Por Nalu Dias, para o TechTudo


Histórias profundas estão presentes em muitos jogos: em títulos renomados, como Red Dead Redemption 2 e The Last of Us, e também nos independentes, como Life is Strange e Spiritfarer. Da jogabilidade à trilha sonora, há uma série de fatores que são determinantes para que um game seja considerado emocionante pelo público, e a sua narrativa é um dos principais deles. Em geral, os jogos que apresentam histórias com maior complexidade são atribuídos a desenvolvedoras independentes, mas os grandes nomes desse universo também conseguem sensibilizar e emocionar seus jogadores.

Passando por diferentes estilos de jogos - de exploração em primeira pessoa até RPG de aventura no estilo Point and Click -, a lista a seguir contempla títulos com histórias profundas e reflexivas, que fazem os seus jogadores imergir na narrativa e se emocionar com as personagens. Confira a seguir a seleção do TechTudo de 10 jogos com histórias emocionantes que podem te fazer chorar. Prepare o lencinho!

Títulos como Red Dead Redemption 2 e The Last of Us fazem parte da lista de jogos com histórias emocionantes — Foto: Divulgação/Rockstar

👉 Quais são os games com melhor história? Comente no Fórum TechTudo

Gone Home é um jogo de exploração em primeira pessoa que permite aos jogadores explorar o universo do game em seu próprio ritmo — Foto: Divulgação/Steam

Desenvolvido pela The Fullbright Company, Gone Home é um jogo de exploração em primeira pessoa com formato não-convencional, que permite aos jogadores explorar o universo do game em seu próprio ritmo. Lançado há nove anos, a narrativa coloca o usuário em 1995, na pele de uma jovem mulher que acaba de retornar do exterior para a casa de sua família, mas encontra a residência abandonada. No universo de Gone Home, a personagem irá explorar o ambiente em busca de pistas, para entender as motivações que levaram sua família a deixar tudo para trás.

Abordando a temática LGBTQIA+, Gone Home explora os relacionamentos familiares colocando em pauta os conflitos geracionais, a mágoa, as incertezas e as mudanças, com um enredo extremamente imersivo e emocionante, que deram ao título uma série de prêmios. Inicialmente, o game foi lançado apenas para PC, em 2013. Posteriormente ganhou novas versões em diferentes plataformas, chegando ao Xbox One e ao PlayStation 4 em 2016 e ao Nintendo Switch em 2018. Além disso, o jogo é um sucesso em meio aos críticos desde o seu lançamento, com 86 de 100 pontos no Metacritic. O título já acumula mais de 700 mil cópias vendidas.

Red Dead Redemption 2 se passa em 1899 e conta a história de Arthur Morgan, um cowboy fora da lei que precisa lidar com a decadência do Velho-Oeste — Foto: Reprodução/Rockstar Games

Lançado em 2018 para Xbox One e PlayStation 4 e chegando aos PCs em 2019, Red Dead Redemption 2 se passa em 1899 e conta a história de Arthur Morgan, um cowboy fora da lei que vive entre regiões fictícias dos Estados Unidos e precisa lidar com a decadência do Velho-Oeste e a perseguição de rivais. Podendo ser jogado em primeira ou terceira pessoa, o game oferece uma experiência imersiva em um ambiente de mundo aberto que pode ser explorado como o jogador preferir. É possível interagir com personagens não jogáveis em situações diversas, tomar decisões que impactam na honra e na moral de Arthur e, assim, adquirir diferentes níveis de profundidade na narrativa.

O game desenvolvido pela Rockstar Games foi um grande sucesso desde o seu lançamento e vendeu mais de 17 milhões de cópias pelo mundo somente em seus primeiros três dias. Além disso, o jogo possui uma avaliação de 97 de 100 pontos no Metacritic, especialmente por sua narrativa complexa e riqueza de detalhes mesmo em um universo aberto.

