Qual Comprar?
Publicidade

Por Wagner Edwards, para o TechTudo


Interfaces de áudio são essenciais para construir um home studio (estúdio em casa, em português). Os aparelhos são capazes de recepcionar o som de duas fontes ou mais, gravá-lo, e possibilitar ferramentas para edição. Empresas como Behringer. M-Audio e Focusrite oferecem modelos por preços a partir de R$ 410, como é o caso do Behringer UM2, que tem duas entradas P10 e design compacto.

Já o M-Audio Air 192|4 apresenta baixa latência e medidores LED por valores que partem de R$ 1.449. Outra alternativa é o Focusrite Scarlett 2I2, que tem duas entradas XLR e compatibilidade com sistemas modernos de streaming por cerca de R$ 1.454. Veja abaixo seis interfaces de áudio para montar seu home studio.

Lista reúne seis interfaces de áudio para comprar no Brasil em 2022 — Foto: Divulgação/M-audio

Caixa de som Sony: qual modelo escolher? Tire suas dúvidas no Fórum TechTudo

1. Behringer UM2 – a partir de R$ 410

O UM2, da Behringer, dispõe de conectividade USB e duas entradas P10 dedicadas para instrumentos e microfones. É um modelo de entrada ideal para quem não tem muitos conhecimentos práticos da configuração deste tipo de aparelho. A parte frontal contém entradas para dispositivos e botões para configuração do áudio. O dispositivo oferta um design compacto e compatibilidade com os principais softwares de gravação do mercado. O produto é vendido por valores que partem de R$ 410.

Além disso, dispõe de interface descomplicada e portabilidade para novos produtores de conteúdo, útil para usar em podcasts, por exemplo, que requerem apenas um microfone. Avaliado com nota de 4,4 de 5 na Amazon, os consumidores elogiam a eficiência do produto para a qualidade do áudio. Contudo, criticam a impossibilidade de utilizá-la em computadores Mac.

  • Prós: contém uma entrada para fone de ouvido ou headset
  • Contras: não indicada para uso profissional ou entusiasta

Behringer UM2 é uma interface de áudio de entrada — Foto: Divulgação/Behringer

2. Native Instruments Komplete – a partir de R$ 1.061

O modelo Komplete, da Native Instruments, também apresenta tamanho reduzido para facilitar na portabilidade. O equipamento é compatível com desktops e notebooks e conta com luzes na parte superior que auxiliam o usuário a monitorar o status de operação. A lateral do design garante uma entrada XLR para conectar instrumentos e microfones, contém uma porta P10 que também serve para acessórios musicais, e controles para administração de canais e frequência. Além disso, oferece uma característica de latência mínima, o que garante maior sincronia entre a emissão e captação de áudio.

Devido sua simplicidade, é indicado para consumidores iniciantes na tecnologia. O dispositivo também traz entradas USB para transmissão de dados e alimentação, uma P2 para conectar fones de ouvido e acompanhar o ritmo da edição musical, e saídas RCA para alto-falantes. Avaliado com uma nota 5 de 5 na Amazon, o produto não oferta comentários dos consumidores. O produto é vendido por preços que partem de R$ 1.061.

  • Prós: equipamento portátil
  • Contras: apenas uma entrada XLR

O Native Instruments Komplete oferece uma latência mínima, o que garante maior sincronia entre a emissão e recepção de áudio — Foto: Divulgação/Native Instruments

3. Behringer UMC202HD – a partir de R$ 949

O UMC202HD, da Behringer, oferta possibilidades de conexão mais robustas, pois garante duas entradas XLR para utilização de instrumentos musicais. O periférico ainda promete portas de conexão USB para alimentação e troca de dados, P2 para fones de ouvido ou headsets, e duas saídas traseiras para conectores RCA de alto-falantes. A seção dianteira disponibiliza botões para a configuração de até dois canais simultaneamente, frequências de áudio, e demais modulações sonoras. Ele é vendido por cifras que partem de R$ 949.

