas quanto no cenário competitivo, listamos abaixo 10 dos melhores agentes para se jogar no modo competitivo e facilitar a escalada de patentes. O game está disponível para PC, PlayStation 4 (PS4), PlayStation 5 (PS5), Xbox One e Xbox Series X/S.

Rainbow Six tem 63 personagens divididos nas funções de ataque e defesa; veja os 10 melhores para jogar em 2022 — Foto: Divulgação/Ubisoft

👉 O que é clutch no Valorant? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo

1. Finka

A atacante russa é a nova queridinha dos entry fraggers, jogadores que costumam entrar primeiro no bomb e ganhar espaço. Isso se deve, em grande parte, à sua capacidade de destruir gadgets inimigos à prova de balas. O meta atual exige que atacantes usem explosivos para lidar com uma variedade de objetos, como as Banshees, Escudos Ajustáveis e câmeras à prova de balas. Por isso, Finka, que traz consigo duas granadas de fragmentação e o canhão de mão Gonne-6 como opção de arma secundária, é uma dos operadoras mais presentes no modo competitivo.

Sua habilidade Pico de Adrenalina, permite curar os aliados onde quer que estejam, podendo inclusive ser usada para levantar aqueles derrubados pelos inimigos. Além de restaurar vida, o Pico de Adrenalina também confere outros benefícios, como aumentar a velocidade ao passar por arame farpado, por exemplo. Em termos de armamentos, tanto o rifle de assalto Spear .308 quanto a metralhadora leve 6P41 são sólidas opções.

A entry fragger Finka é a atacante mais escolhida do Brasileirão de Rainbow Six: Siege, por exemplo — Foto: Divulgação/Ubisoft

Com 58%, Finka possui a maior taxa de escolha entre os atacantes no Brasileirão 2022. Nas partidas rankeadas, a operadora apresenta 52% de taxa de vitórias, além de uma taxa de eliminações/mortes de 1.04.

2. Hibana

Dentre os diferentes hard breachers disponíveis em Siege, a japonesa Hibana é a mais versátil. Seu lançador de X-Kairos permite escolher o tamanho das aberturas que quer fazer, possibilitando a criação tanto de entradas quanto de novas linhas de visão em paredes reforçadas. Além disso, ela é a única capaz de abrir três alçapões reforçados em uma rodada, sendo instrumental para o ataque em mapas como Banco e Casa de Campo.

Ainda que a função de hard breacher tenha um papel de suporte, os armamentos disponíveis para a atacante oriental não devem ser subestimados. O rifle Type-89 apresenta excelente cadência de disparos e uma gama de opções de miras de curto e médio alcance. Já a Bearing-9, sua pistola-metralhadora, é uma das melhores opções de arma secundária do jogo.

Dos quatro hard breachers de Rainbow Six: Siege, Hibana é a mais versátil — Foto: Divulgação/Ubisoft

Hibana ainda traz consigo três granadas atordoantes, úteis não apenas contra os adversários, mas também para desabilitar gadgets inimigos como Sistemas de Defesa Ativa e Sistemas MAG-NET. Isso permite que as granadas de fragmentação dos aliados possam destruir objetos como Escudos Ajustáveis.

Com 33% de taxa de escolha no Brasileirão e 37% na Liga Norte-Americana, Hibana é a hard breacher mais presente nas ligas competitivas ao redor do mundo. Além disso, ela é a segunda operadora mais banida no BR6, com 27% de taxa de remoção, ficando atrás apenas de Thatcher.

Iana

Juntamente com Finka, Iana se apresenta como outra escolha confiável para entry fraggers. Isso porque a operadora holandesa também traz consigo a combinação de granadas de fragmentação e Gonne-6. Combinadas às boas opções de rifles disponíveis a ela ─ G36C e ARX200 ─ as utilidades da operadora a tornam uma boa opção para substituir ou complementar a presença de Finka no time atacante.

Armas sólidas e explosivos: Iana traz grande utilidade para o ataque em Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/Ubisoft

O Replicador Gemini, sua habilidade única, serve como uma ferramenta para obter informações que, mesmo destruída, pode ser usada novamente após seu tempo de recarga. Além disso, o replicador também é uma boa opção contra os Portais Surya da defensora Aruni. A atacante holandesa aparece com 31% de taxa de escolha no Brasileirão 2022, sendo a terceira opção mais frequente na competição.