This War of Mine é um jogo de sobrevivência que coloca o jogador na pele de 12 civis que ficaram presos em uma casa durante uma guerra — Foto: Reprodução/Xbox Game Store

Baseado na história real do Cerco de Sarajevo, acontecimento da Guerra da Bósnia (1992-1996), This War of Mine é um jogo de sobrevivência que coloca o jogador na pele de 12 civis que ficaram presos em uma casa durante o conflito. Para sobreviver, eles precisam sair durante a noite em busca de suprimentos. Lançado para PC em 2014 pela desenvolvedora 11 bit studios, o game recebeu versões para Android e iOS em 2015.

Em This War of Mine, o jogador fica em meio ao conflito entre ajudar as pessoas que estão em necessidade ou priorizar a própria sobrevivência, tendo que lidar com os dilemas morais resultantes de suas ações e imergindo em uma narrativa extremamente reflexiva. Além disso, o título recebeu diversos prêmios, entre eles o de Melhor Jogo de 2014 pelo The Guardian, e conta com uma avaliação de 83 de 100 pontos no Metacritic.

Spiritfarer

Construindo uma narrativa leve, mas extremamente profunda e reflexiva, Spiritfarer é um jogo de gerenciamento que ressignifica a morte — Foto: Divulgação/Thunder Lotus Games

Produzido pelo estúdio canadense Thunder Lotus Games e publicado em 2020 para PC, Xbox One, PlayStation 4 e Nintendo Switch, Spiritfarer coloca até dois jogadores na pele de Stella e seu gato, Daffodil. Os personagens assumem o papel de Caronte, o barqueiro de Hades que carrega as almas até o submundo na mitologia grega. Navegando pelo mar em busca de espíritos, Stella concede aos mortos o seu último desejo para que eles finalmente possam chegar à vida após a morte.

Construido a partir de uma narrativa leve, mas extremamente profunda e reflexiva, Spiritfarer é um jogo de gerenciamento que ressignifica a morte e emociona seus jogadores. Com mais de um milhão de usuários ativos, o título foi escolhido pela crítica como um dos melhores jogos de 2020.

The Last of Us 2 é uma luta pela sobrevivência na natureza hostil — Foto: Divulgação/Naughty Dog

Situado em um mundo pós-apocalíptico, com criaturas canibais infectadas pela mutação de um fungo, a franquia The Last of Us foi produzida pela desenvolvedora Naughty Dog e tem exclusividade para PlayStation. Com mais de 21 milhões de cópias vendidas ao redor do mundo, The Last of Us e The Last of Us Part II são grandes sucessos do mundo dos games, com uma narrativa profunda e excelente jogabilidade.

Jogados em terceira pessoa, o primeiro título da franquia chegou ao mercado em 2013, enquanto o segundo foi lançado em 2020. Com avaliações de 95 pontos para o jogo original e 93 pontos para a segunda parte da narrativa no Metacritic, a franquia The Last of Us aborda temáticas como conflitos internos, perda, solidão e a tristeza em um mundo imerso no caos, mostrando como as relações se constroem mesmo em situações adversas.

Ori and the Blind Forest encanta e emociona através de uma brilhante direção de arte que reúne boa jogabilidade, narrativa, sequências de ação e trilha sonora — Foto: Divulgação/Steam

Lançado originalmente para PC e Xbox One em 2015 e recebendo uma versão para Nintendo Switch em 2019, Ori and the Blind Forest é um jogo de aventura desenvolvido pela Moon Studios. O game apresenta a história de um jovem órfão destinado à realização de grandes feitos. Ao se tornar um herói improvável depois de precisar enfrentar inimigos sombrios, Ori deve impedir a morte da floresta de Nibel e salvar o seu lar.

Com grande aclamação da crítica e de seus jogadores, o título recebeu grandes elogios direcionados à ambientação do game, e possui uma avaliação de 88 pontos no Metacritic. Usando sua jogabilidade, narrativa, sequências de ação e trilha sonora unidas por uma brilhante direção de arte, Ori and the Blind Forest mostra a construção de um relacionamento em meio às descobertas e aos novos desafios.