Apesar de seu tamanho compacto, configura opções um pouco mais robustas para administração de áudio que os modelos anteriores. Avaliado com uma nota de 4,6 de 5 na Amazon, os usuários elogiam o design, mas criticam a ausência de compatibilidade com o sistema operacional Windows 11.

  • Prós: oferta duas entradas XLR
  • Contras: relatos de problemas com os drivers

Behringer UMC202HD promete conectores RCA para alto-falantes — Foto: Divulgação/Behringer

4. Behringer Q802USB – a partir de R$ 1.205

O Q802USB, da Behringer, apresenta design profissional, embora ainda tenha sido desenvolvido em formato portátil. A interface disponibiliza portas XLR e P10 para a conexão de instrumentos, e USB para alimentação e transmissão de dados. O sistema interno permite a gravação de áudio simultaneamente à edição, oferta quatro canais para captação de áudio, oito entradas input para conexão com outros periféricos. Ele é vendido por cerca de R$ 1.205.

Avaliado com uma nota de 4,4 de 5 na Amazon, os consumidores destacam a presença da entrada USB. No entanto, criticam as portas de conexão, que demonstram baixa capacidade de se manter conectadas aos instrumentos.

  • Prós: fácil de usar
  • Contras: relatos do driver não permitir redução de latência

Behringer Q802USB disponibiliza portas XLR e P10 — Foto: Divulgação/Behringer

5. M-Audio Air 192|4 – a partir de R$ 1.449

O modelo Air 192|4, da M-Audio, possui conectividade USB e duas entradas dedicadas para microfone e instrumentos. O modelo apresenta compatibilidade com vários dispositivos, amplificadores embutidos, medidores LED e vem com o software ProTools incluído. Ele dispõe de baixa latência, isto é, não possui atrasos para recepcionar os sons emitidos. É um modelo de nível de entrada para intermediário, usado para a configuração sonora e com controle de mixagem de monitor. O produto é vendido por valores a partir de R$ 1.449.

O equipamento pode ser interessante para desenvolver programas com maior qualidade sonora, além de contar com mais recursos disponíveis, como maiores possibilidades de conexão. Avaliado com uma nota de 4,5 de 5 na Amazon, os consumidores elogiaram a eficiência do produto e os amplificadores. No entanto, criticam o fato de não ser possível utilizar um microfone e um instrumento ao mesmo tempo, já que a configuração de áudio suporta apenas um dispositivo por vez.

  • Prós: oferta baixa latência
  • Contras: não é possível utilizar simultaneamente as duas entradas XLR

M-Audio Air 192|4 pode ser interessante para desenvolver programas com maior qualidade sonora — Foto: Divulgação/M-Audio

6. Focusrite Scarlett 2I2 – a partir de R$ 1.454

O Scarlett 2I2, da Focusrite, apresenta tamanho reduzido, o que aprimora a capacidade de transportar o equipamento para qualquer lugar. Confeccionado em vermelho, o aparelho oferta duas entradas XLR para conexão com demais instrumentos, uma porta P2 para fones de ouvido e uma entrada USB para alimentação e transmissão de dados. O periférico permite a recepção de dois canais e a modulação do áudio de ambos simultaneamente. Ele é comercializado por cifras a partir de R$ 1.454.

A fabricante garante alta qualidade na captação e gravação do som, o que auxilia a evitar a propagação de ruídos. Também apresenta compatibilidade com sistemas modernos de streaming, como Spotify, Apple Music, e Amazon Prime Music. Avaliado com uma nota de 4,8 de 5 na Amazon, os consumidores destacam a ótima qualidade na gravação sonora. Porém, criticam a instabilidade sistêmica ao ser utilizado no Windows 10.

  • Prós: design portátil
  • Contras: relatos de problemas com o Windows 10

A Focusrite SCARLETT 2I2 aborda design vermelho e permite dois canais para recepção sonora — Foto: Divulgação/Focusrite

Produtos eletrônicos mais vendidos na Amazon Brasil em 2022

Produtos eletrônicos mais vendidos na Amazon Brasil em 2022

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de julho de 2022.

Mais do TechTudo