Produtividade
Publicidade

Por Flávia Fernandes, para o TechTudo


Dependendo do uso que você faz, o seu celular pode causar dores de cabeça. O simples ato de ficar muito tempo com o pescoço abaixado para olhar para a tela, por exemplo, pode ocasionar tensão na região do corpo. Ainda, manter o aparelho muito próximo ao rosto também pode provocar a cefaleia, devido à fadiga ocular. Além de fatores físicos, a luminosidade da tela e as cores vibrantes também podem ser a causa do desconforto. Para diminuir os sintomas, algumas estratégias podem ser feitas - como regular o brilho e adicionar um filtro de temperatura de cor. A seguir, confira seis ajustes do seu celular que podem prevenir dor de cabeça.

Celular pode dar dor de cabeça; saiba como evitar — Foto: Reprodução

Problemas na conexão com Wi-Fi? Veja soluções no Fórum do TechTudo.

1. Ativar filtro de luz azul / filtro noturno

A luz azul emitida pelos celulares pode causar cansaço ocular, atrapalhar o sono e, consequentemente, gerar dores de cabeça. Para reduzir o problema, um filtro para ajustar a temperatura de cor pode ser ativado no aparelho e configurado para iniciar durante à noite ou durante o dia todo.

Para ativar o recurso no iPhone, vá até “Ajustes”, depois em “Tela e brilho” e logo após “Night Shift”. Já no Android, o procedimento varia de acordo com o celular. Porém, em linhas gerais, para implementar esse sistema, abra as “Configurações”, depois “Visor” e, então, pressione “Proteção para conforto ocular”.

Filtro de luz azul pode reduzir enxaqueca e melhorar o sono — Foto: Paulo Alves/TechTudo

2. Aumentar o tamanho da fonte

Uma letra em tamanho pequeno também pode provocar crises de enxaqueca devido à fadiga ocular, já que exige mais dos seus olhos. Por isso, uma boa opção é deixar os textos em um tamanho maior.

Para aumentar a fonte do texto no iOS, pressione “Ajustes”, depois “Acessibilidade” e, logo após, “Tela e tamanho do texto”. Nessa página, é possível ajustar as dimensões da letra deslizando o dedo pela barra. Para aumentar a fonte, empurre o ícone da bolinha para a direita.

Já no Android, vá em “Configurações”, depois em “Tamanho e estilo da fonte” e aumente a letra também deslizando o dedo para o lado direito na barra de tamanho.

Aumentar o tamanho da fonte no Android pode facilitar a visualização do conteúdo — Foto: Fernando Telles/TechTudo

3. Reduzir movimento (iPhone)

Os aparelhos iPhone possuem um recurso para suavizar os efeitos de movimentação de tela, que acontecem ao abrir apps e usar o celular em geral. Essa configuração pode auxiliar pessoas que sofrem com vertigem ou sensibilidade ao movimento - o que previne não apenas a dor de cabeça, mas também possíveis enjoos durante o uso.

Para ativar a função, pressione “Ajustes”, depois “Acessibilidade” e selecione “Movimento”. Agora, basta tocar em “Reduzir movimento”. Com o recurso aplicado, os efeitos de zoom são trocados pelos de dissolução ou deslizamento. A movimentação da tela de fundo e a animação de ícones do aparelho também são desativadas.

Reduzir efeitos de movimento no iPhone pode evitar crises de enxaqueca — Foto: Divulgação/Apple

4. Opte por um wallpaper de cores pouco vibrantes e estático

Um papel de parede com muitas cores e animações pode cansar a visão e ser a causa das crises de enxaqueca. Para evitar, use wallpapers com fotos minimalistas, cores sólidas ou gradientes suaves. No Android, para mudar a tela de fundo, vá até “Configurações” e depois “Papel de parede”. Selecione uma foto salva da galeria ou escolha imagens pré-definidas do aparelho.

No iPhone, toque em “Ajustes”, depois “Imagem de fundo” e, em seguida, “Escolher nova imagem de fundo”. Tanto no sistema operacional do Google quanto no da Apple, é possível aplicar o “Modo escuro” ao wallpaper nessa mesma página de configuração, o que também gera mais conforto ocular.

Use papel de parede com cores suaves para evitar dor de cabeça no iPhone e Android — Foto: Divulgação/Apple

5. Mude o brilho da tela

A intensidade da luz da tela também pode influenciar nas dores de cabeça. Um brilho muito forte em um ambiente mais escuro, por exemplo, pode agravar ou provocar as crises de enxaqueca. Para reduzir o problema, é interessante regular o brilho da tela de acordo com o ambiente. No Android, essa modificação pode ser feita acessando “Configurações” e, depois, “Visor”. Aí, basta deslizar a barra de “Brilho” para mais claro ou escuro. Já no iPhone, abra “Ajustes”, pressione “Tela e brilho” e arraste o controle.

Os dois sistemas também contam com a opção de brilho adaptável, que ajusta a luz da tela automaticamente de acordo com a luminosidade do ambiente. Para aplicar no Android, na mesma página de “Visor”, ative a função “Brilho adaptável”. No iOS, na tela de “Ajustes”, toque em “Acessibilidade”, depois “Tela e tamanho do texto” e ative a opção “Brilho automático”.

Ajustar o brilho da tela pode reduzir dores de cabeça — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

6. Limite o tempo de uso, especialmente antes de dormir

Reduzir o uso do aparelho também é uma opção boa para aliviar as crises de enxaqueca e dores de cabeça tensionais. Usar o aparelho à noite, por exemplo, diminui a melatonina do organismo, hormônio que induz ao sono e, consequentemente, pode gerar os sintomas incômodos. Desativar as notificações, definir rotinas de horário para uso e não levar o celular para a cama podem ser estratégias para estabelecer limites. Outra opção para ajudar no controle é verificar as estatísticas de utilização dos apps no aparelho.

Para ver os dados no iOS, vá até “Ajustes” e depois “Tempo de uso”. Toque em “Ativar tempo de uso” e, logo após, “Este iPhone é meu”. No Android, vá em “Configurações”, depois “Bem-estar digital e controles parentais”. Nos dois sistemas, nessa mesma página, é possível programar um horário para não utilizar o smartphone e receber um alerta sobre quando interromper o uso.

Uso do celular antes de dormir pode atrapalhar o sono — Foto: Divulgação/Pexels

Com informações de MakeUseOf e CNN US

Veja ainda: 7 funções úteis que seu celular tem e você não usa

7 funções que seu celular tem e você não conhece!

7 funções que seu celular tem e você não conhece!

Mais do TechTudo