Sledge

Quando o assunto é verticalidade, nenhum operador do Siege é mais presente que o escocês Sledge. Com sua marreta de demolição, o agente do Serviço Aéreo Especial consegue criar novos ângulos e aberturas em paredes e pisos não reforçados, sendo especialista em jogadas verticais. Ele também traz duas granadas de fragmentação, tendo a possibilidade de destruir objetos em jogadas verticais ou horizontais.

Nas jogadas verticais em Rainbow Six: Siege, ninguém supera o escocês Sledge — Foto: Divulgação/Ubisoft

Sledge conta ainda com uma das opções mais sólidas e confortáveis de rifles de assalto do jogo, o L85A2, sendo um dos poucos operadores entry fraggers do game com acesso à mira de zoom 2,5x. Com 48% de taxa de seleção no BR6, ele é o segundo atacante mais escolhido da liga. A título de comparação, o atacante Buck, outro especialista em jogadas verticais, aparece em apenas 19% das rodadas.

Zofia

A polonesa Zofia completa o quinteto de indicações para o ataque graças à sua flexibilidade. Seu lançador KS79 Lifeline possui duas granadas de concussão e duas de impacto. As granadas de concussão podem ser utilizadas tanto para desabilitar gadgets anti-projéteis quanto para atordoar inimigos. Já os seus explosivos de impacto são úteis para destruir utilitários à prova de balas ou criar novos ângulos e passagens em paredes não reforçadas.

Em Rainbow Six: Siege, Zofia acrescenta utilidade e poder de fogo aos ataques — Foto: Divulgação/Ubisoft

Em termos de armamentos, jogadores podem escolher entre a metralhadora leve LMG-E e o rifle de assalto M762 que, apesar de possuir um padrão de recuo severo, ainda se mantém como uma opção sólida para jogadores mais agressivos. Zofia apresenta ainda a escolha entre uma mina Claymore, útil para proteger contra flancos e rotações, e Cargas de Demolição, usadas principalmente para jogadas verticais na ausência de operadores como Buck e Sledge.

Superando outros operadores intermediários como Nomad e Twitch, a polonesa Zofia aparece com 40% de taxa de seleção no Brasileirão. Em partidas competitivas e casuais, ela apresenta 1.10 de taxa de eliminações/mortes, além de estar entre os 10 operadores mais escolhidos em todos os modos de jogo.

Jäger

Mesmo depois de sofrer diversos nerfs (piora nos itens) e alterações, o alemão Jäger ainda aparece entre os cinco defensores mais fortes do Siege. Isso em função de seus Sistemas de Defesa Ativa, habilidade única capaz de proteger os gadgets aliados contra granadas e explosivos. Em termos de utilidade secundária, ele oferece as opções de arame farpado e câmera blindada, ambos úteis para obter informação e atrasar os avanços adversários.

Jäger é especialista em proteger aliados e gadgets de explosivos dos atacantes em Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/Ubisoft

No quesito armamentos, o rifle 416-C se apresenta uma arma sólida em muitas situações, principalmente em enfrentamentos a curta e média distância. Ainda assim, a espingarda M870 pode ser usada com criatividade para defender pontos de afunilamento dos atacantes.

O operador é o quarto mais escolhido no Brasileirão e o terceiro na Liga Norte Americana, com 46% e 61% de presença, respectivamente. Já em partidas casuais e competitivas, o alemão é o mais presente, apresentando 9,1% de taxa de seleção e 52,6% de taxa de vitórias.

Melusi

A roamer Melusi traz consigo um arsenal de gadgets à prova de balas para os defensores em Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/Ubisoft

A sul-africana Melusi é outra operadora que continua presente no meta apesar de repetidos ajustes. Suas Banshees possuem grande capacidade de controle de área, servindo como ferramentas de inteligência, controle de área e atraso de ataques. Além disso, como são à prova de balas enquanto desabilitadas, as Banshees consomem explosivos de atacantes que querem removê-las com segurança, afetando a economia de gadgets do time adversário.

