Carros Smart
Publicidade

Por Luana Carmelina, para o TechTudo

Divulgação/BMW

Dirigir tem se tornado uma atividade mais prática, segura e – por que não? – tecnológica. Parte disso tem a ver com inovações que podem mudar a experiência de quem está atrás do volante. Ainda que sejam protótipos, alguns recursos já se tornaram peças centrais para as montadores. Nas linhas a seguir, o TechTudo te mostra seis tecnologias que podem mudar – se é que já não mudaram – o jeito de dirigir o seu carro.

Com o Apple CarPlay, é possível fazer ligações e acessar aplicativos com a voz. — Foto: Divulgação/Apple

O Apple CarPlay é um serviço de carro inteligente disponível no Brasil desde 2014. Ele funciona através da ligação do iPhone, iPad ou iPod ao sistema do carro por meio do cabo Lightning. Caso o veículo seja compatível, o símbolo do Apple CarPlay aparecerá no painel. Se o veículo for compatível com sistema sem fio, basta conectá-lo uma vez via USB e, nas próximas vezes, ele funcionará via Bluetooth.

Dessa forma, é possível enviar e receber mensagens via comando de voz através da Siri, a assistente da Apple, para fazer ligações, ouvir músicas e solicitar o itinerário a ser feito. O CarPlay também permite a conexão com outros aplicativos do celular, como audiobooks, rádios e vários sistemas de mapas, como Waze e Google Maps. Além disso, ele oferece imagens de fundo personalizadas para o painel do CarPlay.

Para saber se o carro é compatível com o CarPlay, basta conferir no site da Apple. De acordo com a marca, são mais de 500 automóveis, incluindo carros populares.

Android Auto é o sistema do Google para carros — Foto: Reprodução/Google

Assim como o CarPlay, o Android Auto (Google) é um sistema que oferece recursos inteligentes ao carro. Ele funciona por meio de celulares Android e sua conectividade é feita via Bluetooth ou cabo USB. Basta ligar o smartphone ao painel do automóvel para iniciar a interface do software.

O sistema permite controle via comando de voz com o Google Assistente, seja para chamadas ou para envio e recebimento de mensagens. Também é possível conectá-lo a apps de GPS e de músicas, como o Spotify.

Outro destaque do sistema é o controle remoto de dispositivos conectados ao Google Home. Segundo a fabricante, o Android Auto é compatível com marcas tradicionais como Chevrolet, Ford, Fiat e Honda.

3. Câmera de ré

Tela conta com câmera de ré e GPS com localização de pontos de interesse do motorista — Foto: Isadora Díaz/TechTudo

A câmera de ré é um dos recursos mais conhecidos no Brasil. Apesar disso, ainda costuma ser integrado a veículos mais robustos do que nos modelos populares. A boa notícia é que a instalação é fácil e acessível, podendo ser integrada aos carros que não saem de fábrica com o recurso. Com ela, manobras como balizas e ultrapassagens podem ser realizadas com mais facilidade e segurança.

Para fazer o dispositivo funcionar, basta acionar a marcha à ré e ele será iniciado automaticamente. O produto trabalha a partir de uma lente grande angular instalada na traseira do veículo. Em alguns modelos, também são instaladas lentes nos retrovisores laterais, permitindo que pontos cegos sejam extintos.

Outro recurso que pode ser encontrado nessa tecnologia é a verificação da distância entre o para-choque do carro e outros objetos, assim como alertas sonoros ou até mesmo simulação aérea que indica uma trajetória possível para o automóvel. É válido lembrar que, na hora de escolher o modelo mais adequado, os hábitos de direção devem ser levados em conta. Por exemplo, se o horário comum de tráfego é o período noturno, o modelo ideal seria uma câmera de ré com infravermelho.

4. Destrancar com o celular

Apple CarKey permite controle de velocidade e aceleração — Foto: Divulgação/BMW

A revolução no jeito de dirigir se torna ainda mais evidente quando descobrimos o Car Key, apresentado pela Apple em 2020. O sistema permite destrancar e ligar o carro através do iPhone ou Apple Watch, tornando a chave convencional ultrapassada — embora ainda possa ser utilizada quando o dispositivo não estiver por perto.

Essa tecnologia funciona pelo NFC. É necessário que os dispositivos estejam bem próximos um ao outro para que o carro seja destrancado, com no máximo 10 cm de distância. Após o contato do celular com o leitor, é necessário pressionar o botão de ignição. Existe a possibilidade de autenticar a ação com o Face ID ou Touch ID, além de ativar o Modo Expresso, sem que haja checagem por biometria. Segundo a Apple, se a bateria do iPhone estiver acabando, os celulares ainda terão ainda cinco horas para acionar o Car Key.

Outra novidade do Car Key é a possibilidade de emprestar a chave do carro para amigos e família através do sistema de mensagens da Apple. Além disso, este recurso disponibiliza a função “Restricted Driving”, que permite a utilização do carro, mas restringe ao dono do veículo a pré-determinação da aceleração, velocidade máxima e controle de tração. Também é possível deletar o acesso a chave de outros usuários.

5. Sistema de entretenimento

O Theatre Screen é uma tela de luxo encontrada em carros da BMW — Foto: Reprodução/Engadget

Esse tópico poderia até mesmo deixar o motorista sem vontade de dirigir pois a atenção é essencial ao conduzir o veículo. A vantagem fica para quem está no banco de carona ou no de trás, pois um sistema de entretenimento pode tornar a viagem muito mais agradável.

O Theatre Screen, por exemplo, conta com tela de cerca de 32 polegadas e sistema Fire TV, da Amazon. Nele, os passageiros do banco de trás podem controlar o volume e todo o catálogo de entretenimento. Por enquanto, somente alguns modelos da BMW incluíram a tecnologia.

6. Pneus inteligentes com 5G

Rodas 5G inteligentes protemem levar a segurança para outro nível — Foto: Reprodução/Pirelli

Os pneus inteligentes são uma das tecnologias futuristas mais esperadas. Desenvolvidos pela Pirelli, eles oferecerão um sistema em que as informações do contato entre pneu e solo são comunicadas através da rede 5G. Ou seja, os veículos equipados com pneus que possuírem sensores da empresa poderão transmitir informações sobre a superfície da estrada para o motorista e também para veículos próximos, alertando em caso de risco na aquaplanagem, por exemplo.

O próximo passo da tecnologia, segundo a fabricante, será fornecer ao carro dados sobre o modelo do pneu, quilometragem e carga dinâmica. Além disso, ele também avisará sobre situações potencialmente perigosas, como a presença de água na estrada ou a má aderência do pneu. Dessa forma, o condutor poderá se adaptar com maior facilidade aos possíveis contratempos, além de ter mais controle sobre a manutenção dos pneus.

Com informações de Apple, Engaget e Pirelli

No vídeo abaixo, confira a live do TechTudo com muitas dicas para escolher sua próxima smart TV

Mais do TechTudo