To The Moon é uma jornada que envolve morte e viagem ao espaço — Foto: Divulgação/Steam

Abordando uma realidade onde pacientes terminais podem realizar seus sonhos em uma sobrevida simulada tecnologicamente, To the Moon é um RPG de aventura com jogabilidade simples, no estilo Point and Click. A narrativa apresenta os doutores Rosalene e Watts, que trabalham para realizar o grande desejo de Jhonny, um homem idoso que sonha em ir à lua.

Lançado em 2011 pela Freebird Games, o jogo está disponível para PC, Nintendo Switch e dispositivos Android e iOS. Com uma avaliação de 81 de 100 pontos no Metacritic, To the Moon é um game que faz o jogador refletir sobre a vida e os problemas que enfrenta, ensinando belas lições acompanhadas por uma trilha sonora profunda e um humor levemente depressivo.

Brothers: A Tale of Two Sons traz reflexões sobre união e oferece uma história bastante emocionante — Foto: Reprodução

Controlando dois irmãos por aventuras épicas, Brothers: A Tale of Two Sons coloca o jogador em uma posição de interação e cooperação entre ambas as partes, onde precisa resolver enigmas e explorar o ambiente para fazer com que as personagens se complementem. A narrativa traz reflexões sobre irmandade e união, oferecendo uma história bastante emocionante.

Desenvolvido pela Starbreeze Studios e publicado pela 505 Games, o jogo foi lançado em 2013 para Android, iOS, Windows Phone, Xbox 360 e Xbox One, PC e PlayStation 3 e 4. Brothers: A Tale of Two Sons ainda foi extremamente aclamado pela crítica em seu lançamento, chegando a conquistar 90 de 100 pontos nas avaliações do Metacritic.

Life is Strange conta a história de Max Caulfield, uma menina que descobre que pode voltar no tempo — Foto: Divulgação/Steam

Idealizado pela Dontnod Entertainment e publicado pela Square Enix em 2015, Life is Strange é uma franquia de jogos de aventura gráfica que traz a narrativa de Max Caulfield, uma jovem que descobre que pode voltar no tempo. No entanto, seus poderes desencadeiam um efeito borboleta e causam grandes consequências aos que vivem ao seu redor. Dividido em cinco partes e contando com o prelúdio em Life is Strange: Before the Storm, o game levanta questionamentos morais sobre coletividade e relacionamentos, fazendo com que o jogador reflita sobre situações de dificuldade para progredir no jogo.

Disponível para diferentes consoles da família PlayStation e Xbox, além de também ser compatível com PC, Android e iOS, a série Life is Strange possui grande destaque por sua narrativa, chegando a ser vencedora de diversos prêmios na categoria. Embora tenha sofrido algumas críticas em relação aos diálogos e a sincronização labial dos jogos, Life is Strange possui avaliação de 85 pontos no Metacritic, sendo aclamado pelo ambiente imersivo da história.

Telltale's The Walking Dead Series

Telltale's The Walking Dead Series foca em uma reflexão sobre a humanidade em meio ao caos, ao invés de direcionar sua narrativa para lutas violentas — Foto: Divulgação / Telltale

Lançado pela Telltale Games em 2012 para Android, Xbox One e PlayStation 3 e 4, Telltale's The Walking Dead Series foge dos clichês que envolvem zumbis, focando em uma reflexão sobre a humanidade em meio ao caos. Baseado na famosa série de quadrinhos com o mesmo nome, o jogo trabalha a construção narrativa e o desenvolvimento dos personagens como prioridade, fazendo com que suas ações resultem em consequências em meio ao apocalipse.

Bastante aclamado pela crítica, especialmente por seu tom emocional e construção de uma relação empática entre jogador e personagem, Telltale's The Walking Dead Series possui a jogabilidade semelhante à de um RPG. O jogo recebeu avaliação de 82 no Metacritic.

Mais do TechTudo