Melusi apresenta ainda a escolha entre uma câmera blindada e granadas de impacto, que podem ser usadas tanto para criar rotações e flancos quanto para destruir gadgets dos atacantes, como Cargas Exotérmicas, Claymores, Airjabs e Escudos Garra8. Com 52% de escolha, ela é a terceira defensora mais presente no BR6.

Mute

A versatilidade de Mute é a chave de sua presença constante nas partidas de Rainbow Six: Siege. Seus Disruptores de Sinal podem ser usados para prevenir a abertura de paredes reforçadas por operadores como Hibana e Thermite, bloqueando o avanço de drones inimigos e até mesmo se protegendo dos efeitos de gadgets como a Bomba Lógica da atacante Dokkaebi. O personagem inglês possui ainda a escolha entre um explosivo C4 e a câmera à prova de balas.

Mestre em negar inteligência, Mute é um dos defensores mais versáteis de Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/Ubisoft

Além de ser a espingarda mais consistente do jogo em confrontos à curta distância, a M590A1 também é útil para a criação de rotações e ângulos de visão, permitindo ao operador preparar melhor o mapa para facilitar a movimentação da defesa. Caso a espingarda não seja necessária, jogadores podem optar também pela submetralhadora MP5K, que permite ao operador ter mais sucesso em confrontos a longa distância. Em termos de armas secundárias, Mute traz consigo a pistola-metralhadora SMG-11, a melhor opção do jogo, razão pela qual o uso da M590A1 se faz tão frequente.

Presente em 68% das rodadas, Mute é o segundo operador de defesa mais escolhido no Brasileirão, muito à frente de outros operadores que desempenham funções semelhantes, como Kaid (22%), Bandit (8,5%) e Mozzie (20%).

Smoke

O londrino Smoke é especialista em atrasar adversários e defender pontos de afunilamento do ataque. Suas Granadas de Gás podem consumir 10 segundos do time adversário por vez, sendo úteis também para impedir que atacantes plantem o desativador. Em combinação com o gás tóxico e suas armas, o defensor também pode fazer uso de um Escudo Ajustável para fortalecer ainda mais sua posição, consumindo tempo e recursos do time adversário.

Campeão de escolhas na defesa em Rainbow Six: Siege, Smoke é especialista em atrasar os adversários — Foto: Divulgação/Ubisoft

Suas opções de armamento são bastante similares às do compatriota Mute. A combinação de espingarda M590A1 e pistola-metralhadora SMG-11 é com certeza a mais indicada para o operador pelos mesmos motivos citados acima, mas jogadores também podem optar pela submetralhadora primária FMG-9 para combates a distâncias mais longas.

Smoke é o campeão de seleções no cenário competitivo, estando presente em 73% das rodadas jogadas nas ligas brasileira e norte-americana até o momento.

Wamai

Fechando as indicações de defensores, Wamai desempenha uma função semelhante à do alemão Jäger. Seus Sistemas MAG-NET são capazes de anular projéteis e explosivos adversários, ajudando a proteger gadgets importantes como Escudos Ajustáveis e Banshees. Sua presença pode ser usada tanto como substituto quanto como complemento à seleção de Jäger, fortalecendo ainda mais a defesa contra granadas e projéteis.

Complementando ou substituindo a presença de Jäger, o queniano Wamai fortalece posicionamentos defensivos em Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/Ubisoft

Em matéria de gadgets secundários, Wamai permite que jogadores escolham entre granadas de impacto e alarmes de proximidade, usados como ferramenta de inteligência para avisar sobre avanços dos oponentes. O operador queniano conta também com duas opções de armas automáticas: a submetralhadora MP5K, que conta com mira de zoom 1,5x; e o rifle de assalto AUG A2.

Com 43% de presença dos rounds do Brasileirão, Wamai é o quinto defensor mais escolhido da competição.

Com informações de Ubisoft, SiegeGG (1, 2) e Tracker Network.

5 jogos essenciais para PlayStation que todo jogador deveria conhecer

5 jogos essenciais para PlayStation que todo jogador deveria conhecer

Mais do TechTudo