Segurança
Publicidade

Por Guilherme Ramos, para o TechTudo


Ataques e invasões hackers se tornam cada dia mais comuns em redes sociais como WhatsApp, Instagram e Facebook. Por isso, manter a segurança digital e saber identificar tentativas de invasões é muito importante. Mudanças repentinas de senhas, publicações incomuns, como anúncios de produtos à venda, e envio de mensagens para amigos pedindo dinheiro são alguns dos comportamentos mais comuns de invasores em redes sociais. Pensando nisso, o TechTudo listou seis alertas que mostram que suas redes sociais ou dos seus amigos foram hackeadas.

Veja 7 sinais de que suas redes sociais foram hackeadas — Foto: Divulgação/Bully Hunters

Como saber se meu Gmail está hackeado? Descubra no Fórum do TechTudo

1. Login feito de localizações distantes

A maioria das redes sociais, como Facebook e Instagram , mantêm um histórico com a localização de cada login feito por um novo dispositivo. Assim, caso sua conta seja acessada por outra pessoa, você receberá um alerta via e-mail ou aplicativo mostrando que seu perfil esteve online em um lugar diferente.

Algumas rede sociais contam com diferentes formas de login — Foto: Foto: Raquel Freire/TechTudo

Além da localização, estas plataformas também costumam avisar o horário exato em que houve o login, bem como o modelo do celular ou computador que entrou na conta em questão. Acessos feitos de um celular desconhecido, ou em um horário em que o usuário estava dormindo, por exemplo, podem indicar um sinal de invasão.

2. Senha trocada

Caso o usuário tente entrar em sua rede social e veja que, mesmo sem tê-la alterado, a senha está incorreta, o perfil pode ter sido hackeado. Algumas redes sociais também avisam se o código foi modificado recentemente, o que confirma casos de invasão. Isso pode acontecer, por exemplo, quando o invasor conhece o e-mail ou número de telefone do usuário. Com essas informações, é fácil alterar a palavra-chave por meio do recurso "esqueci minha senha". Para evitar esse tipo de situação, adicione uma camada extra de proteção à sua conta por meio da verificação em duas etapas.

Trocas de senhas são sinais de invasão hacker — Foto: Marcela Franco/TechTudo

3. Seus contatos estão recebendo mensagens estranhas

Em casos de invasão, é comum que hackers se passem pelas vítimas e entrem em contato com os amigos ou familiares para pedir dinheiro. Esse tipo de golpe acontece principalmente em aplicativos de mensagens, como WhatsApp, e pode passar despercebido pela vítima. Por isso, é importante revisitar conversas periodicamente e verificar se há mensagens envidas que não são de sua autoria.

WhatsApp tem sido alvo de invasão para aplicar golpes — Foto: Reprodução/Pexels

Vale ressaltar que, na maioria dos aplicativos, é possível apagar tanto as suas mensagens quanto as da pessoa com quem se está conversando, então o invasor também pode mascarar seus rastros e deletar partes da conversa. A principal forma de não cair no golpe do WhatsApp clonado é ativando a verificação em duas etapas.

4. Aumento repentino no número de amigos, seguidores ou seguidos

Outro sinal de hackeamento fácil de ser identificado é o aumento desproporcional no número de seguidores, amigos ou pessoas seguidas. Os criminosos buscam expandir o número de conexões como estratégia para aumentar o raio de ação dos ataques. Isso porque, quanto maior o círculo de amizades, mais pessoas estarão suscetíveis a golpes, que incluem o envio de links maliciosos ou solicitações de dinheiro, por exemplo.

O aumento repentino de amigos ou seguidores é um indício de ataque — Foto: Helito Bijora/TechTudo

5. Posts aleatórios feitos pelo seu perfil

Publicações estranhas também podem ser um sinal de invasão das redes. Se um perfil começa a compartilhar posts pouco usuais, em horários em que o usuário não costuma estar logado na rede social, ele pode ter sido hackeado. Geralmente esses posts aleatórios são compostos por mensagens programadas acompanhadas de links maliciosos. O objetivo dos criminosos é usar as conexões do perfil para levar o post fraudulento adiante.

Links duvidosos em posts são indicadores de possível ataque hacker — Foto: Reprodução/Kaspersky

Além de perfis pessoais e pequenos, isso também pode acontecer com administradores de páginas populares no Facebook ou com contas com muitos seguidores no Twitter, já que, nesses casos, os hackers terão um público ainda maior. Caso algum amigo avise sobre publicações diferentes na sua linha do tempo ou feed, troque a senha das suas redes sociais.

6. Receber e-mails sobre acesso não autorizado

Algumas redes sociais notificam o usuário por e-mail quando ocorre uma tentativa não autorizada de acesso. É comum que esses avisos contenham a data, horário e localização da tentativa de acesso, assim como a ferramenta utilizada para tal, como o tipo de navegador. Em geral, a mensagem pede para que o usuário confirme se foi a tentativa de login em questão foi genuína ou ilegítima.

A maioria das redes sociais avisa uma tentativa de acesso por e-mail — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Além disso, em alguns casos os alertas vêm também com um pedido da plataforma para que o usuário troque a senha e verifique as demais informações da conta, a fim de reforçar a segurança. Se o acesso em questão for resultado de uma tentativa de invasão, é recomendado não apenas trocar a senha, mas também habilitar outras medidas de proteção, como a autenticação em dois fatores.

Com informações de MakeUseOf

Veja também: cinco truques secretos para WhatsApp

5 TRUQUES 'SECRETOS' PARA WHATSAPP

5 TRUQUES 'SECRETOS' PARA WHATSAPP

Mais do TechTudo