Qual Comprar?
Publicidade

Por Wagner Edwards, para o TechTudo


Smart TVs com qualidade 8K devem ser ideais para quem busca alta nitidez, contraste e fidelidade de cores na hora de assistir aos filmes e séries. Os modelos da Samsung trazem processadores de última geração, tecnologias inteligentes para melhorar a imagem e se dividem em painés QLED e Neo QLED.

Destacamos a QLED 65Q800T, que traz 65 polegadas, bordas infinitas e conectividade com assistentes virtuais por valores a partir de R$ 8.700. Já a Neo QLED 65QN700A oferece três entradas USB e quatro para cabos HDMI, além de tecnologia de movimentação do som por cerca de R$ 12.200. Conheça os detalhes de cinco opções de TVs 8K da Samsung disponíveis para comprar no Brasil.

TVs da Samsung trazem qualidade em 8K e tecnologias variadas — Foto: Rafael Leite/TechTudo

Qual a melhor TV 4K? Opine no Fórum do TechTudo

Nota de transparência: Shoptime e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de maio de 2022.

A TV 65Q800T conta com 65 polegadas — Foto: Reprodução/Shoptime

A 65Q800T tem 65 polegadas e design de bordas infinitas, garantindo que os vídeos reproduzidos na tela não sejam minimizados por margens, o que deve promover uma maior imersão. O modelo apresenta conectividade com assistente virtual, acesso à internet e possibilidade de instalar diversos aplicativos de streaming, como Netflix e Globoplay. Conta com sensor automático de luminosidade: o brilho da tela se adapta à quantidade de luz no ambiente, característica essencial para preservar a saúde ocular do usuário e tornar a experiência mais agradável. Além disso, a tecnologia oferecida pelo processador Quantum 8K promete imagens extremamente nítidas e com o máximo de contraste mesmo em vídeos escuros.

O visual é moderno e limpo (evita cabos aparentes), e a tela é fina. Para o som, o televisor traz uma tecnologia com movimento: os alto-falantes distribuem o áudio de acordo com o conteúdo exibido. O controle remoto tem botão power, teclas multimídias e comandos para conectar aos serviços de streaming. Com quatro entradas HDMI e duas USB, consome cerca de 475 kWh. Tem 70 W de potência e taxa de atualização de 120 Hz por valores a partir de R$ 8.700.

  • Prós: conexão com outros dispositivos smart
  • Contras: a movimentação de áudio pode não agradar a todos os públicos

O modelo 65QN700A consome em média 330 kWh — Foto: Reprodução/Shoptime

A 65QN700A apresenta características gerais muito semelhantes às do modelo anterior: 65 polegadas, processador Quantum, movimentação de som, potência de 70 W, compatibilidade com assistentes virtuais e serviços de streaming. Em compensação, não oferece borda infinita e conta com uma taxa de atualização de 60 Hz. São sete portas de conexão no total: três para USB e quatro para HDMI. Além disso, também promete um menor gasto de energia ao consumir em média 330 kWh.

O painel, neste caso, é mais evoluído e traz a tecnologia Neo QLED, com mais pontos de iluminação para formar imagens nítidas. Interessados precisam investir valores próximos dos R$ 12.200.

  • Prós: menor consumo de energia
  • Contras: baixa taxa de atualização

A TV Q800T contém processador com inteligência artificial — Foto: Reprodução/Shoptime

A Q800T oferece 65 polegadas, tecnologia de som em movimento, conectividade com assistentes virtuais e design de borda infinita. O diferencial desta modelo é a presença de Inteligência Artificial no seu processador: um recurso importante para lidar com problemas internos de hardware, como é o caso do superaquecimento das peças. Oferece taxa de atualização de 120 Hz, potência de 70 W, duas entradas USB e quatro HDMI. O consumo fica em cerca de 475 kWh de energia.

O modelo ainda traz o chamado Modo Ambiente 3.0, que permite colocar uma imagem ou textura na tela enquanto o aparelho não estiver sendo utilizado para beneficiar a decoração do cômodo. O preço, neste caso, fica perto dos R$ 10.499.

  • Prós: processador mais equipado
  • Contras: consumo de energia elevado

A TV 65QN800A tem um dos menores índices de consumo de energia entre os modelos da linha — Foto: Reprodução/Shoptime

A 65QN800A apresenta ao usuário um design moderno com tela infinita e ultra-fina, processador de última geração, 65 polegadas de extensão e conectividade com assistentes virtuais e serviços de streaming. Consome cerca de 370 kWh de energia, oferece taxa de atualização de 120 Hz, potência de 70 W e conta com três entradas USB e quatro HDMI. O controle não precisa de pilhas: a estrutura, além de ser desenvolvida em material reciclável, funciona via energia solar e iluminação ambiente.

Avaliada com nota 5 de 5 no Shoptime, os usuários elogiam a qualidade gráfica da imagem, mas lamentam a pouquíssima disponibilidade de mídias nacionais com o mesmo tipo de resolução da TV. O modelo pode ser comprado por preços a partir de R$ 13.200.

  • Prós: baixo consumo de energia se comparado a outros modelos
  • Contras: não há

5. Samsung 75QN900A – a partir de R$ 49.499

O controle da TV 75QN900A funciona por meio da energia solar — Foto: Reprodução/Shoptime

A 75QN900A é um modelo com características similares aos produtos anteriores, mas com alguns acréscimos. Conta com 75 polegadas, tela infinita e super fina, conectividade com assistentes virtuais e serviços de streaming. O processador também oferece tecnologia de Inteligência Artificial, capaz de aperfeiçoar a resolução de qualquer conteúdo para a qualidade próxima da 8K.

O controle não precisa de pilhas: a estrutura desenvolvida em material reciclável funciona via energia solar e iluminação ambiente. Consome 475 kWh, possui taxa de atualização de 120 Hz, três entradas USB e quatro HDMI, e potência de 80 W. O modelo mais caro da lista requer investimentos de cerca de R$ 49.499 no varejo online.

  • Prós: tamanho maior do que os outros modelos
  • Contras: preço elevado

Seis coisas que você não deve fazer com a sua smart TV

Seis coisas que você não deve fazer com a sua smart TV

Mais do TechTudo