Segurança
Publicidade

Por Clara Fabro, para o TechTudo


No início dos anos 2000, alguns vírus de computador se espalharam de forma pandêmica e infectaram milhões de dispositivos ao redor do mundo. Um dos mais conhecidos foi o I Love You, que contaminou mais de 55 milhões de PCs Windows em apenas 10 dias. Além dele, o worm Mydoom também alcançou números elevadíssimos de infecções, chegando a representar 25% de todos os e-mails enviados na época. Na lista a seguir, o TechTudo relembra seis vírus de computador que se espalharam no início dos anos 2000 e como eles funcionavam.

I Love You, Pikachu Pokemón, Code Red e mais: relembre os seis principais vírus que infectaram PCs nos anos 2000 — Foto: TechTudo

1. I Love You

No início dos anos 2000, o vírus I Love You foi responsável por infectar mais de 55 milhões de computadores com Windows em apenas 10 dias. Estimativas sugerem que 10% de todos os PCs com acesso à Internet na época foram contaminados com o malware, o que fez o vírus I Love You se tornar uma das primeiras pandemias globais de vírus de computador.

O vírus era um worm, espécie de software malicioso que se espalha rapidamente, com origem nas Filipinas. O malware se disfarçava de uma carta de amor que era anexada às mensagens de e-mail. Ao abrir o que seria o documento, o arquivo executava o programa. O vírus, então, alterava configurações do Windows, substituía arquivos e acessava a caixa de saída do e-mail para enviar uma cópia de si mesmo para os contatos da lista.

Vírus Iloveyou se espalhava por e-mail — Foto: Reprodução/Unsplash

O responsável por este ataque massivo foi um estudante de 23 anos — a polícia filipina foi capaz de identificar o autor do e-mail depois de rastrear o worm. No entanto, como o país não tinha leis que proibiam o envio do malware na época, ele não foi processado e não cumpriu nenhum tipo de pena. Previsões sugerem que o impacto financeiro causado pelo I Love You ultrapassou US$ 10 bilhões.

2. Pikachu

O vírus Pikachu foi um dos primeiros malwares direcionados para o público infantil. O programa malicioso utilizava estratégias similares ao I Love You e também se espalhou via e-mail no início dos anos 2000. A mensagem tinha o título "Pikachu Pokemón", falava sobre amizade e convidava o usuário a visitar o website do personagem.

No entanto, o texto trazia um anexo executável em cada uma das letras da mensagem. Ao clicar sobre uma delas e abrir o arquivo, o malware podia alterar configurações do Windows e excluir todos os arquivos do diretório do sistema. Além disso, ele também era capaz de acessar os contatos do e-mail a partir da caixa de saída e enviar uma cópia de si mesmo para todos os contatos da lista.

3. Code Red

Code Red foi como ficou conhecido o ataque que infectou mais de 975 mil computadores ao redor do mundo. Ele foi observado pela primeira vez em 2001 e por pouco não atingiu o site oficial da Casa Branca, nos Estados Unidos. Sites especializados apontam que o órgão precisou modificar seu endereço de IP para se defender do vírus.

O malware, que também se tratava de um worm, explorava vulnerabilidades em servidores para corromper sites e páginas da web e exibia a mensagem "Hacked by Chinese!" (hackeado por chineses, em tradução livre). O impacto financeiro causado pelo Code Red foi avaliado em US$ 2,4 bilhões na época.

4. Mydoom

O Mydoom é considerado o maior surto de vírus de computador da história. O malware circulou na web durante o ano de 2004 e consistia em um worm propagado via e-mail. Ele funcionava de maneira similar aos vírus I Love You e Pikachu Pokemón, sendo capaz de apagar arquivos importantes do computador e enviar uma cópia de si mesmo para outros contatos salvos no e-mail.

Mydoom é considerado o maior surto de vírus de computador da história — Foto: TechTudo

Algumas estimativas revelam que, em determinado momento, o Mydoom chegou a representar 25% de todos os e-mails enviados. O malware circula até hoje, mas representa apenas cerca de 1% dos e-mails de phishing. Vale dizer que, no passado, ele também era capaz de realizar ataques mais elaborados para derrubar servidores e sites. O impacto financeiro causado pelo Mydoom é avaliado em mais de US$ 38 bilhões.

5. Klez

O vírus Klez infectou mais de sete milhões de computadores em 2001. Outro worm, o malware era capaz de corromper arquivos e se replicar para infectar novos computadores. Ele também podia enviar e-mails e desativar outros vírus da máquina, e circulou durante muitos anos com versões cada vez mais aprimoradas e destrutivas. Na época, o prejuízo causado pelo vírus Klez foi avaliado em US$ 19,8 bilhões.

6. Zeus

O Zeus ficou conhecido em meados de 2007, e pesquisas estimam que o malware foi responsável por cerca de 44% de todos os ataques a bancos naquele ano. O vírus, na verdade, consistia em um grupo de programas que trabalhavam em conjunto para assumir o controle de um dispositivo. O Zeus era usado para transferir dinheiro entre contas bancárias e infectou mais de 76 mil computadores em 196 países.

Malware Zeus atacava bancos e causou um rombo de cerca de US$ 3 bilhões — Foto: Reprodução/Unsplash

Em 2010, mais de 100 pessoas que estavam por trás do programa malicioso foram presas. Estima-se que o vírus tenha causado um rombo de cerca de US$ 3 bilhões, mas os prejuízos em relação aos roubos não reportados pode ser ainda maior.

Como se proteger

Para se proteger de programas maliciosos é importante ter alguma solução de segurança instalada no computador. Existem diversas opções de antivírus gratuitos que analisam o sistema em busca de vulnerabilidades e são capazes de detectar possíveis ameaças em tempo real de forma eficiente.

Para além disso, algumas práticas de segurança também podem ajudar. E-mails costumam ser grandes propagadores de vírus e, por isso, é necessário ter cuidado ao abrir anexos e links. Suspeite de mensagens enviadas por desconhecidos que tenham arquivos anexados e nunca execute programas sem saber a origem.

Com informações de Forbes, Wired, SmarterMSP, Kaspersky, HP e gao.gov

Veja também: coisas que você só vai lembrar se usou PC nos anos 2000

Coisas que você só vai lembrar se usou PCs nos anos 2000

Coisas que você só vai lembrar se usou PCs nos anos 2000

Mais do TechTudo